Abrir menu principal

A União dos Interesses Económicos (UIE) foi um partido político criado em finais da I República Portuguesa, com o objectivo de zelar pelos interesses dos empresários especialmente no sector do tabaco, que o Estado pretendia, lançando elevadas taxas para o tabaco importado, proteger para o grupo Burnay.[1]

Concorreu apenas nas últimas eleições da I República, em 1925, conseguindo 3,7% dos votos.

Referências

  1. Villalobos, Luís (10 de setembro de 2015). «O imposto que ajudou à união dos patrões e à queda da República». Público. Consultado em 10 de setembro de 2015. E contestava-se o novo acordo com a Companhia dos Tabacos (ligada do grupo Burnay), que fazia subir as taxas de importação de tabaco estrangeiro. 
  Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.