Busto de Hugo Eduardo

Meu nome é Hugo Eduardo Azevedo Fialho, de Lago da Pedra, MA, Brasil, mas atualmente resido em São Luís, MA, Brasil. Sou utilizador da Wikipédia desde 2006, mas me ausentei enormemente do período de 2007 a 2010, por motivos exclusivamente acadêmicos, uma vez que compreendeu os decisivos Nono Ano do Ensino Fundamental e o todo o Ensino Médio; desde o final de 2010, no entanto, retorno à utilização perspicaz dessa ferramenta online de colaboração mútua para a extensão dos termos relacionados à maranhensidade e a personalidades lusófonas, bem como de artigos de caráter médico.


Línguas do usuário
pt-N Este utilizador tem como língua materna o português.
en-3 This user has advanced knowledge of English.
es-3 Este usuario tiene un conocimiento avanzado del español.
fr-1 Cet utilisateur dispose de connaissances de base en français.
Utilizadores por língua

Creio que não devemos odiar alguém ou algo, tampouco inimigos explícitos; devemos, sim, valorizar-nos. Dessa maneira, minha preferência pela edição de termos relacionados diretamente à realidade local, especialmente municípios do interior maranhense, referências lusófonas e a realidade brasileira, não podem estar associados a nenhum patriotismo ou regionalismo primitivo, mas à busca pela identidade, haja vista a progressiva internacionalização pela qual passam correlatos a esses termos, como São Luís, MA, cada vez mais repleta de alunos intercambistas e turistas suecos, dinamarqueses, alemães, argentinos e americanos, ou como Bacabeira, MA, que, ao sediar a maior refinaria de petróleo da América Latina, já se vê em processo de expansão urbana, valorização imobiliária e chegada de especialistas de todo o mundo. Tais processos são decorrentes da exposição à globalização, absolutamente benéfica, por mais que possua aspectos negativos, e são irrevesríveis; logo, cultuar, desenvolver e expor tais termos representam a busca pela materialização da globalização também nesta região, uma busca maior pelo pedrão de vida que muitos locais ainda não atingiram - mas que assim querem para que logo tenham acessos a sistema de consumo, de saúde, de imagem e de vida melhorados.