Abrir menu principal

Usuário:Conde Edmond Dantès/Do irrelevante fancruft ao conteúdo enciclopédico

A Wikipédia é, segundo a própria, uma enciclopédia livre – em outras palavras, uma enciclopédia na qual todos podem editar. Esta funcionalidade sem dúvidas é um dos principais atrativos do projeto, mas a facilidade de editar também é a responsável por vandalismos e/ou edições não construtivas.

Portanto, quando o usuário edita o projeto, mesmo de forma anônima, ele precisa ter o conhecimento que a Wikipédia é uma enciclopédia generalista e, consequentemente, o conteúdo a ser inserido precisa ser válido e corresponder ao escopo. As informações também repercutem em outros meios, sendo visualizadas por muitas pessoas de países distintos, então qualquer equívoco pode oferecer uma informação falsa ao leitor e até mesmo prejudicar terceiros. Por esse motivo, torna-se extremamente importante que sempre se respeite a política de verificabilidade para que o leitor tenha a possibilidade de verificar o conteúdo presente.

No entanto, nem todo conteúdo é válido, mesmo se estiver acompanhada por fontes. Existem determinados casos que fogem ao escopo de uma enciclopédica – por esse motivo que a Wikipédia não é sobre tudo. Muitas vezes o projeto ser tratado como uma ferramenta informativa tal como vários outros websites; contudo, o objetivo do mesmo não se trata de apenas informar, mas também de ser educativo com uma redação neutra e enciclopédica.

Prosseguindo com as informações anteriores, quando um conteúdo aborda um universo e/ou franquia fictícia, torna-se de extrema importância que o usuário mantenha uma abordagem ampla e não se limite numa visão contextual cêntrica ao universo fictício, ou seja, o conteúdo necessita abordar pontos relevantes para uma enciclopédia e não apenas inserir uma análise e/ou informar a história de determinado tema dentro do enredo. Além disso, o fato da franquia ser relevante e notória para a enciclopédia não significa que tudo sobre ela também seja notório e válido – não se deve inserir fancruft.

Origem dos conteúdos fancruft na WikipédiaEditar

A base da Wikipédia se resume a uma comunidade de usuários voluntários, estando vulnerável a mudanças como qualquer outra comunidade. Em determinado período, por volta de 2004 a 2009,[nota 1] a comunidade de usuários ativos não era exigente com a política de verificabilidade, resultando em várias criações de artigos que permanecem carecendo de manutenção após uma década. Além desse fato, políticas e normas começaram a ser criadas e/ou alteradas durante o tempo, ou seja, qualquer artigo que hoje não cumpre com os critérios de notoriedade ou trata-se de um conteúdo inválido, poderia cumprir com os mesmos na época de sua criação. Por fim, retornando ao tema de universos fictícios, a esmagadora parte dos artigos temáticos foram criados durante esse período.[nota 2]

Visão enciclopédicaEditar

 
Uma visão enciclopédica nasce com questionamentos.

Como já dito anteriormente na introdução deste ensaio, a facilidade de editar é uma das funcionalidade que torna o projeto Wikipédia atrativo, mas ao mesmo tempo resulta em vandalismos e/ou edições não construtivas. Sendo assim, devemos considerar que existem muitas pessoas que não estão aptas para realizar edições, mas que as fazem mesmo assim. Nesse amplo contexto, propagandas, vandalismos puros, informações falsas e outros dados irrelevantes são adicionados diariamente e, adentrando a um parâmetro mais específico, conteúdos centrados numa visão fanática. No entanto, o projeto Wikipédia tem o objetivo de criar uma enciclopédia; quando conteúdo visados para fãs é inserido, o mesmo está contraproduzindo e multiplicando a manutenção no projeto.

Portanto, antes de realizar as edições deveríamos perguntar se elas serão úteis para o projeto ao todo, refletindo sobre aquilo que está sendo inserido, perguntando-o a si próprio se tal conteúdo é enciclopédico.

Conteúdos enciclopédicosEditar

A seguir, encontram-se itens considerados relevantes para o projeto de uma enciclopédica. Apesar deles possuírem uma sequência, não adentraremos nas questões sobre o livro de estilo. Outro ponto a ser ressaltado é que os itens podem ser separados por seções e sub-seções específicas, um ponto importante que vai além da estética já que possui um peso relevante na organização do conteúdo nos artigos. Por isso, os itens abaixo servem para auxiliar o leitor, mas o conhecimento destes pelas normas do projeto continua sendo de extrema importância.

