UCI Africa Tour de 2019

2018 << UCI Africa Tour de 2019 >> 2020
Geral
Deporte Ciclismo de Estrada
Organizador UCI
Edição 15.ª
Válida para África
Data 26 de outubro de 2018 - 20 de outubro de 2019
Participantes com direito a pontuação Equipas Profissionais Continentais e Equipas Continentais
Participantes sem direito a pontuação Equipas UCI World Team
Outros participantes Selecçẽs nacionais, selecções regionais, equipas mistas e equipas amadoras (só pontuam os corredores)
Carreiras 19
Hierarquia
Hierarquia Circuito continental
Nível Superior UCI World Tour de 2019
Nível Inferior Circuitos nacionais
Palmarés
Individual África do Sul Daryl Impey
Equipas África do Sul ProTouch
Países África do Sul
Países
sub-23
Eritreia

O UCI Africa Tour de 2019 foi a décima quinta edição do calendário ciclístico internacional africano. Iniciou-se a 26 de outubro de 2018 com o Tour de Faso e finalizou a 20 de outubro de 2019 em Camarões, com o Grande Prêmio de Chantal Biya.

Equipas editar

As equipas que podiam participar nas diferentes carreiras dependiam da categoria das mesmas. A maior nível de uma carreira podiam participar equipas a mais nível. As equipas UCI World Team, só podiam participar das carreiras .1 mas tinham cota limitada para competir.

Categoria Equipas
.1 1.1 (Carreira de um dia) • ProTeam (max 50%)
• Profissionais Continentais
• Continentais
• Selecções nacionais
2.1 (Carreira de vários dias)
.2 1.2 (Carreira de um dia) • Profissionais Continentais
• Continentais
• Selecções nacionais
• Selecções regionais
• Amadoras

Calendário editar

As seguintes são as carreiras que compuseram o calendário UCI Africa Tour aprovado pela UCI.[1]

  UCI Africa Tour de 2019
DataPaísCorridaVencedor
26 out. – 4 nov.  Burkina FasoTour de Faso  Mathias Sorgho
22 nov.  EritreiaAfrica Cup I.T.T.  Sirak Tesfom
25 nov.  EritreiaAfrica Cup R.R.  Sirak Tesfom
21 – 27 jan.  GabãoTropicale Amissa Bongo  Niccolò Bonifazio[2]
24 fev. – 3 mar.  RuandaTour du Rwanda  Merhawi Kudus
4 – 8 mar.  África do SulTour of Good Hope  Marc Pritzen
22 – 26 mar.  EgitoTour do Egipto  Polychrónis Tzortzákis
5 – 14 abr.  MarrocosVolta a Marrocos  Laurent Évrard
5 mai.  África do Sul100 Cycle Challenge  Jayde Julius
15 – 18 mai.  África do SulTour de Limpopo  Samuele Battistella
1 – 9 jun.  CamarõesTour du Cameroun  Radoslav Konstantinov
17 jun.  MarrocosLes Challenges de la Marche Verte-GP Sakia El Hamra  Hermann Keller
19 jun.  MarrocosLes Challenges de la Marche Verte-GP Oued Eddahab  Jason Oosthuizen
20 jun.  MarrocosLes Challenges de la Marche Verte-GP Al Massira  Gustav Basson
22 – 24 jun.  MarrocosChallenge International du Sahara Marocain 2019  Gustav Basson
22 jul.  MarrocosChallenge du Prince-Trophée Princier  Jayde Julius
24 jul.  MarrocosChallenge du Prince-Trophée de l'Anniversaire  Youcef Reguigui
25 jul.  MarrocosChallenge du Prince-Trophée de la Maison Royale  Youcef Reguigui
17 – 20 out.  CamarõesGrand Prix Chantal Biya  Azzedine Lagab

Classificações finais editar

As classificações finais foram as seguintes:[3][4]

Individual editar

Integraram-na todos os ciclistas africanos que conseguiram pontos podendo pertencer tanto a equipas amadors como profissionais.

Posição Corredor Equipa Pontos
1.º   Daryl Impey Mitchelton-Scott 1399
2.º   Youcef Reguigui Terengganu Inc-TSG 921
3.º   Ryan Gibbons Dimension Data 812
4.º   Merhawi Kudus Astana 636
5.º   Sirak Tesfom Bike Aid 438,5
6.º   Azzedine Lagab VIB Sports 332
7.º   Reinardt Janse Van Rensburg Dimension Data 329
8.º   Mekseb Debesay Bike Aid 312,5
9.º   Natnael Berhane Cofidis, Solutions Crédits 298
10.º   Stefan de Bod Dimension Data 248,67

Equipas editar

A partir de 2019 e devido a mudanças regulamentares, só as equipas profissionais do continente, excetuando os de categoria UCI Pro Team, entraram nesta classificação. Se confeciona com a somatória de pontos que obtinha uma equipa com os 10 corredores que mais pontos tinham obtido, independentemente do continente no que o ciclista os tinha conseguido.

Posição Equipa Pontos
1.º   ProTouch 766
2.º   Sovac 497,66
3.º   Benediction Excel Energy 308,75
4.º   TEG 280
5.º   Guerciotti-Kiwi Atlântico 114
6.º   BAI Sicasal Petro de Luanda 60

Países editar

Se confeccionó mediante os pontos dos 8 melhores ciclistas de um país, não só os que conseguiram neste Circuito Continental, sina também os conseguidos em todos os circuitos. E inclusive se um corredor de um país deste circuito, só conseguiu pontos em outro circuito (Europa, Ásia, America, Oceania), seus pontos iam a esta classificação. Ao igual que na classificação individual, os ciclistas podiam pertencer tanto a equipas amadors como profissionais.

Posição País Pontos
1.º   África do Sul 3504,67
2.°   Eritreia 2570,5
3.º   Argélia 2019,33
4.º   Marrocos 902
5.º   Ruanda 809

Países sub-23 editar

Posição País Pontos
1.º   Eritreia 1159,5
2.º   Marrocos 704
3.º   Ruanda 523,75
4.º   Argélia 356,98
5.º   África do Sul 262

Evolução das classificações editar

Data Classificação individual
Classificação por equipas
Classificação por países
Classificação por países sub-23
31 de janeiro Daryl Impey Sovac África do Sul Eritréia
28 de fevereiro
31 de março Benediction Excel Energy
30 de abril
31 de maio
30 de junho ProTouch
31 de julho
31 de agosto
30 de setembro
22 de outubro
Final Daryl Impey ProTouch África do Sul Eritréia

Ver também editar

Referências editar

Ligações externas editar