Abrir menu principal
Toyota Fielder
A única diferença visível entre o Corolla e o Fielder é a traseira.
Visão Geral
Produção 2004 — 2008 (Brasil)
2000 — presente (Japão)
Fabricante Toyota
Montagem Indaiatuba, São Paulo
Modelo
Carroceria Station Wagon (5 portas)
Ficha técnica
Motor Flex 1ZZ-FE 1.8 VVT-i (2007-08)
Gasolina 1ZZ-FE 1.8 VVT-i (2004-08)
Potência 136 cv a 6.000 rpm
Torque 17,5 kgf a 4.200 rpm
Plataforma Toyota Corolla
Transmissão 5 vel. (manual)
4 vel. (automático)
Layout Motor dianteiro, tração dianteira
Modelos relacionados Renault Mégane Grand Tour
Peugeot 307 SW
Dimensões
Comprimento 4.455 mm
Entre-eixos 2.600 mm
Largura 1.705 mm
Altura 1.530 mm
Altura livre do solo 170 mm
Peso 1.185 kg (manual)
1.250 kg (automático)
Tanque 55 l

Fielder é a versão perua do sedan Corolla.

América LatinaEditar

O Fielder da América Latina é ligeiramente diferente dos outros mercados. É o único no mundo a adotar a frente e o conjunto óptico igual ao do Corolla americano.[1] É baseado no Corolla de nona geração. Foi produzido de 2004 a 2008 na fábrica da Toyota em Indaiatuba e foi exportado para alguns países da América Latina, principalmente a Argentina.[2]

Disponível em transmissão manual de cinco velocidades ou automática de quatro, o motor 1.8 1ZZ-FE VVT-i de 136 cv do Corolla era o único disponível no Fielder. Foi vendido nas versões XEi, SE-G, e S.

Deixou de ser fabricada em julho de 2008, por conta da queda nas vendas e, principalmente, porque atrapalhava o ritmo de produção do Corolla, bem mais procurado no mercado.[3]

Ficha técnicaEditar

Motor: Transversal, 4 cilindros em linha, 16 válvulas (4 por cilindro), 1794 cc. Duplo comando variável de válvulas no cabeçote, injeção multiponto sequencial; compressão de 10:1.[1]

Câmbio: Manual de 5 ou automático de 4 velocidades. Tração dianteira.[1]

Freios: Dianteiros a disco ventilado; traseiros a disco. Freios ABS.[1]

Direção: Hidráulica; pinhão e cremalheira.[1]

Rodas: 195/60, R15.[1]

Porta-malas: 411 litros.

ProduçãoEditar

Ano Produção (gasolina) Produção (flex) Total
2004 4.697 - 4.697
2005 8.479 - 8.479
2006 9.956 - 9.956
2007 3.978 5.162 9.140
2008 1.954 882 2.836
Total 29.064 6.044 35.108

Outros mercadosEditar

Além do Brasil, o Fielder é produzido no Japão e na Turquia.[1] O Fielder japonês continuou a ser produzido após a nona geração do Corolla, chegando a sua atual décima primeira geração.[4] É relativamente mais curto que o brasileiro, com uma frente menor, igual à do Corolla asiático. O Fielder japonês é uma versão SW do Axio, que por sua vez é baseado no Corolla (incluindo motorização).[5]

Em 10 de outubro de 2006, foi lançada no Japão a décima geração do Fielder que contava com versões equipadas com transmissão continuamente variável (Câmbio CVT).[6]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d e f g «Avaliação do Fielder». Best Cars. Consultado em 6 de julho de 2016 
  2. «Toyota lança Corolla Fielder e prevê mais investimentos». Estadão - Geral. 4 de maio de 2004. Consultado em 6 de julho de 2016 
  3. «Toyota encerra a produção da perua Fielder – Foco será o Novo Corolla». UOL. Car Place. 12 de setembro de 2008. Consultado em 6 de julho de 2016 
  4. «Nova Corolla Fielder é apresentada para o mercado nipônico». Notícias Automotivas. 31 de março de 2015. Consultado em 6 de julho de 2016 
  5. «Avaliação do Toyota Corolla Fielder». Notícias Automotivas. 17 de novembro de 2011. Consultado em 6 de julho de 2016 
  6. Toyota Launches Completely Redesigned Corolla Sedan and Corolla Fielder, em inglês, acesso em 13 de dezembro de 2013.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Toyota Fielder
  Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.