Abrir menu principal

Tito Numício Prisco

Tito Numício Prisco
Cônsul da República Romana
Consulado 469 a.C.

Tito Numício Prisco (em latim: Titus Numicius Priscus) foi um político da gente Numícia nos primeiros anos da República Romana eleito cônsul em 469 a.C. com Aulo Verginio Tricosto Celimontano.

BiografiaEditar

Tito Numício foi o único membro da gente plebeia Númicia a ser eleito cônsul em toda a história da Roma Antiga em 469 a.C., juntamente Aulo Verginio Tricosto Celimontano[1][2].

No início de seu mandato, os dois cônsules foram enviados pelo Senado para combaterem os équos e volscos, que haviam incendiado algumas fazendas perto de Roma[2].

Numício marchou contra Anzio (em latim: Antium), a principal cidade volsca, destruiu as instalações do pequeno porto de Cenone e trouxe de volta, como espólios de guerra, animais, escravos, mercadorias e vinte e dois navios de guerra[1].

Os sabinos se aproveitaram da campanha para marcharem até as portas de Roma; reunindo suas forças, os dois cônsules invadiram o território sabino como represália pelos raides, infligindo aos sabinos tantos danos quanto estes haviam infligido aos romanos[2].

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Dionísio, Antiguidades Romanas IX, 56.
  2. a b c Lívio, Ab Urbe Condita Libri II, 63.

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar