Viadeo é uma rede social profissional da Web 2.0 cujos membros incluem empresários, empreendedores e gerentes.[2] Em 2014, o site tinha 65 milhões de membros.[3]

Viadeo
Tipo de sítio Rede social profissional
Fundador(es) Dan Serfaty, Thierry Lunati
Lançamento Maio de 2004
Posição no Alexa AumentoNegativo 12,011 (março de 2019)[1]
Endereço eletrônico www.viadeo.com

Informações da empresaEditar

 
Viadeo por continente em 2010

A Viadeo foi fundada em maio de 2004, como Viaduc, por Dan Serfaty, um graduado da Escola de Altos Estudos Comerciais de Paris, e Thierry Lunati, um graduado da École Centrale Paris. O nome foi alterado para Viadeo em novembro de 2006.[4]

De novembro de 2006 a agosto de 2007, o Viadeo captou cinco milhões de euros em financiamentos duas vezes junto aos investidores AGF Private Equity e Ventech.[5] Mais tarde naquele ano, a Viadeo anunciou a aquisição da Tianji.com, uma rede social de negócios chinesa.

Seis meses após a compra da Tianji, em julho de 2008, a Viadeo adquiriu seu concorrente espanhol ICTnet. Lançada em 1995, a ICTnet tinha 300.000 membros e era popular na América do Sul.[6]

No início de 2009, a Viadeo adquiriu os serviços profissionais de redes sociais da Índia, ApnaCircle. A ApnaCircle, com 300.000 membros no momento da aquisição, foi fundada por Yogesh Bansal, posteriormente junto de Sabeer Bhatia, co-fundador do Hotmail, como membro do conselho.[7]

Em 13 de outubro de 2009, a Viadeo anunciou a aquisição de um sítio de gerenciamento de contatos do Canadá, unyk.com. Na época, a unyk tinha 16 milhões de membros em todo o mundo, e isso fez com que a Viadeo perdesse apenas para o seu principal concorrente LinkedIn em termos de associação total.[8]

A empresa está sediada em Paris e emprega uma equipe global de 450 pessoas, com escritórios em Londres, Madri, Barcelona, Milão, Pequim, Nova Deli, Cidade do México, Montreal e São Francisco.[9][10] Em 2009, a Viadeo havia estimado um faturamento anual de 40 milhões de dólares[11] e é lucrativo desde o último trimestre de 2009.

Em agosto de 2015, a Viadeo anunciou que havia participado de uma campanha publicitária na França para promover uma 'nova visão' e que a base de membros havia ultrapassado a marca de 10 milhões na França.[12]

Em 2016, após uma tentativa fracassada de conquistar mercados internacionais, a empresa foi adquirida pela Le Figaro.[13]

ParceriasEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Viadeo.com Site Info». Alexa Internet. Consultado em 24 de março de 2019 
  2. «Viadeo Raises $32M To Expand Its Professional Social Network In China, Russia And Beyond». TechCrunch.com 
  3. «Viadeo continues to grow: 65 million members worldwide, including 25 million in China». Viadeo SA 
  4. "Réseaux sociaux: Viaduc devient Viadeo pour attaquer l'international," ZDnet.fr, 27 de novembro de 2006
  5. «LinkedIn Competitor Viadeo Raises €5 Million». mashable.com 
  6. «Viadeo acquiert le réseau social professionnel espagnol ICTnet». TechCrunch.com (em francês). Cópia arquivada em 4 de outubro de 2012 
  7. «French Business Networking Site Viadeo Acquires ApnaCircle». VC Circle. Cópia arquivada em 4 de outubro de 2012 
  8. «Viadeo buys Unyk, second only to LinkedIn». Reuters 
  9. «Viadeo looking for buys, opens U.S. office». Reuters 
  10. «Viadeo opens Asia/Pacific headquarters in San Francisco» (PDF). Viadeo 
  11. «Ferris Research - Viadeo: Professional Networking». Ferris Research 
  12. «Viadeo: Results for the First Half of 2015» 
  13. «Figaro Classifieds, la filiale petites annonces du groupe de médias, reprend Viadeo» 
  14. «Checkmate? MySpace, Bebo and SixApart To Join Google OpenSocial (confirmed)». TechCrunch.com. MySpace e Six Apart se juntam ao Orkut, Salesforce, LinkedIn, Ning, Hi5, Plaxo, Friendster, Viadeo e Oracle como anunciados parceiros do Google. 
  15. «Viadeo's "Global-Yet-Local" B2B Social Network Integrates with IBM Lotus Software to Provide Collaboration Tools for Professionals». IBM 
  16. «Viadeo signs a partnership agreement with Microsoft as Office 2010 is launched worldwide» (PDF). Viadeo 

Ligações externasEditar