Tocha Humana

Disambig grey.svg Nota: Para o primeiro personagem com o nome, veja Tocha Humana (original).
Tocha Humana
Criado(a) por Stan Lee
Jack Kirby
Descrição ficcional
Codinomes conhecidos O Tocha, Homem-Invisível.
Outro(s) nome(s) Jonathan Lowell Spencer "Johnny" Storm
Terra Natal Long Island, Nova York
Espécie Humano mutado
Ocupação Estudante (inicialmente)
Ator (atualmente)
Afiliações Quarteto Fantástico
Vingadores
Força Fantástica
Fundação Futuro
Arautos de Galactus
Vingadores Secretos
Família Franklin Storm (pai morto), Mary Storm (mãe morta), Susan Storm Richards (Irmã), Reed Richards (cunhado), Franklin Richards (sobrinho), Valéria Richards (sobrinha)
Estado atual Ativo
Base de operações Edifício Baxter
Aparições
Primeira aparição Fantastic Four Vol.1 #1 (Novembro de 1961)
Editora(s) Marvel Comics

Tocha Humana (no original: Human Torch) é o codinome de Jonathan "Johnny" Storm, um super-herói de histórias em quadrinhos da Marvel Comics. Criado por Stan Lee e Jack Kirby em 1961 como parte do Quarteto Fantástico, é o segundo personagem da editora a usar o nome, depois de um androide introduzido na Era de Ouro. Assim como o anterior, o Tocha Humana gera fogo, podendo inflamar seu corpo inteiro, e também usar a energia para levantar voo. Johnny é irmão de Sue Storm, a Mulher Invisível, e subsequentemente cunhado do Senhor Fantástico Reed Richards.

Biografia ficcionalEditar

Apesar de geralmente ser chamado simplesmente de Johnny Storm, o nome real do Tocha Humana é Jonathan Lowell Spencer Storm.

Em consequência da exposição aos raios cósmicos que sofreu durante um voo espacial, Johnny adquiriu o poder de envolver seu corpo em chamas (ao usá-lo geralmente ele grita a frase "Flame on!" que no Brasil foi adaptada para "Em chamas!"). Com o corpo nesse estado ele é capaz de voar, disparar chamas e absorver energia do calor.

Os demais tripulantes do voo (sua irmã Susan, seu futuro cunhado Reed e seu amigo Ben) também ganharam poderes, e decidiram usar seus dons ao serviço da humanidade. Foi então que Johnny resolveu adotar o pseudônimo de Tocha Humana.

Como membro mais jovem do recém-formado Quarteto Fantástico, Johnny mostrava-se o mais impetuoso do grupo, com um comportamento às vezes fútil ou mesmo infantil. Muitas vezes isso se demonstra nas brincadeiras que faz, geralmente tendo o Coisa como vítima. As brigas entre os dois se acentuaram quando o Tocha começou a estrelar histórias solo (série iniciada na revista Strange Tales, outubro de 1962),[1] enfrentando sua própria galeria de vilões e tendo um romance com uma princesa da Quinta Dimensão. Stan Lee também gostava de mostrá-lo como uma celebridade, sempre cercado de belas garotas e carrões de todos os tipos. Isso irritava o Homem-Aranha, o adolescente pobre, e a rivalidade entre os heróis adolescentes foi explorada por Lee durante algum tempo.

A fase solo durou pouco (talvez Lee tenha notado que os leitores se identificavam mais com o Aranha do que com o Tocha) e logo o herói flamejante voltaria a aparecer apenas nas aventuras do Quarteto Fantástico. Teve um romance com Cristalys, que acabou não dando certo, o que lhe acentuou a rebeldia.

Seu comportamento começou a melhorar quando já na década de 80 se apaixonou por Alicia Masters (ex-namorada do Coisa), com quem acabou se casando. Isto tornou a convivência com o Coisa quase impossível. A solução foi o Tocha descobrir que ela não era a verdadeira Alicia, mas uma impostora Skrull chamada Lyja.

