Théophile Moreux

Théophile Moreux
Nascimento 20 de novembro de 1867
Argent-sur-Sauldre
Morte 13 de julho de 1954 (86 anos)
Bourges
Sepultamento Aubigny-sur-Nère
Cidadania França
Ocupação astrônomo, meteorologista
Prêmios Cavaleiro da Legião de Honra
Religião Catolicismo

Théophile Moreux, mais conhecido como Abade Moreux (Argent-sur-Sauldre, 20 de novembro de 1867Bourges, 13 de julho de 1954) foi um astrônomo e meteorologista francês.

VidaEditar

Moreux nasceu em Argent-sur-Sauldre, Cher, França, em 20 de Novembro de 1867. Ele criou o Observatório Bourges no seminário de St. Célestin em Bourges, onde ele era professor de ciências e matemática. Ele observou aspectos da superfície da Lua e de Marte, publicou mapas estelares e investigou a possibilidade de vida em outros planetas e luas. Ele era crítico da teoria de Percival Lowell sobre a existência de vida inteligente em Marte.

O Abade morreu em Bourges, em 13 de Julho de1954.

TrabalhosEditar

Alguns dos trabalhos do Abade Moreux:

  • Que deviendrons-nous après la mort? [ ed. port.: Que-há-de ser de nós depois da morte? Porto, 1923 ; 1938 ]
  • D'oú venons-nous?
  • L'alchimie moderne
  • Un dia en la luna
  • Méthode simple pour prévoir le temps
  • La vie sur Mars
  • Le ciel et l'univers
  • Origine et formation des mondes
  • La science mystérieuse des pharaons

A Ciência Misteriosa dos FaraósEditar

Sua mais famosa obra, A Ciência Misteriosa dos Faraós (La Science Mystérieuse des Pharaons), trata do mistério sobre o conhecimento avançado do Antigo Egito. Observando as dimensões e outras medidas das pirâmides egípcias, Moreux demonstrou que o povo egípcio soube precisar a densidade da Terra, a duração do dia e do ano e, até mesmo, a distância entre a Terra e o Sol.[1]

HomenagemEditar

 Ver artigo principal: Moreux (cratera)

Uma cratera de impacto em Marte foi batizada em sua homenagem.

Ligações externasEditar

Referências