Tranvia de Mendoza

O Metrotranvía de Mendoza é um sistema de elétrico que opera em 4 distritos da Grande Mendoza, na Argentina. É operado pela Empresa Provincial de Transporte de Mendoza (EPTM).

Metrotranvía de Mendoza
Una de las unidades del Metrotranvía Mendoza. Tanto ésta como las restantes fueron compradas a la ciudad de San Diego, California..JPG
Uma das composições que operam no sistema.
Informações
Proprietário Escudo de Mendoza.svg Gobierno de Mendoza
Local Bandera de la Provincia de Mendoza.svg Grande Mendoza, Província de Mendoza
País  Argentina
Tipo de transporte Estação de VLT Elétrico
Número de linhas 1
Número de paradas 15 (4 estações + 11 paradores)
Tráfego anual 13 milhões[1]
Website [1]
Funcionamento
Início de funcionamento 28 de fevereiro de 2012 (10 anos)[2]
Operadora(s) Empresa Provincial de Transporte de Mendoza (EPTM)
Número de veículos 11
Dados técnicos
Extensão do sistema 12,5 km
Bitola Bitola padrão (1435 mm)
Eletrificação Catenária (1500Vcc)

É composto atualmente por uma única linha em operação, a Linha Verde, que possui 15 paradas (4 estações e 11 paradores) e 12,5 km de extensão. O sistema entrou em operação no dia 28 de fevereiro de 2012.[2]

Atualmente, atende os seguintes distritos: General Gutiérrez, Godoy Cruz, Luzuriaga e Mendoza. O sistema transporta uma média de 13 milhões de passageiros por ano.[1]

LinhasEditar

O sistema é composto por uma única linha em operação, a Linha Verde. A linha é identificada pela cor verde. Foi inaugurada em 2012, possuindo hoje 15 paradas e 12,5 km de extensão.[3]

A tabela abaixo lista o nome, a cor distintiva, as estações terminais, o ano de inauguração, a extensão e o número de paradas da linha em operação:

Linha Cor Terminais Ano de inauguração Extensão N.º de paradas
  Verde MendozaGutiérrez 2012 12,5 km 15

ParadasEditar

O sistema é composto por 15 paradas em operação, sendo 4 estações e 11 paradores,[4] das quais todas são superficiais. As paradas que estão em operação são listadas a seguir:

 
Linha Verde

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Pópolo, Bárbara (5 de maio de 2016). «Vuelve la polémica por la cantidad de empleados de la EPTM» (em espanhol). MDZ Online. Consultado em 18 de julho de 2017. Arquivado do original em 31 de julho de 2017 
  2. a b Sturniolo, Leandro (28 de fevereiro de 2012). «Metrotranvía: se hace ver, pero recién operará en tres meses» (em espanhol). Los Andes Diario. Consultado em 18 de julho de 2017. Arquivado do original em 30 de julho de 2017 
  3. «UrbanRail.Net > South America > Argentina > Mendoza Metrotranvía Light Rail» (em inglês). UrbanRail.Net. Consultado em 20 de julho de 2017 
  4. Gajardo, Edwards (5 de junho de 2011). «Multimedia: conocé las estaciones y paradores del Metrotranvía de Mendoza» (em espanhol). MDZ Online. Consultado em 19 de julho de 2017. Arquivado do original em 31 de julho de 2017 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Tranvia de Mendoza