Abrir menu principal

Wikipédia β

Retrato da princesa Alexandrina da Prússia, já viúva.

Viuvez é o estado social em que um cônjuge fica quando o outro morre. Viúvo é o homem cuja esposa morreu e não tornou a casar-se. Uma mulher cujo marido morreu designa-se por viúva (do termo latino vidua).[1]

Evolução históricaEditar

A viuvez tem sido uma importante problemática social, particularmente no passado. Nas famílias em que o marido era o único provedor, a viuvez poderia levar os parentes à pobreza, e muitas obras de caridade tinham, como objetivo, ajudar viúvas e órfãos. Isso se agravava pela maior longevidade feminina e pelo fato de os homens, geralmente, se casarem com mulheres bem mais novas que eles.

Por outro lado, hoje, em muitas sociedades, as viúvas e viúvos têm ótimas condições de vida, tendo direito a administrar os bens e a pensão do governo. Tal fato leva muitos a aspirarem a posição e se casarem com pessoas próximas a morrer única e exclusivamente pensando nisto, constituindo o chamado golpe do baú.[2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 785.
  2. Masamichi Maeda (19 de novembro de 2014). «Golpe do baú: japonesa é investigada pela morte de seis ex-maridos». Revista Alternativa. Consultado em 11 de janeiro de 2017 
  Este artigo sobre sociologia ou um sociólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Viúvas