  • Referente à produção; em geral, tratam-se de informações sobre o desenvolvimento, abordando as ideias e os conceitos iniciais, informações sobre as filmagens e lançamentos ou até mesmo sobre os temas abordados por aquele tópico (exemplo: contextualização ou referências culturais).
  • Referente ao universo; informações relevantes sem adentrar em detalhes obscuros e excessivos, que abordam passagens relevantes para o tópico abordado. Normalmente um enredo conciso da história ou uma descrição dos personagens principais. Análises de aspectos da personalidade, do peso e da história de determinado personagem ou local fictício dentro do seu universo também são válidas.
    • Ressaltando: apesar das informações sobre episódios e personagens serem aceitas, quando tais extrapolam uma quantidade, torna-se essencial a cisão. Portanto, as informações de episódios e personagens devem seguir uma coesão e compactação para o artigo principal.
  • Referente à recepção, informações sobre a recepção crítica por profissionais e por fãs, inclusive com passagens das próprias críticas desses profissionais, inclusão de determinado tema em listas ou compilações também são dados válidos para serem adicionados. Informações sobre a audiência/bilheteria e um possível legado ou impacto na sociedade também se adequam ao propósito do projeto.
    • Caso determinado assunto ou universo causa controvérsias e críticas, torna-se essencial a criação de uma seção abordando determinados pontos (exceções também podem resultar na cisão, caso tenha muito conteúdo a ser abordado). Normalmente segue-se o mesmo padrão da seção sobre a recepção crítica, mas com cuidado para adequar a redação em um tom neutro e imparcial.
  • Referente a "fora" do universo, muitas vezes, determinado assunto obtém sucesso a ponto de sofrerem adaptações para outros meios visuais, tais como histórias em quadrinhos, filmes, animações e etc. Além disso, mercadorias infantis, eventos e até mesmo uso do determinado assunto em propagandas ou atrativos para lugares temáticos.
  • Referente a futuras sequências e até mesmo ao antecessor. Alguns exemplos surgem após o desenvolvimento de uma premissa inicial, como South Park, outros são seguidos por sequências e alguns resultam em spin-offs (American Horror StoryAmerican Crime Story). Esses casos precisam ser analisados individualmente, então torna-se comum a existência de artigos separados para cada sequência, no entanto, citá-los no corpo dos demais artigos relacionados é uma informação importante.
  • Referente à distribuição e transmissões. Em síntese, informações sobre estúdios que produziram determinados assuntos, empresas responsáveis pela distribuição ou emissoras responsáveis por transmitir em cada país ou região.
  • Referente a informações extras, tais como: "trilhas sonoras, temas de aberturas e até mesmo possíveis especulações".
    • Especulações são importantes e podem ser conteúdo válido para acrescentar nos artigos. No entanto, essas especulações precisam estar atestadas por fontes e ter um impacto relativo no tema. Por exemplo, é válido acrescentar especulações sobre uma possível adaptação cinematográfica, principalmente quando produtores e intérpretes abordam esses casos (independentemente se concretizará ou não). No entanto, deve-se evitar especulações sobre enredos de episódios alheios e aleatórios (a ponto de qualificar-se spoiler), o que seria subjetivo e pesquisa inédita.

Conteúdos não enciclopédicosEditar

 
Esta é aparência de artigos com conteúdos fancruft, palhaços e ao mesmo tempo assustador.

Nesta sub-seção, abordaremos em itens os conteúdos que não são considerados enciclopédicos. O ponto interessante a se perceber e observar é extremidade, ou seja, conteúdos completamente diferentes daqueles abordados na sub-seção anterior.

  • Introdução defeituosa ou inexistente; em geral, não satisfaz e não resume o conteúdo do artigo. Em casos de artigos que contém conteúdos francruft (relevantes apenas para fãs), a introdução é o local utilizado para inserir, em menor escala, conteúdos considerados enciclopédicos, sobrecarregando-as e quando isso ocorre, o leitor recebe informações avulsas e superficiais, enquanto o resto do artigo pode ser descartado.
  • Inserção de detalhes excessivos. Este item, sem dúvidas é um dos problemas mais frequentes. Enquanto permanecermos com uma visão fanática, torna-se impossível distinguir o que poderia ser útil e [como fã] o contribuidor tem preferências pessoais sobre determinados pontos de vistas e conhecimento sobre temas obscuros, ou seja, assuntos de determinado tema que não tem um peso relevante ao todo.
    • Nesses casos, inserir informações muito específica de determinado universo ou tema e/ou detalhá-las especificamente não torna o conteúdo bom e foge do escopo do projeto. Além disso, muitas dessas passagens ficam desinteressantes para um leigo, oferecendo-lhe uma informação trivial.
  • Quantidade excessiva de informações sem conteúdo. Em primeira instância, torna-se um pouco confuso, mas este problema persiste em muitos artigos. Em alguns casos, os artigos possuem uma quantidade elevada informações sem um mero conteúdo, normalmente nomes avulsos de personagens ou localidades elencados por itens.
    • Vale ressaltar a necessidade de prover informação, mas listar meros nomes é um contraponto e muitas vezes oferece aos leitores informações avulsas, superficiais e triviais sem um contexto estabelecido.

