Em heráldica, veiro é uma das duas peles usadas em brasões. Veiro representa pele de esquilo, uma pele de grande valor na Idade Média[1]. O esquilo em questão era de cor variada: cinzento-azulado nas costas e branco por baixo, sendo utilizado para confeccionar mantos. Era cosido alternando as partes escuras com as partes claras, o que resultava num padrão cinzento-azulado e branco-acinzentado, que, quando transposto para heráldica, tornou-se azul e branco alternadamente[2]. A espécie exacta de esquilo nunca foi claramente identificada. O nome veiro, vem do latim: "de variis coloribus": de cor variada, donde passou ao francês: vair, ao espanhol: vero e ao português: veiro.[3]

Referências

  1. Infopédia. «veiro | Definição ou significado de veiro no Dicionário Infopédia da Língua Portuguesa». Infopédia - Dicionários Porto Editora. Consultado em 10 de abril de 2021 
  2. S.A, Priberam Informática. «veiro». Dicionário Priberam. Consultado em 10 de abril de 2021 
  3. Atelier Heráldio: Heráldica: As Armas: O Escudo: Os Esmaltes. Heraldica.net.br. Disponível em: <http://www.heraldica.net.br/3_1_2_esmaltes.htm>. Acesso em: 17  jul.  2020.

Ver tambémEditar


  Este artigo sobre heráldica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.