Abrir menu principal

The Lavender Hill Mob

filme de 1951 dirigido por Charles Crichton
The Lavender Hill Mob
O Mistério da Torre[1] (BRA)
 Reino Unido
1951 •  p&b •  81 min 
Direção Charles Crichton
Produção Michael Balcon
Roteiro T.E.B. Clarke
Elenco Alec Guinness
Stanley Holloway
Música Georges Auric
Cinematografia Douglas Slocombe
Edição Seth Holt
Distribuição General Film Distributors
Lançamento 28 de junho de 1951
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Lavender Hill Mob (O Mistério da Torre) é um filme de comédia de 1951 dos Estúdios Ealing, escrito por T. E. Clarke, dirigido por Charles Crichton, estrelado por Alec Guinness e Stanley Holloway e com Sid James e Alfie Bass. O título refere-se a Lavender Hill, uma rua em Battersea, um distrito do sul de Londres, no distrito de código postal SW11, nas cercanias da estação ferroviária de Clapham Junction.

O British Film Institute classificou The Lavender Hill Mob como o 17º maior filme britânico de todos os tempos. Também está incluído na lista dos 1000 melhores filmes de todos os tempos do The New York Times.[2] O filme original foi restaurado e reeditado digitalmente nos cinemas do Reino Unido em 29 de julho de 2011 para celebrar seu 60º aniversário.[3]

SinopseEditar

Henry Holland é um veterano funcionário do banco da Inglaterra que sonha com riqueza e tranquilidade. Seu mais novo amigo, Alfred Pendlebury, trabalha na fabricação de pequenas lembrancinhas e juntos eles planejam desviar uma boa quantidade de ouro do banco. Contando com a ajuda de dois ladrões profissionais, eles conseguem executar o crime, mas as confusões ainda estão começando.

ElencoEditar

  • Alec Guinness como Henry "Dutch" Holland
  • Stanley Holloway como Alfred "Al" Pendlebury
  • Sid James como Lackery Wood
  • Alfie Bass como Shorty Fisher
  • Marjorie Fielding como a Sra. Chalk
  • Edie Martin como a senhorita Evesham
  • John Salew como Parkin
  • Ronald Adam como Turner
  • Arthur Hambling como Wallis
  • Gibb McLaughlin como Godwin
  • John Gregson como Farrow
  • Clive Morton como sargento da estação
  • Sydney Tafler como Clayton
  • Marie Burke como Senora Gallardo
  • Audrey Hepburn como Chiquita
  • William Fox como Gregory
  • Michael Trubshawe como embaixador britânico
  • Jacques B. Brunius, Paul Demel, Eugene Deckers e Andreas Malandrinos como funcionários aduaneiros
  • Cyril Chamberlain como comandante
  • Moultrie Kelsall como detetive superintendente
  • Christopher Hewett como inspetor Talbot
  • Meredith Edwards como P.C. Williams
  • Patrick Barr como inspetor de detetives da divisão
  • David Davies como policial da cidade
  • Desmond Llewelyn como funcionário da alfândega (não creditado)
  • Richard Wattis como oposição MP (não creditado)

ProduçãoEditar

Diz-se que o roteirista Clarke surgiu com a idéia de um funcionário roubando seu próprio banco enquanto fazia pesquisas para o filme Pool of London de 1951, um thriller policial em torno de um roubo de jóias. Ele consultou o Banco da Inglaterra sobre o projeto e montou um comitê especial para aconselhar sobre a melhor maneira de realizar o assalto.[4][5] As filmagens de localização extensiva foram feitas em Londres e Paris.[6] As cenas mostram Londres ainda marcada por locais de bombardeio da Segunda Guerra Mundial.

Referências

  1. EWALD FILHO, Rubens (1975). Os Filmes de Hoje na TV. [S.l.]: São Paulo: Global Editora. p. 128 
  2. «The Lavender Hill Mob (1951)» (em inglês). Consultado em 9 de janeiro de 2013 
  3. The Guardian 15 July 2011: Cream of the cockney crop
  4. The Aurum Film Encyclopedia – The Gangster Film, edited by Phil Hardy, Aurum Press, 1998
  5. Empire – Special Collectors' Edition – The Greatest Crime Movies Ever, publicado em 2001
  6. "Filming locations" no IMDB. Obitido em dezembro de 2011
  A Wikipédia tem os portais:
  Este artigo sobre um filme britânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.