Podemos resumir que os artigos temáticos, independentemente do universo, precisam conter informações e dados sobre a produção, desenvolvimento e recepção. Em contraste, concentrar o conteúdo a assuntos específicos do universo causa efeitos negativos. Normalmente, pessoas fãs de tais assuntos editam influenciada por gostos pessoais, resultando em artigos necessitando de manutenção e passíveis de eliminação.

Conteúdos descartáveisEditar

Quando debatemos sobre a importância e relevância, o assunto [em pauta] pode desviar para argumentos subjetivos. No entanto, podemos afirmar que determinados temas ou universos fictícios são relevantes e notórios com um lugar cativo na Wikipédia, mas o maior erro é considerar tudo sobre aquele tema como notório.

Partindo do pressuposto de que a quantidade não é sinônimo de qualidade, inúmeros problemas que afetam a organização dos temas específicos e relacionados são gerados, muitas vezes desrespeitando pilares e condições mínimas [como a política WP:V]. Normalmente, esses erros ocorrem por acrescentar excessivas informações e detalhes específicos, que fogem da necessidade e, como já citado, transforma a passagem em superficial e trivial. O excesso dessas passagens constrói um artigo péssimo e, nas situações mais graves, resulta em artigos inúteis destinados à um determinado grupo.

 
As vezes uma atitude que aparante maléfica num contexto restrito, torna-se um benefício para o projeto ao todo.

O interesse por temas considerados populares como televisão, cinema e jogos eletrônicos enquadra-se numa quantidade elevada de edições dos usuários ativos que já possuem uma concepção sobre a abordagem do conteúdo a ser inserido. No entanto, os leigos ou os usuários novatos e com pouca experiência no projeto tendem a realizar colaborações por impulsão e empolgação, essas edições apenas aumenta a quantidade de assuntos sobre determinado universo ou tema e quase sempre são suprimidas porque muitas vezes os assuntos específicos daquele tópico não possuem relevância no âmbito enciclopédico. Outro fator circunstancial para as eliminações é a falta de fontes fiáveis e, principalmente, independentes. Da mesma maneira, essas colaborações abordam temas que muitas vezes fogem do objetivo do projeto, por exemplo: acrescentar "equipes fictícias, conteúdos fúteis que aborda um medicamento, um local ou um personagem fictício sem relevância ou peso significativo no contexto geral. Esses exemplos são tão obscuros no universo que dificilmente haverá múltiplas fontes independentes para atestá-los. Com tal informação em conhecimento, então podemos afirmar que não é possível inserir tudo sobre aquele universo. Os fãs possuem outros meios para espalhar dados específicos; mecanismos ou ferramentas mais restritas e com um foco menos generalizado. A Wikipédia visa prover informações enciclopédicas e não superficiais.

Porém, as visões subjetivas podem surgir e entrar em atritos com demais visões controversas, ressaltando o caso ocorrido na Wikipédia anglófona envolvendo a franquia Pokémon; na ocasião, o argumento, que mais tarde seria conhecido como “Pokémon test”, baseava-se na existência de outros artigos sobre personagens da série como defesa para a manutenção de relacionados. Esses argumentos foram muito usados, ganhando repercussão do The Daily Telegraph.[nota 3] Esse conflito de opinião pode gerar argumentos inválidos e vários atritos em discussões de eliminação. Diante disso, os usuários são aconselhados à refutar os argumentos opostos baseando em políticas do projeto e sempre se demonstrarem dispostos à abandonar as discussões quando elas tornam-se ríspidas e poluídas, preferindo que alerte os administradores para um possível caso recusa e/ou subversão do sistema.

Como eliminar conteúdos descartáveis?Editar

O primeiro passo é ter o conhecimento das normas de eliminação e os métodos existentes (WP:ER, WP:ESR e WP:EC) – como a maioria dos casos apresentam artigos antigos, a eliminação rápida é um dos processos menos utilizados.

Em geral, não se deve usar WP:Fancruft como único argumento, mesmo que seja um termo usual para refletir artigos que violam demais políticas. O parecer precisa especificar quais políticas passíveis de eliminação o artigo não cumpre. Por fim, conteúdo subjetivo pode resultar em discussões mais complexas e, provavelmente, finalizadas em votações.

Notas

  1. Período subjetivo, baseado em argumentos e comentários de outros usuários da comunidade.
  2. Número baseado na criação de vários artigos eliminados por possuir conteúdo fancruft, tais como: Lista de equipes de quadribol e Túrin Turambar (2005); Copa Mundial de Quadribol, Lista de livros fictícios citados na série Harry Potter, Transfiguração (Harry Potter) e Treinador Pokémon (2006); Poções (Harry Potter) (2007); Cronologia de Harry Potter, Extreme Gears, Lista de criaturas de Warcraft e Padres (Warcraft) (2008); e Cronologia de Dragon Ball (2009).
  3. Artigo escrito por Ed Erhart, fonte do blogue da Wikimedia (em inglês)