Abrir menu principal

Família Vatatzes

(Redirecionado de Vatatzes)

A família Vatatzes ou Batatzes (em grego: Βατάτζης) foi uma nobre família bizantina dos séculos XI-XIV, que produziu vários generais seniores do exército bizantino e, após João III Ducas Vatatzes (1222 1254) casar-se com os Láscaris, a linhagem imperial do Império de Niceia até a usurpação de Miguel VIII Paleólogo em 1261. A forma feminina do nome é Vatatzina (Βατατζίνα).[1]

HistóriaEditar

 
Miniatura do século XV com retrato do imperador João III Ducas Vatatzes

O primeiro membro da família, conhecido somente por seu nome, é atestado em torno do ano 1000. João Escilitzes ("Sinopse da História", 343.134) registra que "Vatatzes com sua família inteira" estava entre aqueles "distintos cidadãos de Adrianópolis" que escapou para o imperador bizantino Samuel (r. 997–1014) porque eles foram acusados de sentimentos pró-búlgaros.[2] Pelos séculos seguintes, a família permaneceu associada com Adrianópolis e a região circundante (o Tema da Macedônia), onde as estavam as propriedades deles.[1]

Em 1047, um João Vatatzes juntou-se a revolta de Leão Tornício, mas no século XII eles ascenderam a altos ofícios: Teodoro Vatatzes foi nomeado déspota pelo imperador Manuel I (r. 1143–1180) e seu filho João Comneno Vatatzes tornou-se grande doméstico (comandante-em-chefe do exército bizantino). Outro Vatatzes, Nicéforo, foi doméstico do Ocidente, e Basílio Vatatzes foi doméstico do Oriente logo depois.[1] Basílio foi provavelmente o pai de João III Ducas Vatatzes (r. 1222–1254) e seu irmão, o sebastocrator Isaac Ducas Vatatzes.[3]

João III foi sucedido como imperador de Niceia por seu filho Teodoro II Láscaris (r. 1254–1258), que contudo preferiu o sobrenome de sua mãe, Láscaris. O filho de Teodoro II, João IV Láscaris (r. 1259–1261), foi removido do trono por Miguel VIII Paleólogo (r. 1259–1282), mas a família permaneceu importante. O último membro proeminente foi João Vatatzes em meados do século XIV.[1]

Um variante do nome da família, Diplovatatzes (em grego: Διπλοβατάτζης; transl.: "Vatatzes Duplo") foi usado de meados do século XII para os membros da família que descendiam de ambos os lados dos Vatatzes. Também fizeram parte da nobreza sênior do Império Bizantino Tardio.[1]

Referências

  1. a b c d e Kazhdan 1991, p. 2154–2155.
  2. Wortley 2010, p. 325.
  3. «The Batatzes family» (em inglês). Consultado em 28 de abril de 2014 

BibliografiaEditar

  • Kazhdan, Alexander Petrovich (1991). The Oxford Dictionary of Byzantium. Nova Iorque e Oxford: Oxford University Press. ISBN 0-19-504652-8 
  • Wortley, John (2010). John Skylitzes: A Synopsis of Byzantine History, 811-1057. Cambridge, Reino Unido: Cambridge University Press. ISBN 978-0-521-76705-7