Abrir menu principal

Transamérica Hits

Rede de rádio brasileira
Transamérica Hits
{{{alt}}}
Transamérica Produções Ltda.
País Brasil
Sede São Paulo, SP
Slogan A sua rádio onde você estiver
Fundação 5 de junho de 2000 (19 anos)
Fundador Aloysio de Faria
Pertence a Conglomerado Alfa
Proprietário(s) Aloysio de Faria
Formato Rede de rádio comercial
Gênero Entretenimento e Música
Idioma Português
Emissoras irmãs Transamérica Pop
Página oficial radiotransamerica.com.br/hits/rede

Transamérica Hits é uma rede de rádios brasileira com sede no município de São Paulo, capital do estado homônimo. Vertente da Rede Transamérica, rede de emissoras controladas pelo Conglomerado Alfa, foi lançada em 5 de junho de 2000 e é dirigida ao segmento popular, com faixas etárias mais abrangentes. Tem uma programação mais eclética, composta por grandes sucessos nacionais como sertanejo, pagode, samba e funk.

HistóriaEditar

No final da década de 1990, período em que o segmento popular voltado a classes mais baixas estava em alta no dial FM, a Rede Transamérica (até então uma emissora essencialmente voltada ao público jovem que consumia músicas pop) estudou uma estratégia de crescimento em virtude da perda de afiliados para este segmento. Somente a partir de 1999, a rede começa a divisão das emissoras por segmentos com o lançamento da Transamérica Light, voltada ao público do segmento adulto-contemporâneo. Em 5 de junho de 2000, é lançado no satélite o sinal da Transamérica Hits, a vertente de formato popular.[1]

Em pouco tempo, a Transamérica Hits ganhou diversas afiliadas pelo país, tomando afiliadas do formato jovem (que com a divisão passou a se chamar Transamérica Pop).[2][3] Em 1.º de abril de 2002, a filial de Belo Horizonte passa a aderir ao formato Hits, sendo a única emissora própria no segmento popular.[4] Diferente da Transamérica Pop, a portadora Hits prioriza em sua expansão pequenas e médias cidades do interior. Por conta disso, se tornou a maior vertente da Rede Transamérica e também a maior rede de rádios FM do país, contabilizando em 2016 a marca de 55 afiliadas concentradas em estados como São Paulo, Minas Gerais, Rondônia, Paraná, Santa Catarina, Bahia e Rio Grande do Sul.[5]

A partir de julho de 2019, a Rede Transamérica iniciou um processo de mudança em suas vertentes, passando a transmitir programação conjunta entre as portadoras Hits e Pop (entre 23h e 4h da manhã) com programação musical pop/rock, extinguindo o tradicional Clube da Insônia.[6] Confirmando um lançamento de uma nova fase em sua programação, a Transamérica dispensou no dia 12 de julho os locutores Gislaine Martins (Gerente Artística e coordenadora das portadoras Hits e Pop) e Ricardo Sam (Coordenador Artístico), que trabalhavam na emissora desde 1997.[7] Posteriormente, anunciou Luiz Augusto Alper como coordenador artístico da nova programação[8] e a adoção de formato definido como "jovem adulto contemporâneo", que segundo a rede tem crescido nos últimos anos.[9]

No dia 22 de julho, a Transamérica confirmou o início da unificação das portadoras Hits e Pop de forma gradativa, retornando a forma de trabalho realizada antes da divisão em portadoras. Também foi confirmada que a nova programação musical será composta de sucessos do rock e pop (nacionais e internacionais), com objetivo atingir e atrair o público que está na faixa entre 25 e 49 anos. O comunicado cita que a unificação e adaptação das emissoras não será de forma abrupta, respeitando "os compromissos comerciais e artísticos assumidos individualmente, por parte das emissoras afiliadas" e que as afiliadas terão prazo máximo de 150 dias, contando a partir de 1.º de agosto.[10] No mesmo dia em que o comunicado foi emitido, a rede também acabou com os programas Transalouca, Conectados, Sarcófago e Ti Ti Ti, este último um dos principais da Transamérica Hits.[11]

Em 5 de agosto, iniciou-se oficialmente os trabalhos da nova Rede Transamérica, onde passou a perder afiliadas para a programação Pop. A Transamérica Hits de Belo Horizonte foi a primeira a aderir ao formato, retornando ao seu segmento original.[12] Na mesma semana, outras três emissoras da portadora também aderiram ao novo formato.[13]

