Televisão na França

A televisão na França foi introduzida em 1931, quando começaram as primeiras transmissões experimentais. A transmissão em cores ocorreu em outubro de 1967, pelo o canal France 2.

Transmissão em alta definiçãoEditar

A Télévision Numérique Terrestre é um serviço nacional de televisão digital terrestre na França. O serviço foi fundado em 31 de março de 2005, após um curto período de testes. Como grande parte da Europa, a França usava a tecnologia de transmissão DVB-T. Até 2012, os serviços de televisão digital terrestre deveriam cobrir pelo menos 95% da população metropolitana francesa. Cinco canais de alta definição (quatros de sinal abertos e um fechado) foram lançados em outubro de 2008 usando também o formato "H.264". Em setembro de 2005, alguns canais de televisão por assinatura eram lançados usando o formato MPEG-4, ao contrário da maioria da Europa, que usa o MPEG-2.

Os canais terrestres pay-per-view usam o H.264. O TNT é o primeiro serviço a implementar o Dolby Digital Plus como um codec de áudio em seus canais de alta definição. Os espectadores devem comprar um aparelho de TV (ou set-top box) que suporte tanto o MPEG-4 H.264 quanto o DD + para desfrutar de canais HD.

Transmissões analógicas foram desligadas em 30 de novembro de 2011 em todas as plataformas, seja terrestre, via satélite ou a cabo. Os departamentos e territórios ultramarinos (como a Guiana Francesa e a Martinica) também encerraram todas as transmissões analógicas no mesmo dia.

Transição de TDTEditar

Em 2008, 34% da população francesa estava usando a TV analógica como um único modo de recepção. No ano seguinte, a cidade de Coulommiers mudou para a TV digital, servindo como uma cidade de teste para a TDF. No final de 2009, a TV analógica foi desligada no Nord Cotentin, e a TDF não relatou grandes problemas de recepção. Cidadãos em zonas de teste da TNT foram informados de que a TV analógica seria desativada no início de 2009 e, consequentemente, adaptaram sua instalação.

Para o resto do país, o desligamento progrediu por regiões, mais precisamente pelas regiões da França 3. Isso significa que todos os transmissores que transmitem a França 3 Méditerranée Provence-Alpes foram digitais na mesma data, outra data para aqueles que transmitem a France 3 Bourgogne Franche-Comté. O desligamento analógico ocorreu em 2010 no norte; o sul foi o último a eliminar as transmissões de televisão analógica.

Durante três meses antes de desligar um transmissor analógico, ele transmitia os multiplexos TNT para que os espectadores pudessem adaptar sua instalação a tempo. Além disso, uma mensagem era exibida como letreiro digital em canais analógicos, alertando o espectador de que ele não receberia mais a TV se não mudasse para digital. Para ajudar as pessoas a instalar seus equipamentos de recepção TNT, o governo francês criou a "France Télé Numérique". Fez vídeos didáticos, anúncios de televisão e percorreu os mercados locais, para conhecer pessoas e resolver os seus problemas relacionados com a receção de TDT.

Idosos e pessoas com condições financeiras restritas receberam ajuda do governo francês; para poderem mudar facilmente para a TDT.

Os adaptadores mais comuns vendidos no mercado apenas decodificam o MPEG-2 e possuem apenas um soquete de saída SCART. Aparelhos de TV antigos (antes de 1980) precisam de um modulador UHF entre a TV e o decodificador, pois não possuem soquete SCART. Ao contrário dos videocassetes, os decodificadores DVB-T raramente incluem esse modulador, e um adaptador SCART para RCA é frequentemente necessário para alimentar o modulador com o sinal. A solução recomendada pela France Télé Numérique é apenas comprar um novo aparelho de TV em vez de usar um modulador.

TNT por satéliteEditar

Os canais TNT também estão disponíveis para recepção por satélite, transmitidos a partir dos satélites Astra a 19,2 ° leste como TNT SAT e da Atlantic Bird 3 como FRANSAT. Alguns dos canais são criptografados, mas não há taxa de assinatura, e tanto o conversor quanto o cartão de visualização (válido por quatro anos) que são necessários estão disponíveis nos hipermercados. Os canais públicos France 2, France 3, France 5, France Ô, LCP e canal franco-alemão são free-to-air na Atlantic Bird 3.

Durante os jogos da Copa do Mundo da FIFA de 2010, os canais France 2 e France 3 foram criptografados para evitar assistir aos jogos em outros lugares do que na França.

Outras tecnologiasEditar

A maioria dos provedores de serviços de internet na França oferece agora pacotes de televisão digital (IPTV) por meio do set-top box triple-play. No entanto, alguns assinantes têm muita distorção de atenuação em suas linhas para se beneficiar do serviço, e a França ainda não tem 100% de cobertura DSL.

Os fornecedores de cabo franceses Noos SA e UPC France SA e Numericable se fundiram para se tornar a maior operadora de cabo na França. Eles fornecem TV a cabo (usando várias marcas) através de seus set top boxes.

A televisão digital via satélite existe na França desde 1997. As transmissões de HDTV começaram em abril de 2006, quando a CanalSat lançou seu primeiro canal HD (Canal + HD). A Télévision Par Satellite e a CanalSat se fundiram em 2007, deixando a Nouveau Canalsat e a Bis Télévisions como os dois principais concorrentes para o mercado de televisão por satélite no país.

Canais mais vistosEditar

Ações anuais de visualização de 2016 (não incluindo canais de assinatura):[1]

Posição Canal Grupo Quota
de visualização total(%)
em 2016
Quota
de visualização total(%)
em 2015[2]
Comparação
2016/2015
1 TF1 Groupe TF1 20.4 21.4   (1.0)
2 France 2 France Télévisions (propriedade estatal) 13.4 14.3   (0.9)
3 M6 M6 Group 10.2 9.9   (0.3)
4 France 3 France Télévisions (propriedade estatal) 9.1 9.2   (0.1)
5 C8 Canal+ Group 3.4 3.5   (0.1)
6 France 5 France Télévisions (propriedade estatal) 3.4 3.4   (0.0)
7 TMC Groupe TF1 3.0 3.1   (0.1)
8 Canal + Canal+ Group 1.7 2.6   (0.9)
9 W9 M6 Group 2.4 2.6   (0.2)
10 BFM TV NextRadioTV 2.3 2.2   (0.1)
11 Arte Arte (state-owned) 2.3 2.2   (0.1)
12 NT1 Groupe TF1 1.9 2.0   (0.1)
13 NRJ 12 NRJ Group 1.6 1.8   (0.2)
14 France 4 France Télévisions (propriedade estatal) 1.9 1.7   (0.2)
15 Gulli Lagardère 1.5 1.6   (0.1)
16 RMC Découverte NextRadioTV 1.8 1.3   (0.5)
17 CStar Canal+ Group 1.2 1.2   (0.0)
18 HD1 Groupe TF1 1.8 1.2   (0.6)
19 6ter M6 Group 1.4 1.1   (0.3)
20 i-Télé Canal+ Group 0.8 1.0   (0.2)
21 Chérie 25 NRJ Group 1.1 0.7   (0.4)
22 France Ô France Télévisions (propriedade estatal) 0.8 0.6   (0.2)
23 Numéro 23 Diversité TV, NextRadioTV 0.8 0.7   (0.1)
24 L'Équipe Amaury Group 0.9 0.6   (0.3)

Referências