The Mechanic

filme de 1972 dirigido por Michael Winner
(Redirecionado de The Mechanic (filme de 1972))
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o filme com Charles Bronson. Para a refilmagem com Jason Statham, veja The Mechanic (2011).

The Mechanic (bra: Assassino a Preço Fixo[1]; prt: O Mecânico[2]) é um filme estado-unidense de 1972, do gênero ação, dirigido por Michael Winner.

The Mechanic
No Brasil Assassino a Preço Fixo
Em Portugal O Mecânico
 Estados Unidos
1972 •  cor •  100 min 
Direção Michael Winner
Roteiro Lewis John Carlino
Elenco Charles Bronson
Jan-Michael Vincent
Keenan Wynn
Género ação · policial
Idioma inglês

The Mechanic teria uma refilmagem em 2011, com Jason Statham.

SinopseEditar

Arthur Bishop é um assassino profissional, mas diferente dos outros ele não deixa vestígios. Ele trabalha para uma Organização Secreta Internacional, que tem regras muito rígidas e qualquer membro que apresente qualquer atitude pouco confiável, pode ser exterminado muita antes de comprometer a organização. Nota-se que o Sr. Bishop é um assassino incomum, dono de um comportamento refinado e mora numa bela mansão, preservando o gosto pela música clássica e por obras de arte. Sem dúvida nenhuma é um homem muito rico, graças ao sucesso de sua profissão. No entanto, devido a natureza perigosa de sua profissão, Arthur Bishop é forçado a viver em isolamento, não demonstrando suas emoções ou se dando ao luxo de confiar nas pessoas. Mediante a este estado de constante pressão e stress, Sr. Bishop é hospitalizado e a ele é prescrito um medicamento antidepressivo. Sua única companheira esporádica é uma garota, vivida por Jill Ireland, que ele a tem como amante em raros momentos. Em um de seus serviços, é atribuído a ele assassinar um antigo conhecido e um dos chefes da organização Harry McKenna(Keenan Wynn), como bom profissional cumpre seu trabalho, tentado fazer com que o Sr. McKenna pense ser uma cilada, mesmo assim o próprio Bishop finaliza a ação sufocando-o, forçando a pensarem que foi um ataque cardíaco. No funeral do Sr.McKenna, Bishop encontra o egocêntrico e extravagante filho de sua vítima, Steve McKenna(Jan-Michael Vincent). Steve aproximasse de Bishop, tentando saber seu trabalho e quem ele é, mesmo desconfiado Arthur Bishop confessa sua profissão. Mediante ao enorme interesse em ser um Assassino Profissional, Arthur Bishop passa a usa-lo como pupilo, ensinando tiro, artes marciais e truques do ofício, fazendo com que Steve McKenna participe de suas operações, mesmo sabendo que o mesmo pode ser seu algoz. Logo a organização fica sabendo do novo parceiro de Bishop e o adverte dos riscos, ainda mais em tais circunstâncias. A organização da então a Bishop uma missão urgente na Itália, em Nápoles. Quando os dois finalizam sua vítima num Iate em alto mar, logo percebem que é uma emboscada da organização. A relação de Arthur Bishop e Steve McKenna é uma cumplicidade perigosa e o próprio Bishop, sabe do perigo de ter Steve McKenna ao seu lado. Chegando no apartamento Arthur Bishop bebe uma taça de vinho envenenada por Steve e cai já sem vida. Chegando nos EUA Steve McKenna volta à mansão de Bishop, a fim de retomar seu trabalho e a vida do falecido assassino. Quando entra no Mustang Vermelho de Bishop, mal sabe ele que o carro é uma armadilha, ao virar a chave de ignição aciona um dispositivo de explosão automático e tudo vai para os ares.[carece de fontes?]

ElencoEditar

Referências

  1. «Assassino a preço fixo». Adoro Cinema. Consultado em 1 de janeiro de 2014 
  2. «O Mecânico». Portugal: SapoMag. Consultado em 24 de janeiro de 2020 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.