For other languages, consider using Wikipedia:Babel
Olá Uirabr, bem-vindo(a) à Wikipédia,
A Wikipédia surgiu em 2001, desde então estabeleceram-se vários princípios definidos pela comunidade. Por favor, reserve algum tempo a explorar os tópicos seguintes, antes de começar a editar na Wikipédia.
Wikipedia:Tutorial Tutorial
Aprender a editar passo-a-passo num instante
Wikipedia:Página de testes Página de testes
Para fazer experiências sem danificar a Wikipédia
Wikipedia:Coisas a não fazer Coisas a não fazer
Resumo dos erros mais comuns a evitar
Wikipedia:Café dos novatos Café dos novatos
Onde pode tirar dúvidas com outros wikipedistas
Wikipedia:Livro de estilo Livro de estilo
Definições de formatação normalmente usadas
Wikipedia:FAQ FAQ
O que toda a gente pergunta
Wikipedia:Políticas da Wikipédia lusófona Políticas da Wikipédia
Regulamentos gerais a saber
Wikipedia:Ajuda Ajuda
Manual geral da Wikipédia

Esta é a sua página de discussão, na qual pode receber mensagens de outros wikipedistas. Para deixar uma mensagem a um wikipedista deve escrever na página de discussão dele, caso contrário ele não será notificado. No final da mensagem assine com quatro tis: ~~~~
Face-smile.svg Desejo-lhe uma boa estadia na Wikipédia! - Assinado por Mschlindwein msg 23:28, 23 Julho 2006 (UTC)


Tuberculoso:

adj., que se refere a tubérculos;

Lijealso msg 21:35, 20 Agosto 2006 (UTC)

RespostaEditar

Olá Uirabr  :

Sobre o artigo Ciclo ozônio-oxigênio só tenho a dizer-te uma coisa: não fui eu que o coloquei para eliminação rápida; foi o Fabiano que fez isso, sendo que a única coisa que eu fiz foi avisar-te (não que isso signifique que eu esteja o censurando).

Caso divide do que eu diga, sugiro que você veja o hsitórico da página; e verás que em momento algum eu a editei, e observe também a edição para eliminação; essas são provas de que eu não editei a página.

Quaisquer outras coisas, podes perguntar directamente para o Fabiano, e ele te esclarecerá tudo e te ajudarás se for o caso; eu apenas fiz o trabalho de avisar-te.

Boas contribuições.   Brunoy Bruyanovich Bruyanov Mensagens 13h08min de 10 de Setembro de 2007 (UTC)


Equação químicaEditar

Caro colega. Fico feliz por ter me contactado. Vou responder à sua pergunta na forma de quote.

Caro Lemarlou, vejo que você é um usuário já bastante experiente no assunto da química aqui na Wikipedia. Eu não sei se há algum 'clubinho da química' na comunidade aqui, mas alguém já entrou em consenso sobre como deve ser escrita uma equação química? Nas formulações matemáticas de wiki ou com as letras normais?

Não foi colocado (até onde sei) nenhuma regra quanto ao formato, se texto normal ou se em LATEX (da forma como colocou usando a opção "math". Creio que a estética manda mais. Sinta-se a vontade em usar qualquer das formas, desde que ela consiga expressar de forma clara e exata os coeficientes das equações. Observe que você usou como coeficiente o "1/2", que ficou mto melhor da forma como fez.


A propósito, se me permite, gostaria de saber a sua opinião sobre essa seqüência de artigos: Ciclo ozônio-oxigênio, Ozônio e Ozonosfera. Eu iniciei o primeiro deles. Mas quando se olha o conjunto, há muita informação (grande parte procedente, creio), porém sem muita organização lógica. Qual a melhor forma de organizá-los?

