Abrir menu principal

Les quatre cents coups

filme de 1959 dirigido por François Truffaut
(Redirecionado de The 400 Blows)
Les Quatre Cents Coups
Os Quatrocentos Golpes (PRT)
Os Incompreendidos (BRA)
 França
1959 •  p&b •  99 min 
Direção François Truffaut
Produção François Truffaut
Roteiro François Truffaut
Marcel Moussy
Elenco Jean-Pierre Léaud
Claire Maurier
Albert Rémy
Patrick Auffay
Gênero drama
Música Jean Constantin
Direção de fotografia Henri Decaë
Direção de arte Raymond Lemoigne
Edição Marie-Josèphe Yoyotte
Distribuição Cocinor
Idioma francês
Página no IMDb (em inglês)

Les quatre cents coups (Os incompreendidos BRA ou Os quatrocentos golpes PRT) é um filme francês de 1959, do gênero drama, dirigido por François Truffaut.

O nome do filme em francês é uma expressão popular equivalente a "pintar o sete" em português. A obra foi financiada com ajuda do sogro de Truffaut, que produziu uma história quase autobiográfica, inspirada em suas próprias experiências entre o final da infância e o início da adolescência. Seu personagem principal (Antoine Doinel, vivido por Jean-Pierre Léaud) é tido como alter-ego do diretor, e Les 400 Coups é o primeiro dos cinco filmes com o personagem, retomado em outras fases da vida nos filmes L'amour à vingt ans (1962), Baisers volés (1968), Domicile conjugal (1970) e L'amour en fuite (1979).

SinopseEditar

O filme narra a história do jovem parisiense Antoine Doinel, um garoto de 14 anos que se rebela contra o autoritarismo na escola e o desprezo de sua mãe e de padrasto (Gilberte e Julien Doinel). Rejeitado, Antoine passa a faltar as aulas para frequentar cinemas ou brincar com os amigos, principalmente René. Com o passar do tempo, vivenciará algumas descobertas e cometerá pequenos delitos em busca de atenção até ser aprisionado em um reformatório, levado pelos próprios pais.

ElencoEditar

Principais prêmios e indicaçõesEditar

Festival de Cannes (1959)

  • Vencedor do prêmio de melhor direção
  • Indicado na categoria melhor filme (Palma de Ouro)

Oscar (1960)

  • Indicado na categoria melhor roteiro

BAFTA (1961)

  • Indicado na categoria melhor filme
  • Indicado na categoria ator revelação (Jean-Pierre Léaud)

Ligações externasEditar