ProgramasEditar

A Transamérica Hits é uma rádio de formato popular, com ênfase em ritmos como sertanejo, pagode, samba e funk. Tal qual a rede Pop, a emissora segue um misto entre programas musicais e programas falados além de versões adaptadas de programas da vertente Pop.[5]

Se destacam na história da rede os programas Ti Ti Ti (no ar até 2019, que teve Márcia Mayumi como apresentadora de destaque), Sarcófago, Clube da Insônia, Love Hits, Estúdio Ao Vivo, Sofazão de Couro, Conectados, dentre outros.[5]

Atuais
  • Adrenalina
  • Top Hits
  • Bom Dia Transamérica
Extintos
  • Transnotícias (transmitido para todas as portadoras da Rede Transamérica)
  • Memória Transamérica
  • Sofazão de Couro
  • Estúdio Ao Vivo
  • Rodeio
  • Love Hits
  • Festa Transamérica
  • SuperTransa
  • Love Touch
  • Transpiração
  • Clube da Insônia
  • Amor Por Impulso
  • Game Hits
  • Toca Tudo
  • Ligue Sucesso
  • Transfolia
  • Bônus
  • Alô Hits
  • Sarcófago
  • Interferência
  • Transa 3
  • Pagode Transamérica
  • Ti Ti Ti
  • Conectados

LocutoresEditar

AtuaisEditar

  • Diego Luiz
  • Cido Gamero
  • Márcio Melo
  • Breno

AntigosEditar

  • Márcia Mayumi (Hoje na Ótima FM)
  • Rafael Lima
  • Yves Resende
  • Monica Leão
  • Fábio Cardoso
  • Marcio Cruz
  • Juliana Molino
  • Ricardo Beep
  • Leandro Ribeiro
  • Luiz Torquato
  • Wilson Gomes
  • DJ Celsinho Double C
  • Ronaldo Resende

Ver tambémEditar

Referências

  1. Daniel Castro (9 de junho de 2000). «Jovem Pan e Transamérica lançam canais». Folha de S.Paulo. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  2. «Rádio Transamérica Hits muda coordenador artístico». Folha Online. 21 de fevereiro de 2006. Consultado em 23 de janeiro de 2017 
  3. Magaly Prado (25 de agosto de 2001). «Scalla FM fora do ar aborrece ouvintes». Folha de S.Paulo. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  4. Nair Prata (2009). «Panorama do rádio em Belo Horizonte» (PDF). 7.º Encontro Nacional de História da Mídia. Fortaleza. Consultado em 3 de abril de 2019 
  5. a b c «Transamérica hits é considerada a maior rede de fms do país». Portal Sucesso. 4 de dezembro de 2016. Consultado em 15 de agosto de 2019 
  6. Daniel Starck (4 de julho de 2019). «Transamérica unifica grade de programação das portadoras Pop e Hits a partir das 23h». Tudo Rádio. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  7. Carlos Massaro (12 de julho de 2019). «Ricardo Sam e Gislaine Martins deixam a equipe da Transamérica em São Paulo». Tudo Rádio. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  8. Daniel Starck (15 de julho de 2019). «Luiz Augusto Alper assume a direção artística da Rede Transamérica a partir da próxima quarta-feira (17)». Tudo Rádio. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  9. Daniel Starck (16 de julho de 2019). «Transamérica confirma Pedro Trucão, alinhamento de sua grade musical e mudanças na grade». Tudo Rádio. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  10. Daniel Starck (23 de julho de 2019). «Em comunicado, Transamérica confirma unificação gradativa das portadoras Pop e Hits». Tudo Rádio. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  11. Amanda Schnaider (31 de julho de 2019). «Rede Transamérica unifica programação nacional». Meio&Mensagem. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  12. Daniel Starck (5 de agosto de 2019). «Transamérica altera nesta segunda-feira (5) o formato de sua emissora em Belo Horizonte». Tudo Rádio. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  13. Carlos Massaro (6 de agosto de 2019). «Curiosidade: Além de Belo Horizonte, três afiliadas da Transamérica já antecipam transição de formato». Tudo Rádio. Consultado em 15 de agosto de 2019 

Ligações externasEditar