Vivo TV

serviço de televisão por assinatura via satélite, cabo e fibra óptica

Vivo TV é uma empresa de TV por assinatura brasileira fundada em 15 de abril de 2012 pertencente a Telefônica. No país, ocorreu a integração das empresas que já estavam no mercado, Telefônica TV Digital (TTD), Fibra TV e TVA.[1] A medida pretende unificar internacionalmente os produtos da Vivo e Telefônica.

Vivo TV
Marca
Slogan Viva tudo
Gênero Telecomunicações
Fundação 15 de abril de 2012 (10 anos)
Sede São Paulo, SP
Área(s) servida(s) Todo o Brasil
Proprietário(s) Telefônica Brasil
Produtos Televisão por assinatura
Antecessora(s)
Website oficial Sítio Oficial

Em dezembro de 2012, a empresa contabilizou 598.837 clientes,[2] ficando na quarta colocação dentre as operadoras de TV por assinatura do país. Em março de 2015, contabilizou[3] 780 mil clientes, e em janeiro de 2017, contabilizou 1,61 milhões.

HistóriaEditar

Em 2007, a Telefônica lançou seu serviço de TV por Assinatura via satélite no Brasil, com o nome de Telefônica TV Digital, restrito somente ao estado de São Paulo.[4][5] Em 2011, houve o lançamento do sinal em alta definição (HD),[6] e no mesmo ano a Telefônica adquiriu parte da TVA, que operava por cabo, fibra e MMDS.[7] No ano seguinte, é anunciado a fusão das operações da TVA com a Telefônica TV Digital e a Fibra TV sob uma única marca, chamada Vivo TV, [8] além da compra total da TVA que ainda pertencia a Abril. Em 2016, após a compra da GVT pela Telefônica, as operações de TV por assinatura da primeira passaram a se chamar Vivo TV,[9] coincidindo assim com a expansão das operações via satélite para todo o Brasil, com dois satélites (Intelsat 34 herdado da GVT e Amazonas 4).

Em 2019, foi encerrada a venda de pacotes de TV via satélite (DTH).[10]

Em junho de 2022, é anunciado o fim de ambas operações via satélite, ficando somente as operações por fibra óptica e IPTV.[11]

Referências

  1. Daniel Castro; Vilson Malacrida (2 de março de 2012). «Telefônica TV e TVA mudam nome para Vivo TV a partir de abril». R7. Consultado em 2 de março de 2012 [ligação inativa] 
  2. «TV paga alcança 15,9 milhões de domicílios em novembro». Globo.com. Época Negócios, Estadão. 21 de dezembro de 2012. Consultado em 27 de janeiro de 2013 
  3. «Mercado de TV paga fecha fevereiro com 19,7 milhões de assinantes». Teletime. Teletime. 30 de março de 2015. Consultado em 3 de junho de 2015 [ligação inativa] 
  4. Redação (27 de junho de 2007). «TV Digital da Telefônica chega em julho no Brasil». TELETIME News. Consultado em 4 de junho de 2022 
  5. «Telefônica lança pacote de TV com canais Globosat». TeleSíntese. 1 de outubro de 2007. Consultado em 4 de junho de 2022 
  6. «Telefônica TV Digital HD chega ao mercado». ADNEWS. 2 de maio de 2016. Consultado em 4 de junho de 2022 
  7. Brigatto, Gustavo (21 de outubro de 2011). «Telefônica anuncia interesse na compra de ações da Lemotree e GTR-T». Valor Econômico. Consultado em 27 de janeiro de 2013 
  8. «Vivo integrou os serviços de TV por assinatura da Telefônica TV e TVA». Minha Operadora. 19 de abril de 2012. Consultado em 4 de junho de 2022 
  9. GVT deixa de existir e se torna oficialmente parte da Vivo
  10. «Vivo irá encerrar serviço de TV por assinatura via satélite (DTH)». Minha Operadora. 1 de junho de 2022. Consultado em 4 de junho de 2022 
  11. «Vivo irá encerrar serviço de TV por assinatura via satélite (DTH)». