Venera 11

Venera 11[1] foi uma missão espacial não tripulada soviética que faz parte do Programa Vênera para explorar o planeta Vênus. Venera 11 foi lançado em 9 de Setembro de 1978 às 03h25min39 UTC.[2]

Separando-se de sua plataforma de voo em 23 de dezembro de 1978, a sonda entrou na atmosfera de Vênus dois dias depois, em 25 de Dezembro de 1978, a 11,2 km/s. Durante a descida, empregou frenagem aerodinâmica seguida de frenagem de paraquedas e finalizando com frenagem atmosférica. Ele fez um pouso suave na superfície às 06h24 horário de Moscou (03h24 UT) do dia 25 de dezembro, após um tempo de descida de aproximadamente 1 hora. A velocidade de toque foi de 7 a 8 m/s. A informação foi transmitida para a plataforma de voo para retransmissão para a terra até que ela saiu do alcance 95 minutos após o toque.[3] Coordenadas de aterragem são 14° S 299° E.[4][5]

Plataforma de vooEditar

Após a ejeção da sonda do módulo de pouso, a plataforma de voo continuou passando por Vênus em uma órbita heliocêntrica. O encontro próximo com Vênus ocorreu em 25 de dezembro de 1978, a aproximadamente 35 000 km de altitude. A plataforma de voo atuou como um retransmissor de dados para a nave de descida por 95 minutos, até que ela voou para fora do alcance e retornou suas próprias medições no espaço interplanetário.[6]

A plataforma de voo Venera 11 carregava detectores de vento solar, instrumentos de elétrons da ionosfera e dois detectores de explosão de raios gama - o KONUS de construção soviética e o SIGNE 2 de construção francesa. Os detectores SIGNE 2 voaram simultaneamente no Venera 12 e Prognoz 7 para permitir a triangulação de gama fontes de raios. Antes e depois do sobrevoo de Vênus, Venera 11 e Venera 12 produziram perfis de tempo detalhados para 143 explosões de raios gama , resultando no primeiro catálogo de tais eventos. A última explosão de raios gama relatada por Venera 11 ocorreu em 27 de janeiro de 1980.

Lista de instrumentos e experimentos da plataforma de voo:[7]

  • 30-166 nm extremo UV espectrómetro
  • Espectrômetro de plasma composto
  • Detector de rajada de raios gama KONUS
  • Detector SNEG Gamma-ray Burst
  • Magnetômetro
  • 4 contadores de semicondutores
  • 2 contadores de descarga de gás
  • 4 contadores de cintilação
  • Telescópio hemisférico de prótons

A missão terminou em fevereiro de 1980. Venera 11 está atualmente em órbita heliocêntrica, com periélio de 0,69 UA, afélio de 1,01 UA, excentricidade de 0,19, inclinação de 2,3 graus e período orbital de 284 dias.

AterrizadorEditar

O aterrizador (em inglês: lander) carregava instrumentos para estudar a temperatura e a composição química atmosférica e do solo. Um dispositivo chamado Groza detectou um raio em Vênus. Tanto a Venera 11 quanto a Venera 12 tinham landers com duas câmeras, cada uma projetada para imagens coloridas, embora a literatura soviética não as mencione. Cada um falhou em retornar imagens quando as tampas das lentes não se separaram após o pouso devido a uma falha de design. O analisador de solo também falhou. Um cromatógrafo de gás estava a bordo para medir a composição da atmosfera de Vênus, bem como instrumentos para estudar a radiação solar espalhada. Os resultados relatados incluíram evidências de relâmpagos e trovões, uma alta razão Ar36 / Ar40 e a descoberta de monóxido de carbono em baixas altitudes.[3]

Lista de experimentos e instrumentos da sonda:

  • Nefelômetro de retroespalhamento
  • Espectrômetro de massa - MKh-6411
  • Cromatógrafo de gás - Sigma
  • Fluorospectrômetro de raio-x
  • Fotômetro de varredura 360 ° - IOAV
  • Espectrômetro (430-1170 nm)
  • Microfone / anemômetro
  • Sensor de rádio de baixa frequência
  • 4 termômetros
  • 3 barômetros
  • Acelerômetro - Bizon
  • Penetrômetro - PrOP-V
  • Dispositivo de análise de solo
  • 2 câmeras coloridas
  • Pequenas baterias solares - MSB

Referências

  1. Venera 10(em português)
  2. solarsystem.nasa.gov - missions Venera 11
  3. a b «NASA - NSSDCA - Spacecraft - Details». nssdc.gsfc.nasa.gov. Consultado em 5 de março de 2021 
  4. «NASA - NSSDCA - Spacecraft - Telemetry Details». nssdc.gsfc.nasa.gov. Consultado em 5 de março de 2021 
  5. «In Depth | Venera 11». NASA Solar System Exploration. Consultado em 5 de março de 2021 
  6. «NASA - NSSDCA - Spacecraft - Details». nssdc.gsfc.nasa.gov. Consultado em 5 de março de 2021 
  7. «Drilling into the Surface of Venus». mentallandscape.com. Consultado em 5 de março de 2021 

Links externosEditar