Virgínia Della Rovere

Virgínia Della Rovere
Princesa de Urbino
Blason Guidobaldo II della Rovere.svg
Brasão dos Della Rovere, duques de Urbino
Consorte Frederico Borromeo, príncipe de Oria e conde de Arona
Fernando Orsini, duque de Gravina
Casa Casa ducal de Urbino
Dinastia Della Rovere
Nascimento 1544
  Urbino, Ducado de Urbino
Morte 1571 (27 anos)
  Nápoles, Reino de Nápoles
Filho(s) (sem geração)
Pai Guidobaldo II Della Rovere
Mãe Júlia de Varano

Virgínia Della Rovere (em italiano: Virginia Feltria della Rovere;[1] (Urbino, 1544Nápoles, 1571), era filha de Guidobaldo II Della Rovere, Duque de Urbino, e da sua primeira mulher Júlia de Varano, filha herdeira de João Maria de Varano, Duque de Camerino.

BiografiaEditar

Em 1561 foi dada em casamento a Frederico Borromeo, duque de Camerino, príncipe de Oria e conde de Arona, de quem não teve descendência.[2]

Por ocasião do seu casamento, em 1559, o compositor italiano Costanzo Porta dedicou-lhe um livro de madrigal a cinco vozes, editado por Antonio Gardano, em Veneza. Virgínia Della Rovere terá sido seguramente uma cantora se é que também não foi música, como era hábito na época.

Ficando viúva, em 19 de agosto de 1562, contraiu um segundo casamento em 1564 com o príncipe Fernando Orsini, duque de Gravina.[3]

Ao falecer em 1572, Fernando voltou a casar com Constança, filha de Fabrício II príncipe de Venosa, Conde de Conza e Senhor de Gesualdo.[4]

NotasEditar

BibliografiaEditar

  • «Patronage and Dynasty: The rise of the Della Rovere in Renaissance Italy (Sixteenth centuries Essays & studies)» - Ian Verstegen
  • Litta, P. (1834). Famiglie celebri italiane. Milan: [s.n.] 
  • Genealogia da Família Della Rovere – euweb.cz


Ver tambémEditar