Todo Mundo Tem Problemas Sexuais

filme de 2008 dirigido por Domingos de Oliveira

Todo Mundo Tem Problemas Sexuais é uma peça de 2008, dirigido por Domingos de Oliveira.[1] Uma comédia do diretor que ocupou o DirecTV Music Hall, em Moema, por três noites.

Todo Mundo Tem Problemas Sexuais
 Brasil
2008 •  cor •  80 min 
Direção Domingos de Oliveira
Produção Renata Paschoal
Elenco Cláudia Abreu
Pedro Cardoso
Priscilla Rozenbaum
Lançamento 2008
Idioma Não disponível

"É minha estréia no espetáculo, não a estréia do espetáculo",

Maria Paula Fidalgo flerta cada vez mais com o teatro.

Uma comédia do diretor Domingos Oliveira que ocupou o DirecTV Music Hall, em Moema, por três noites.

Maria Paula Fidalgo disse sobre a peça: "É minha estréia no espetáculo, não a estréia do espetáculo", avisa aos amigos. A comédia é apresentada desde 2000, com algumas mudanças no elenco.[1]

Maria Paula, na época com 32, se desdobra em vários personagens, como a "loira gostosona" que assanha o colega atrás do balcão de uma farmácia ou a quarentona católica fervorosa atentada pelo chefe.

São seis quadros, seis histórias extraídas da coluna que o psicanalista Alberto Goldin assina no jornal "O Globo". Os títulos de cada uma dão a medida dos embates e deleites amorosos: "Sedução", "Fidelidade", "Impotência", "Perversão", "Desejo" e "Preferências Sexuais".

Goldin costurou o texto a quatro mãos com Domingos de Oliveira, que já se mostrou um expert em relacionamentos no cinema ("Todas as Mulheres do Mundo", "Separações" etc.).

As cenas são protagonizadas sempre por um homem e uma mulher, não necessariamente heterossexuais. Um segundo casal, amantes-conselheiros, pontuam os ditos problemas sexuais ou a ausência deles.

O elenco, além de Maria Paula, é formado por: Priscila Rozenbaum, Ludmila Rosa, Orã Figueiredo e Ricardo Kosovski.[2]


Referências

  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.