Darei uma olhada neles. Que bom saber que há pessoas como você preocupada com artigos de Ciência. Costumo entregar meu tempo de lazer à Wikipédia, mas isso não é o ideal. Quando puder, entrarei neles. Vou adicioná-los como "VIGIAR" para poder acompanhar o progresso deles. Assim que puder, tentarei ler um pouco sobre eles. Além da Wikipédia, contribuo com comunidades de Química do Orkut (COMUNIDADES: "QUÍMICA" e "PROFESSORES de QUÍMICA"). Abraços --Mago® 21h26min de 23 de Setembro de 2007 (UTC)

Representação de reações químicasEditar

Caro colega. Infelizmente postar sob a forma de fotografias é nossa única escolha. Já tentei usar o LATEX pra isso e realmente é impossível. Ele é adequado apenas para funções matemáticos. Quanto ao Software, eu utilizo o ChemWindows, que foi conseguido junto com um amigo de SC. Ele é mais símples que este que você utiliza. Quando salvar as fotografias, tente usar o modo PNG, que é o formato com menor tamanho. Abraçãon --Mago® 11h48min de 10 de Outubro de 2007 (UTC)

Dissociação versus Ionização!Editar

Muito bem! Caro colega, vi essa dúvida sua (ótima, por sinal!) apresentada na página do Mago®.

Não me vou alongar muito por ora, mas, por ora (e até que lhe venha a sempre bem-vinda palavra do Mago®), considere atentamente — reflita bastante sobre — o seguinte:

  • Toda dissociação envolve ionização já pregressa, porém nem toda ionização é uma dissociação, qualquer que seja o meio (veículo) interveniente. [Costuma haver muita confusão a respeito. Melhor: costuma não se saber precisamente o que é cada qual... Com efeito, confusão é tão frequente que eu mesmo me equivoquei: pensei uma coisa e escrevi outra... Mantive o escrito errado para constar, bem como para atuar preventivamente aos olhos de quem leia estas reflexões. Você viu, pela sempre competente e oportuna palavra do Dr. Lourenço, o Mago®, que o assunto tem suscitado debates até mesmo no exterior.]
  • Agora, uma re-consideração (aproveitando o conteúdo do artigo enviado pelo Mago...):
  • Dissociação (somente dissociação, sem qualificá-la de iônica etc.) é conceito mais amplo: é a ação, efeito, ou resultado de dissociar = desagregar = separar o que está unido; Dissociação iônica — nesse raciocínio, correto — é a modalidade de dissociação [duma espécie química], cujo resultado sejam íons, qualquer que seja o meio, ou veículo.
Chemistry is a language. Unfortunately for many students it is a "very" foreign language, one most never master. This "language problem" is exacerbated in several instances in that the way a term is used in chemistry is sometimes not congruent with the normal meaning of that word in English. A case in point is the use of the term dissociation in contexts in which it is not only confusing from the standpoint of poor correlation to common English usage, but is also in conflict with physical reality. The word dissociate is a truncation of dis-associate. The English context is "to take apart that which has associated". Applying this sense of the word, the logical chemical context would seem to be "to separate into the component units of the associated substance".
  • Ionização — também na esteira do raciocínio amplo anterior — é um tipo de dissociação, no sentido amplo, pois importa em separar elementos de um conjunto. Que conjunto é esse? Ora, pode ser um átomo neutro a liberar um (ou mais) elétron(s)... Vale a mesma idéia em se tratando de ionização catiônica: pode-se pensar (como é usual em Eletrônica do estado sólido...) em buracos...
  • Por fim, devem-se levar em conta as terminologias já consagradas nos vários ramos da química, também da física, da físico-química, mantendo-se, todavia, alerta uma consitente base conceitual.

EgídioCamposDiz! 02h38min de 31 de Outubro de 2007 (UTC)

Dissociação apenas...Editar

...é conceito amplo tal que... remete a uma necessária desambiguação (que, por sinal, já existe, ainda que precária, a necessitar de consistente e ampla revisão — se me for possível, disso eu mesmo cuidarei). Com efeito, podem-se ter:

  1. Dissociação, no domínio da antropologia;
  2. Dissociação, no domínio da gramática/linguística;
  3. Dissociação, no domínio da história;
  4. Dissociação, no domínio da psicologia analítica ou psicanálise;
  5. Dissociação, no domínio da religião;
  6. Dissociação, no domínio da química (uma das quais, a iônica...);
  7. Dissociação, no domínio da sociologia;
  • e por aí vai...

