Abrir menu principal

Terrorismo doméstico é um termo que define atentados terroristas cometidos por cidadãos ou residentes permanentes de um Estado contra o seu próprio povo ou governo, sem influência estrangeira, em um esforço para instilar o medo em uma população ou nas autoridades como uma tática para alcançar objetivos políticos, ideológicos ou religiosos.[1]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Abu Khawla, "Understanding Homegrown Terrorism," The American Thinker December 12, 2010, Accessed April 9, 2011». Americanthinker.com. 13 de janeiro de 2013. Consultado em 19 de julho de 2013 
  Este artigo sobre um crime ou atividade criminosa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.