Tribunal na TV

Tribunal na TV
Informação geral
Formato programa jornalístico
Duração 60 minutos
Criador(es) Marcelo Rezende
Eduardo Cesar Leite
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Felipe Rigueiro
Angelo Ribeiro
Produtor(es) Alessandro Carvalho (executivo)
Apresentador(es) Marcelo Rezende
João Bourbonnais
(a partir de outubro de 2010)
Narrador(es) João Bourbonnais
Elenco Diversos. Juan Martin, Alexandre Di Monaco
Exibição
Emissora original Brasil Rede Bandeirantes
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 7 de maio de 2010 - 25 de fevereiro de 2011
Temporadas 1
Cronologia
Programas relacionados Linha Direta

Tribunal na TV foi um programa de jornalismo investigativo brasileiro produzido e exibido pela Rede Bandeirantes, criado pelo jornalista Marcelo Rezende e baseado no livro 500 melhores júris que fiz de Eduardo Cesar Leite[1].

SinopseEditar

O programa selecionou os crimes mais polêmicos e famosos já julgados no Brasil os mostrou sob vários pontos de vista. No Tribunal na TV, a história era detalhada, desde o momento da transgressão até a absolvição - ou condenação - dos réus. Nas reconstituições dos crimes o programa usava como principal recurso a união entre dramaturgia e jornalismo. Para isso, contava com uma criteriosa pesquisa dos fatos reais, indo além da simples narração.

Os trabalhos de investigações da polícia também foram cuidadosamente analisados para detectar possíveis falhas, negligências ou conivência. No tribunal, vimos quais foram argumentos e estratégias dos promotores e da defesa. O disseram as testemunhas e quais provas foram determinantes para o veredicto. Um panorama completo com verdades e mentiras, erros e acertos de todo processo criminal até seu desfecho.[2]

Saída do arEditar

Em 2 de fevereiro de 2011, foi anunciado que o programa não teria nova temporada e sua última exibição foi em 25 de fevereiro do mesmo ano.

ApresentadorEditar

Ex-apresentador

Marcelo Rezende (2010)

Atores participantes

Alexandre Di Monaco

Juan Martin

Outros

Referências