Mas é bom que você tenha percebido e vivido já desde tão cedo essa questão conceitual.

EgídioCamposDiz! 12h30min de 1 de Novembro de 2007 (UTC)

Dissociação e ionizaçãoEditar

Salve colega. Essa sua pergunta é inclusive assunto de um artigo da JCE (Journal Chemical Education). É um assunto que dá pano pra manga. Dissociação é uma palavra que vem de des-associação. Dando a idéia de separação. A palavra dissociação funciona bem para descrever o que acontece quando se joga sais iônicos em solução, tais como NaCl, NH4Cl e bases fortes, tais como NaOH.

Ex.: NaOH ------> Na+ + OH-


Porém, a palavra dissociação não descreve bem o que acontece quando TODOS os outros ácidos e bases são dissolvidos em água. Ex.: Quando se joga HF (flureto de hidrogênio) em água, para formar a solução de ácido fluorídrico, não temos a formação de H+ e F-, nem quando se joga gás amônica (NH3) em água, que "mentirosamente" dizemos que é NH4+ e OH-) a menos que tenhamos iniciado de NH4OH (conceito de Arrhenius).

Para evitar problemas, mtos livros definem assim:

Dissociação: Refere-se ao processo no qual compostos sólidos iônicos, tais como NaCl, são separados em seus íons formadores quando em solução

Ionização: Refere-se ao processo no qual um composto molecular separa-se para formar íons em solução.


Ai surge problemas com as palavras dissociação da água, CONSTANTES DE DISSOCIAÇÃO e coisas do tipo. A verdade é que os próprios livros de química não se entendem (isso entre os universitários também). Alguns autores querem já ha dez anos unificar esta idéia, mostrando qual a química por detrás disso, evitando usar palavras tão estranhas como dissociação e ionização, que no fundo, referem-se realmente às mesmas coisas. Bastaria apenas definir se estivesse em meio aquoso ou não e qual o grau em que os íons formadores das substâncias estariam ou não separados ou REAGINDO com a água.

RESUMINDO: Em Ionização, fica a idéia de que, ao dissolver em água, a substância molecular REAGIRIA ou INTERAGIRIA com água formando íons, enquanto que na dissociação, apenas separariam os íons.

Para saber mais: <JCE>


O artigo pode ser baixado de meu disco virtual aqui:


Link: http://lemarlou.discovirtual.uol.com.br/disco_virtual/JCE/Ionization_Dissociation.pdf

Senha: jce

Abraços

Espécie químicaEditar

Caro Uirabr,

No artigo/verbete em epígrafe, você fez uma correção, compreensível, sem dúvida. Entretanto, tenho a lhe dizer que a forma que lá foi escrita, longe de puro e simples preciosismo, observa — na norma culta da Língua Portuguesa, em seu aspecto fonético, ortoépico, prosódico — a melhor correção. Considere (observe atentamente) o seguinte: "uma molécula" = "u-mamo-lécula", ao ser pronunciado, e a isso se chama vício prosódico tipo cacófato, oriundo de cacofonia (<grego transliterado kakós = "feio, mau, ruim" + phonos = "som"). É algo parecido com evitar dizer "eu amo ela" (já errado pela consignação de ela, subjetivo, como objetivo...) = "eu a-muela", entende? Fica feia a pronúncia... EgídioCamposDiz! 22h00min de 8 de Novembro de 2007 (UTC)

GramáticaEditar

Caro colega,

Agradeço, naturalmente, pela sua pronta correspondência. E pela sua zelosa dedicação e empenho humilde em sempre melhorar. Ótimo!
Não se dê de ficar chateado por mais uma palavra... A causa é, verdadeiramente, nobre.

