Usuário(a) Discussão:Amorim Parga/Arquivo1

Discussões ativas

Esta página reúne as mensagens postadas na minha página de discussão desde que comecei a editar a Wikipédia, em janeiro de 2004, até agosto do mesmo ano.

Comentários mais antigos

Muito boa sua página, Amorim Parga. Muito interessante sua visão de coisas bizarras que também não concordo, como: porque não ter o 30 de fevereiro?? ...E por aí vai...Um dia terei minha página também, aí farei o mundo ver minhas teorias....Jairo G. Silva

Olá Amorim,

Sim, coloquei stub, porque sei que tem mais coisas a serem colocadas, estamos trabalhando em conjunto. Jurema Oliveira 4:22 27 Jun 2004

Desculpe Amorim, só agora percebi que não tinha feito login.

Subdivisões

Olá Amorim, por que eliminaste os links para as páginas "subdivisões de..." na página município? Eu penso que fica bem mais adequado ter a ligação com uma página sobre a divisão política do país em vez de um link para o país em geral. Está dentro do tema e quem se interessa por municípios em geral vai querer saber mais sobre as subdivisões do país determinado, clicando no link. Abraço, --Ovídio 17:13, 8 Jul 2004 (UTC)

É mesmo, rapaz... na verdade, é uma história meio longa de erros e más interpretações. Quem criou todas (a maioria) das páginas de países incluiu um link "(Subdivisões) do Brasil" (por exemplo). Acredito que quem fez isso assumiu que quem escrevesse o artigo "Brasil" substituiria "(Subdivisões)" por "Estados", e da mesma forma para quaisquer nomes que tenham as divisões subnacionais dos demais países. Mas acho que isso não incluiria as divisões locais (no caso, os municípios); estas merecem um link próprio ("divisões locais do Brasil", p. ex.;) na página "Estados do Brasil" ou na seção em questão da página "Brasil".

Não sei se fui claro o bastante (são três da manhã) mas vou resumir, talvez puxando um pouco a brasa para minha sardinha. As páginas que tem que existir são as seguintes:

  • Uma para o país, com uma seção chamada "Províncias/Estados/Regiões do País"
  • Uma página detalhando o conteúdo da seção anterior;
  • Uma terceira, chamada "Municípios/Concelhos/Paróquias/Bezirke do País"

Que tal? Amorim Parga 06:06, 10 Jul 2004 (UTC)

Pois é, já tinha reparado que as (subdivisões) eram previstas para serem substituidas por "Estados/Províncias/Regiões", depois de ter criado algumas páginas com o título de "subdivisões de..." Cheguei à conclusão que as "subdivisões" são mais adequadas porque englobam também as entidades menores (cujo número, aliás, é diferente de país para país).
Não me oporia à solução da maneira que você propõe, embora ainda prefira minha idéia. Penso eu que seria melhor ter as informações numa só página. Seja lá como for, todas as páginas deveriam ser organizadas da mesma forma. O que pensam os outros wikipedistas?
--Ovídio 16:17, 10 Jul 2004 (UTC)
Basicamente, concordo com o Ovídio. Praticamente todos os estados do mundo têm vários níveis de subdivisões administrativas, e há até alguns, como Portugal, que têm uma tremenda confusão de níveis administrativos. Assim, acho que deve haver uma página sobre as "subdivisões de", que as descreve em geral, páginas específicas para os vários níveis ou tipos de subdivisões e que na página principal do país deve ser descrita brevemente a subdivisão de primeiro nível (no Brasil e EUA os estados, na Espanha as comunidades autónomas, etc.), posto como link principal um link para uma descrição geral das várias subdivisões e, eventualmente, links para as outras subdivisões. --Jorge 16:55, 10 Jul 2004 (UTC)
Bem, parece haver um consenso de que é importante descrever todos os níveis administrativos; então, me inspirando (copiando descaradamente) nos nossos hermanos, proponho o título que eles dão à página que aqui estamos chamando de "Subdivisões de...": "organização político-administrativa de x". É longo, mas específico; é interessante porque não apenas lista as subdivisões, mas permite analisar o papel de cada uma delas, talvez com um (breve) estudo sobre a origem histórica de cada uma (as autonomias espanholas, bem mais recentes que as províncias) e as transformações que sofrem (mudanças na autonomia regional na França nos anos 1980). Usando a França como exemplo, a coisa toda deveria ficar assim:
Regiões da França
Artigo principal: Organização político-administrativa da França
A República se divide em 26 regiões, sendo quatro no ultramar. As Regiões européias são:
[[Alta Normandia]], [[Baixa Normandia]], [[Centro]], [[Ilha de França]] etc, organizadas em uma tabelinha bonitinha
Estas [[Regiões da França|regiões]] se dividem em departamentos, veja [[Departamentos da França]].
Veja também: [[Municípios na França]].
E assim por diante, com cada uma das páginas linkadas desenvolvida. Talvez fique um tantinho redundante, mas ainda prefiro pecar por excesso que por falta. Amorim Parga 06:42, 11 Jul 2004 (UTC)

Gosto da ideia. O único problema que lhe vejo é forçar-nos a uma ganda trabalhêra, como diriam os nossos amigos do Alentejo... :)

