Abrir menu principal

Em contabilidade, o termo valor também pode ter várias acepções:

Há ainda o conceito anglo-americano do valor justo (fair value). O conceito mais disseminado de valor justo de um ativo consiste no montante que poderia ser obtido em uma operação de compra ou venda de um bem ou direito, em condições ideais, ou seja, partes interessadas, operação sem liquidação, sem venda ou compra forçada e realizada em um ambiente social, jurídico e econômico estável. Já o valor justo de um passivo é o montante que seria necessário para quitar ou registrar a obrigação, nas mesmas condições ideais.[1]

Enquanto que algumas normas brasileiras fazem uso do termo “valor justo”, também vê-se frequentemente o termo “valor de mercado”. Os cinco métodos de avaliação do valor justo (fair value) sao:[1]

  1. Valor de mercado (market value);
  2. Valor de cotação (quoted value);
  3. Valor de troca (exchange value);
  4. Valor de ativos/passivos similares (similar price); e
  5. Valor obtido por técnicas de valorização (valuation techniques).
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.
  1. a b Bicudo de Castro, Vicente; Morch, Rafael; Costa Marques, Jose Augusto (2008). «Fair value accounting: uma análise sobre a evolução do conceito de valor justo entre as normas internacionais e as normas brasileiras». Sociedade, Contabilidade e Gestão. 3 (1): 112-126. doi:10.21446/scg_ufrj.v3i1.13149. Consultado em 2 de dezembro de 2018