  • "Fazem três anos", a depender da construção frasal, pode ser correto, sim: "Um ano mais dois anos fazem três anos.". Corretíssimo, certo? Por outro lado — e creio ser esta a sua referência — não é correto dizer "Fazem três anos que Ana viajou." Certo é: "Faz três anos que (...)".
  • "'O artigo consta na Wikipédia" é uso gramaticalmente correto, pois, aqui o verbo constar é empregado como verbo transitivo circunstancial. Confira em Dicionário Aurélio.

EgídioCamposDiz! 01h08min de 9 de Novembro de 2007 (UTC)

Meu estimado colega! Note que eu não referi a modalidade regencial constar em[a,o] como sendo a única correta, certo?... Tão-somente lhe disse que ela é também correta, havendo citado a fonte para confirmação. Realmente as demais modalidades regenciais são igualmente corretas, cada qual em sua construção frasal adequada: como verbo intransitivo ("Apesar da aparência modesta, consta que é riquíssimo") ou como verbo transitivo indireto ("Não lhe constava a proibição de ali estacionar" ou "Constam de seu guarda-roupa de inverno seis casacos" ou ainda "Tudo que lhe sucede consta de seu diário"). Todavia, a modo de recordação, como verbo transitivo circunstancial, a regência constar em[a,o] é também forma correta, certo? Porém, nada obsta a que você prefira as modalidades regenciais primeiras (intransitiva e transitiva indireta). Até porque — ao que parece indicar a evolução histórica — a modalidade transitiva circunstancial é, de fato, mais recente no corpus linguæ. [Veja, muito a propósito, o exemplo do verbo "obstar"...] Assim é a extraordinária dinâmica linguística. Desejo-lhe sucesso na FUVEST! EgídioCamposDiz! 19h05min de 10 de Novembro de 2007 (UTC)

GaiaEditar

Caro estudante/estudioso!

Agradeço a atenção! Considere comigo detidamente o seguinte: não se trata de "até mesmo os cientistas (que será isso?...) e a mídia (também, que será?...) não levarem a sério a questão. O que se dá é algo mais profundo, mais vasto e — desafortundamente — devastador. É a atitude funesta, irresponsável do ser humano (nós, por falar nisso...) para com Gaia, a "mãe-pai Terra". Que, por sinal, somos nós.

Olhe bem: água que é água sempre esteve na dinâmica climática planetária. Demais, também. Algumas figuras estranhas (ditas frutos do "desenvolvimento"...) têm surgido, é fato. Porém, se surgem — digamos — vagarosamente, a Natureza, em sua sempiterna sabedoria dá conta do recado. O "ó do borogodó" surge quando não há... (queria evitar dizer isso) controle da situação. Controle, por falar nele, é algo um tanto quanto controvertido. A quem, em termos de decisão, interessa o controle? Disso nós sabemos. Que fazemos? Que faremos?

Meu pai dizia que "não se deve jogar lixo na rua", entre tantas outras preciosas instruções. Porém, ele fazia mais que isso: ele não jogava o lixo na rua! É o velho dilema que Jesus arguiu aos fariseus há uns dois mil anos: o melhor testemunho é o da ação. Boa ação, claro...

EgídioCamposDiz! 20h09min de 12 de Novembro de 2007 (UTC)


 

Olá! Hoje vim te falar sobre a Wikimedia Brasil.

Imagine um país em que qualquer pessoa de qualquer classe social possa ter acesso a toda a base de conhecimento produzida em toda a história da humanidade. E imagine que esse país é o nosso querido Brasil! Essa é a proposta da Wikimedia Brasil, ser uma organização que faça projetos, estimule e desenvolva o uso de projetos Wiki no Brasil.

A Wikimedia Brasil é o capítulo da Wikimedia Foundation, a fundação que criou e mantêm, dentre outros projetos, a Wikipédia, que visa a produção colaborativa e a disseminação inclusiva de conhecimento gratuito em língua portuguesa e de povos indígenas no Brasil. Você, que edita a Wikipédia, sabe que o conhecimento gratuito é muito importante e pode mudar o mundo.

Se quiser participar, assine aqui. Veja mais motivos para participar aqui.

Participe!


Essa mensagem foi mandada em nome da Wikimedia Brasil