Abrir menu principal
Thiago Marques
Nascimento 23 de abril de 1980 (39 anos)
Curitiba
Cidadania Brasil
Ocupação automobilista

Thiago Marques (Curitiba, 23 de abril de 1980) é um automobilista brasileiro, campeão da categoria Stock Car Light em 2001.

BiografiaEditar

De família tradicional no automobilismo, Thiago Marques faz parte da geração de pilotos que decidiu fazer carreira no Brasil com o "boom" e o profissionalismo dos campeonatos de turismo no início da década de 2000. Filho do ex-piloto Paulo de Tarso (piloto) e irmão do ex-piloto de F1, Tarso Marques, Thiago possui a velocidade em seu DNA e isso apareceu logo de cara, quando o paranaense nascido em 23 de abril de 1980 conquistou o título da Stock Car Light Stock Car Brasil.[1] Pelo grande desempenho, o paranaense recebeu o Capacete de Ouro, o Oscar do Automobilismo Brasileiro, promovido pela Revista Racing, na categoria Turismo.

A mudança para a Stock Car se tornou algo natural e já em sua primeira corrida, com 21 anos, liderou a prova. Durante dez anos, Marques permaneceu na categoria e, em três temporadas (2004, 2005 e 2006) primou pela regularidade e bom desempenho, dando junto com seu companheiro, o título de equipes para a Action Power. [2]</ref>

Em 2011, com o re-lançamento do Campeonato Brasileiro de Marcas e Pilotos, agora Copa Petrobras de Marcas, o paranaense com o objetivo de alcançar novos desafios foi o primeiro a acreditar na nova categoria, que conta com o apoio das montadoras e tem na disputa grandes nomes do automobilismo brasileiro. Na temporada de estreia, Thiago disputou o título com seis pódios, em oito rodadas. Em 2012, foi convidado para fazer parte da equipe oficial da Toyota e, a bordo do Corolla XRS, foi o maior vencedor de 2012, com três vitórias, cinco pódios, [2]conquistando também o resultado inédito de duas vitórias na mesma etapa.[3] No ano seguinte, Marques disputou pelo segundo ano consecutivo o Campeonato Brasileiro de Marcas pela RZ Motorsport e brigou diretamente pelo campeonato, estando apenas 18 pontos atrás do líder. O paranaense tem uma vitória, um segundo lugar e três terceiros lugares, em cinco etapas. Na temporada de 2014, Marques teve um ano difícil na categoria, voltando ao comando do Corolla, em 2015, pela RZ Motorsport, brigando mais uma vez pelo título da competição, onde subiu no pódio três vezes, com uma vitória, um segundo e um terceiro lugar.

Nesta temporada, Marques seguiu no time paranaense, apostando em um projeto, que teve como patrocinador master a RCHLO, formando a RZ RCHLO Racing e tendo como companheiros de equipe Luiz Razia[4] e Patrick Choate. O ano para o dono do carro #01 foi espetacular, fechando a temporada com duas vitórias, um segundo e dois terceiros lugares. [5] O ano de destaque o consagrou ainda com o segundo Capacete de Ouro - o Oscar do automobilismo brasileiro, promovido pela Revista Racing, onde a imprensa do segmento escolhe àqueles que foram destaque na temporada.

Além de piloto, Marques também é o promotor da Sprint Race, categoria idealizada em 2012 para preencher uma lacuna aos jovens pilotos, que saem do kart e optam por uma carreira de turismo no Brasil. [6]Também é colunista da Revista Racing [7] e do site Paraná Portal [8]

Referências

  1. Globo.com
  2. «Thiago Marques vence a primeira corrida do Brasileiro de Marcas no Velopark». PitLane. 23 de setembro de 2012 
  3. [1]
  4. «Luiz Razia». Wikipédia, a enciclopédia livre. 11 de julho de 2016 
  5. «Thiago Marques vence no Brasileiro de Marca | Carros e Corridas». www.carrosecorridas.com.br. Consultado em 22 de dezembro de 2016 
  6. «SPRINT RACE | Sprint Race». sprintrace.com.br. Consultado em 22 de dezembro de 2016 
  7. «Sprint Race Brasil revela campeões de 2016». www.motorpress.com.br. Consultado em 22 de dezembro de 2016 
  8. «Thiago Marques comenta a aposentadoria do campeão Nico Rosberg»