O cúbito[1] (português europeu) ou a ulna (português brasileiro) é um dos ossos que formam o antebraço, sendo o maior deles. É classificado como um osso longo e sua parte proximal é similar a uma chave inglesa. Também é conhecido como o osso do cotovelo. O cúbito é o osso medial do antebraço (na posição anatómica) em relação ao osso rádio.

Cúbito
Membro superior
Carpus.png

O cúbito é o nº2
Recursos externos
Gray's subject #52 214
MeSH A02.835.232.087.090.850
Dorlands/Elsevier u_01/12835497

Os seus principais acidentes ósseos são:

Parte proximal:

  • Olecrano (onde o tríceps insere, vulgo "cotovelo")[2];
  • Incisura troclear;
  • Processo coronóide;
  • Incisura radial (lateral ao processo coronóide, onde a cabeça do rádio articula-se);
  • Tuberosidade cuboidal (imediatamente inferior ao processo coronóide).

Parte distal:

  • Cabeça (a bolinha que é facilmente visível quando o antebraço está pronado);
  • Processo estilóide (menor que o do rádio, porém ainda visível quando há supinação).

ArticulaçõesEditar

O cúbito está articulado com:

Imagens adicionaisEditar

Referências

  1. Infopédia. «cúbito | Definição ou significado de cúbito no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 16 de outubro de 2021 
  2. Infopédia. «olecrano | Definição ou significado de olecrano no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 16 de outubro de 2021 
  Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.