Também concordo... --Ovídio 22:06, 11 Jul 2004 (UTC)

Ora pelotas, a maioria das páginas nacionais ainda está (está mesmo?) por fazer. Ou então eu tenho visto as páginas erradas. E escrever uma enciclopédia dá mesmo um trabalhão, ou não? Amorim Parga 00:54, 12 Jul 2004 (UTC)

Amorim, lembrei-me agora mesmo de um detalhe: há muitos países que não têm só subdivisões politico-administrativas. Por exemplo: em Portugal, as subregiões (NUTS III) não têm nenhum significado politico-administrativo e limitam-se a ser subdivisões estatísticas. Julgo que o mesmo acontece no Brasil com as regiões, mesorregiões e microrregiões. E existem ainda divisões eclesiásticas, judiciais, militares, etc., sem carácter político-administrativo. Ou seja: todas estas subdivisões estariam abrangidas pelo termo "subdivisões de" mas não pela expressão "divisões politico-administrativas de". "Subdivisões" é mais genérico. --Jorge 01:23, 12 Jul 2004 (UTC)
Jorge, mas a decisão de fazer uma divisão de determinado país com finalidades estatísticas não é, ao fim e ao cabo, política? Afinal, sua origem são atos políticos (leis, decretos, portarias, ...). Acho que deveríamos interpretar o termo organização político-administrativa em um sentido mais amplo. --Patrick 11:57, 12 Jul 2004 (UTC)
Hum... podíamos fazer isso, mas onde traçar a fronteira? Será que a subdivisão eclesiástica de um país também é política? --Jorge 14:01, 12 Jul 2004 (UTC)
A fronteira seria o reconhecimento legal. No Brasil temos o IBGE, em Portugal o INE e nos EUA o Census Bureau, para citar alguns exemplos. --Patrick 16:11, 12 Jul 2004 (UTC)

O assunto está ficando complicado... queria destacar que meu interesse pessoal se limita às subdivisões nacionais de nível intermediário entre o Estado e as localidades. Seja lá como isso se chame (Estados, províncias, regiões, departamentos, condados nas Ilhas Britânicas, autonomias, etc. etc. etc.). Ainda sou a favor de "organização político-administrativa", e acho que nas páginas em questão deveriam entrar apenas entidades que façam sentido para o conjunto da população em questão. Isto é, entidades dotadas de órgãos de governo próprio, ou então agrupamentos estatísticos muito comumente usados. No caso do Brasil, Estados, Municípios e o Distrito Federal entram na primeira categoria; as macrorregiões do IBGE, na segunda. Uma explicação sobre as regiões judiciais, por exemplo, caberia em, digamos, Poder Judiciário no Brasil; as regiões militares, em Forças Armadas do Brasil; as dioceses e coisas assim, em Igreja Católica no Brasil e assim por diante. Acho que para qualquer país, tentar descrever todas as suas subdivisões numa só página, como me parece ser a proposta do Jorge, é meio exagerado e desnecessariamente complexo. Amorim Parga 20:18, 12 Jul 2004 (UTC)

Pá, olha, tudo bem. Faça-se assim. No fundo, é só um nome. Até porque o reconhecimento legal é um bocado complicado, visto que em diferentes países o enquadramento legal, por exemplo, das subdivisões eclesiásticas varia bastante, se bem que as subdivisões eclesiásticas, elas próprias, representam a mesma coisa em todo o lado. Seja como for, e como solução de compromisso ;-) acho que as páginas criadas sobre a organização politico-administrativa devem ter links para todos os outros tipos de subdivisão que existem nesse país, sejam ou não de algum modo oficiais. --Jorge 20:41, 12 Jul 2004 (UTC)

Esclarecimento?

15 de Abril 1989 - Começo dos Protestos de 1989 na Praça da Paz Celestial - que praça e esta? e aquela em Pequim? ou nao? --E-roxo 03:36, 23 Jul 2004 (UTC)

A própria. Faltou explicar, é verdade. Vou arrumar. Amorim Parga 18:33, 24 Jul 2004 (UTC)


Terêncio

Terêncio! O que procurei! E nunca achei! Obrigado pela informação... Era, realmente algo que me interessava. Obrigado! Abraço! Manuel Anastácio 03:46, 30 Jul 2004 (UTC)

Municípios

Oi Amorim, vi que você está criando artigos para vários municípios. Ótima iniciativa. Para evitar problemas com nomes duplicados e para criar as páginas de desambiguação quando apropriado, eu tenho um arquivo com a listagem completa dos municípios do Brasil. Tem 40 kb, posso te passar pelo correio eletrônico. Não é difícil encontrar essa listagem na Internet. Por exemplo: http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/20021227-idh.shtml. --Patrick 10:57, 8 Ago 2004 (UTC)

Desculpe-me pela demora, estive uma semana sem acesso à Internet. Envie-me uma mensagem em particular, para que eu possa te repassar o arquivo pelo correio eletrônico (através de anexo). Está no formato de planilha eletrônica (pode, por exemplo, ser facilmente organizado por ordem alfabética). --Patrick 00:32, 16 Ago 2004 (UTC)
Regressar à página do utilizador "Amorim Parga/Arquivo1".