Tito Otacílio Crasso

Tito Otacílio Crasso (em latim: Titus Octacilius Crassus) foi um político da gente Otacília da República Romana eleito cônsul em 261 a.C. com Lúcio Valério Flaco. Provavelmente era irmão de Mânio Otacílio Crasso, cônsul em 263 a.C..

Tito Otacílio Crasso
Cônsul da República Romana
Consulado 261 a.C.

Consulado (261 a.C.)Editar

Foi eleito cônsul com Lúcio Valério Flaco em 261 a.C., o quarto ano da Primeira Guerra Púnica. Os dois cônsules comandaram as operações militares na Sicília contra os cartagineses, terminando as operações do cerco de Agrigento.[1] Não há outros episódios ou batalhas relatadas para o ano de seu consulado.

Ver tambémEditar

Cônsul da República Romana
 
Precedido por:
'Lúcio Postúmio Megelo

com Quinto Mamílio Vítulo

Lúcio Valério Flaco
261 a.C.

com Tito Otacílio Crasso

Sucedido por:
'Caio Duílio

com Cneu Cornélio Cipião Asina


Referências

  1. Políbio, Histórias, I, 20, 3-7.

BibliografiaEditar


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.