Thiago Justino

ator brasileiro

Thiago Justino (Rio de Janeiro, 5 de março de 1960) é um ator brasileiro.

Biografia

editar

Nasceu em 5 de março de 1960, sendo filho de Maria da Gloria, empregada doméstica, e Sebastião, que atuava como gráfico. Nasceu em Copacabana, mas passou toda a juventude em São Cristovão, bairro operário do Rio de Janeiro.[1] Desde cedo revelou paixão pela atuação, participando do grupo de teatro de sua escola.[2]

Todavia, sua família não via com bons olhos seu sonho de ser ator. Junto com os trabalhos amadores de ator, atuava como office boy, para ajudar nas contas de casa. Por acaso acabou entrando em uma agência de modelos, passando a atuar na profissão.[2]

A partir disto, abriu as portas para a televisão. Fez uma breve participação no seriado Plantão de Polícia, sucesso da televisão brasileira nos anos 1980. Posteriormente foi contratado para as novelas Pacto de Sangue (1988 / 1989), e para a minissérie Abolição (1988).[2]

Nessa mesma época viajou para Portugal, para encenar no espetáculo A mulher carioca. Lá conheceu Alexandra Solnado, que viria a ser sua esposa, e com quem teve um filho: Gabriel Solnado Justino. Alexandra é escritora e filha dos atores Raul Solnado e Joana Solnado.[2]

Por conta do racismo, decidiu emigrar definitivamente para Portugal, aos 33 anos. Reclamava que no Brasil só lhe ofereciam papéis de escravizado ou empregado. Em solo lusitano atuou em diversas funções. Tornou-se diretor de uma agência que fundou junto a sua esposa. Também criou um grupo de teatros (Teatro Multiculturas)[1] e passou a dar aulas de atuação. Atuou e dirigiu novelas e filmes portuguesas. Também adaptou Conduzindo Miss Daisy para o teatro.[2]

Retornou ao Brasil em 2015, convidado pela Rede Globo para atuar em Rock Story. Naquela época se encontrava em Moçambique, gravando Comboio de Sal e Açucar, filme de Licínio Azevedo que foi indicado ao Óscar.[1] Desde então, sempre volta a sua terra natal, para atuar em novelas e filmes, em papéis não estigmatizados.[2]

FIlmografia

editar

Dentre as produções que participou, pode-se destacar:

Cinema

editar
Ano Título Personagem / Cargo Notas
2014 Getúlio Gregório Fortunato [3]
2017 Real - o plano por trás da História Joubert [3]
2018 Quase memória Gomes [3]
2018 Comboio de sal e açucar Comandante Salomão [1]
2019 Minha fama de mau Funcionário da TV Tupi
2021 Papai é pop Carlos
2021 Confissões de uma garota excluída Inácio
2022 Um ano inesquecível - Verão Presidente do partido
2024 Mallandro O Errado Que Deu Certo Psicologo

Telenovela

editar
Ano Título Personagem / Cargo Notas
1992 Pedra sobre pedra Flô
2016 Rock Story maitrê Luizão [4][1]
2018 Orgulho e Paixão médico Jonatas [1]
2018 / 2019 O tempo não para Dom Obá II D’África
2019 Éramos seis Higino [5]
2023 Amor perfeito Juiz Olavo

Série

editar
Ano Título Personagem / Cargo Notas
2015 Santo Forte Celso

Teatro

editar

No teatro atuou em diversos espetáculos. Entre eles: King - Eu tenho um sonho (2018), e Black Macbeth (2019).[6][7]

Referências

editar
  1. a b c d e f «Thiago Justino: ator celebra sucesso na TV e uma bem-sucedida carreira internacional». O Globo. 9 de julho de 2018. Consultado em 9 de março de 2024 
  2. a b c d e f «Thiago Justino: "Saí do Brasil porque não queria mais fazer papel de empregado"». Quem. 27 de agosto de 2022. Consultado em 9 de março de 2024 
  3. a b c «Thiago Justino: Os 6 melhores Filmes e Séries - Cinema10». cinema10.com.br. Consultado em 5 de março de 2024 
  4. «Thiago Justino interpreta Luizão em Rock Story | personagem». gshow. Consultado em 5 de março de 2024 
  5. «INTERPRETAÇÃO PARA TV E CINEMA». Casa das Artes de Laranjeiras. Consultado em 5 de março de 2024 
  6. «Em espetáculo, Thiago Justino é porta-voz do discurso inspirador de Martin Luther King». O Globo. 4 de dezembro de 2018. Consultado em 9 de março de 2024 
  7. «A adaptação de 'Macbeth' com elenco negro e direção de Orson Welles». Nexo Jornal. Consultado em 9 de março de 2024