Tetraetilestanho

composto químico
Tetraetilestanho
Alerta sobre risco à saúde
Tetraethyltin.svg
Nome IUPAC Tetraethyltin
Outros nomes Tetraethyl tin
Identificadores
Abreviação TET
Número CAS 597-64-8
PubChem 11704
Número EINECS 209-906-2
ChemSpider 11212
MeSH Tetraethyltin
SMILES
Propriedades
Fórmula química C8H20Sn
Massa molar 234.95 g mol-1
Aparência Colourless liquid
Densidade 1.187 g cm-3
Ponto de fusão

-112 °C, 161 K, -170 °F

Ponto de ebulição

181 °C, 454 K, 358 °F

Riscos associados
Classificação UE Very Toxic T+ Perigoso ao meio ambiente N
NFPA 704
NFPA 704.svg
2
3
3
 
Frases R R26/27/28 R35
Frases S S26, S27, S28, S45, S60, S61
Ponto de fulgor 53 °C
Compostos relacionados
Outros catiões/cátions Tetraetilgermânio
Tetraetilchumbo
Organoestanhos relacionados Tetrametilestanho
Trietilestanho
Tetrapropilestanho
Tetrabutiltestanho
Página de dados suplementares
Estrutura e propriedades n, εr, etc.
Dados termodinâmicos Phase behaviour
Solid, liquid, gas
Dados espectrais UV, IV, RMN, EM
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Tetraetilestanho é um composto químico de fórmula C8H20Sn e estrutura molecular (CH3CH2)4Sn, ou seja, um átomo de estanho ligado a quatro grupos etil. É um importante exemplo de composto organoestanho, abreviado como TET (tetraethyltin).

Tetraetilestanho é um líquido inflamável incolor, solúvel em éter dietílico e insolúvel em água, que congela a -112°C e ferve a 181°C.[1][2] Ele é usado na indústria eletrônica.

Tetraetilestanho pode ser obtido reagindo-se brometo de etilmagnésio como cloreto de estanho (IV):[1]

SnCl4 + 4 (C2H5)MgBr → (CH3CH2)4Sn + 4 MgBrCl

Reações semelhantes podem ser usada para se obter tetra-n-propilestanho e tetra-n-butilestanho.[1]

Tetraetilestanho é convertido, no corpo, ao trietilestanho, que é mais tóxico.[3]

Referências

  1. a b c G. J. M. Van Der Kerk and J. G. A. Luijten (1956), "Tetraethyltin". Organic Syntheses, volume 36, page 86; Coll. Vol. 4, p.881 (1963)
  2. SAFC corp, tetraethyltin] catalog page. Accessed on 2011-01-18.
  3. Jill E. Cremer (1958), "The biochemistry of organotin compounds. The conversion of tetraethyltin into triethyltin in mammals". Biochem J. volume 68, issue 4, pages 685–692. PubMed