Amizade com o Homem-AranhaEditar

A amizade do Tocha com o Homem Aranha, deve-se a ambos se conhecerem desde o início das respectivas carreiras. O Homem-Aranha se encontrou com o Quarteto Fantástico já no primeiro número de sua própria revista e até tentou fazer parte dele, querendo ganhar um alto salário. Mas foi rejeitado justamente por isso.

Ainda nas primeiras histórias do Aranha, devido a uma briga iniciada por um herói aracnídeo ainda imaturo, iniciou-se uma longa inimizade entre Johnny Storm e o Homem-Aranha, que se findou anos depois, quando os dois já se entendiam como amigos.

Em 1972, os dois heróis apareceram no número 1 (um) da revista americana Marvel Team-Up, que mostrava sempre uma história com uma dupla de heróis. A história foi "Uma noite de Natal com o Homem Areia (BR)".[carece de fontes?] O Aranha e o Tocha se alternavam no início da publicação, sempre com a companhia de algum outro herói. Mas logo a revista se tornaria mais um título de aventuras do Aranha, embora continuasse com a ideia das duplas.

Nessa época o Tocha Humana mudaria durante um certo tempo a cor de seu uniforme, que deixou de ser azul e passou para o vermelho, ficando parecido com o do Tocha Humana Original.[2]

Poderes e habilidadesEditar

Johnny pode simplesmente pegar fogo usando algumas palavras ("Em chamas" ou "Flame On"). Também pode soltar algumas bolas de fogo, que se acertada pode fazer muitos danos, também pode voar a velocidade supersônica quando cobre seu corpo com plasma flamejante (se incendeia), Johnny também é capaz de apagar grandes incêndios, apenas absorvendo o fogo do local incendiado.

O nível mais alto de poder do Tocha Humana é a chamada Supernova, que geralmente é liberada em todos as direções e com temperatura muito maior que a do sol. Qualquer temperatura menor do que esta não é, portanto, capaz de queimá-lo. O Tocha Humana pode também projetar feixes de Supernova como uma arma ofensiva, mas apenas por períodos de tempo muito breves antes de sua energia se extinguir.

Em outras mídiasEditar

 
O ator Chris Evans interpretou o personagem no filme Quarteto Fantástico, de 2005 .

Desenhos AnimadosEditar

O Tocha Humana aparece na primeira série animada do grupo, lançada em 1967, pela Hanna-Barbera.

Na série de desenhos animados de 1978 da DePatie-Freleng Enterprises, não aparecia o Tocha Humana, e o quarto integrante da equipe era um robô chamado H.E.R.B.I.E. Acreditava-se que o motivo disso era o temor dos produtores de que crianças que assistissem ao desenho incendiassem a si próprias. A verdade é que a licença para o uso da imagem do Tocha Humana era vendida separadamente e não foi comprada.

Depois disso, Tocha Humana foi parte do Quarteto na série de 1994 e em Fantastic Four: Earth's Mightiest Heroes.

FilmesEditar

No filme nunca lançado de 1994, Johnny foi interpretado por Jay Underwood.

Em 2005 e 2007 o personagem foi interpretado por Chris Evans (atualmente estrela dos filmes do Capitão América) nos filmes Quarteto Fantástico e sua continuação Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado.

Em 2015, a franquia teve um reboot onde Michael B. Jordan interpretou o novo Tocha Humana.

VideogamesEditar

Em Marvel Ultimate Alliance, Tocha Humana é jogável em todas as plataformas, e retorna nas continuações Marvel Ultimate Aliance 2 e Marvel Ultimate Alliance 3: The Black Order. Também está presente no jogo do Quarteto Fantástico para Playstation e a adaptação para jogos dos filmes de 2005 e 2007. Tocha Humana é jogável em muitos jogos da Marvel, como Marvel Future Fight, Marvel Puzzle Quest, Marvel: Avengers Alliance, Lego Marvel Super Heroes e Marvel Heroes.

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar