Vittorio Siri

Vittorio Siri ou Francesco Siri (Parma, 1608Paris, 1685) foi um matemático e monge italiano.[1]

Vittorio Siri
Nascimento Francesco Siri
2 de novembro de 1608
Parma
Morte 6 de outubro de 1685 (76 anos)
Paris
Ocupação matemático, historiador, diplomata
Religião catolicismo

VidaEditar

Siri nasceu em Parma e estudou no convento beneditino de San Giovanni Evangelista de Parma, onde pronunciou seus votos em 1625. Especializou-se em geometria e foi para Veneza, onde lecionou matemática.[2]

Em 1640 publicou um livro sobre a ocupação de Casale Monferrato, defendendo a posição francesa. O Cardeal de Richelieu concedeu-lhe acesso aos seus arquivos e, graças às novas descobertas, publicou uma obra monumental intitulada Il Mercurio overo historia de' correnti tempi. O cardeal Mazarin o gratificou com uma pensão e o título de conselheiro, capelão e historiador do rei da França. Ele, portanto, mudou-se para a França em 1649 e a partir de 1655 viveu na corte. Morreu em 1685 em Paris.[2]

ObrasEditar

 
Propositiones mathematicae, 1634
  • Problemata et theoremata geometrica et mecanica, Bologna, 1633
  • Siri, Vittorio (1634). Propositiones mathematicae (em latim). Bologna: Nicolò Tebaldini 
  • Il politico Soldato Monferrino, ovvero discorso politico sopra gli affari di Casale sotto lo pseudonimo di Capitano Latino Verità, Casale (Venezia), 1640
  • Il Mercurio overo historia de' correnti tempi en 15 volumes in-4°, 1644–1682

Referências