Tratado de Lausanne (1912)

Disambig grey.svg Nota: Para o tratado assinado em 1923, veja Tratado de Lausanne.

O Tratado de Lausanne ou Lausana, assinado em 18 de outubro de 1912, também chamado de Tratado de Ouchy foi um tratado de paz entre o Reino da Itália e o Império Otomano após a vitória da Itália na Guerra Ítalo-Turca, pelo qual os turcos cederam a Tripolitânia e a Cirenaica para a Itália, porém mantendo uma soberania religiosa sobre a população muçulmana da área.

Delegações turcas e italianas em Lausanne. Da esquerda para a direita (sentados): Pietro Bertolini, Mehmet Nabi Bey, Guido Fusinato, Rumbeyoglu Fahreddin, e Giuseppe Volpi

Os turcos foram "forçados" a assinar a paz quando a Itália tomou posse das ilhas do Dodecaneso. Os territórios submetidos pela Itália foram então denominados com o nome usado pelos antigos romanos, Líbia.

Os diplomatas italianos decidiram tirar proveito da situação de fraqueza do Império Otomano para obter um acordo de paz favorável; assim assinaram um tratado em Ouchy perto de Lausanne (o Primeiro Tratado de Lausanne).[1][2] As principais disposições do tratado, muitas vezes também chamado de Tratado de Ouchy para distingui-lo do Tratado de Lausanne de 1923, foram as seguintes:[3]

  • Os otomanos iriam retirar todos as forças militares dos vilaietes de Trablus e Benghazi (Líbia), mas em troca, a Itália retornaria Rodes e 12 ilhas nas proximidades do Mar Egeu para os turcos.
  • Os Vilaietes de Trablus e Benghazi teriam um estatuto especial e um naib (regente) e um cádi (juiz) irá representar o Califa.
  • Antes da nomeação desses kadis e naibs, os otomanos iriam consultar o governo italiano.
  • O governo otomano será responsável pelas despesas desses kadis e naibs.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Treaty of Peace Between Italy and Turkey The American Journal of International Law, Vol. 7, No. 1, Supplement: Official Documents (Jan., 1913), pp. 58–62 doi:10.2307/2212446
  2. «Treaty of Lausanne, October, 1912». Mount Holyoke College, Program in International Relations 
  3. «Uşi (Ouchy) Antlaşması» [Treaty of Ouchy] (em Turkish). Bildirmem.com. 31 de maio de 2009. Consultado em 24 de agosto de 2010. Arquivado do original em 3 de setembro de 2010 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um conflito armado é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.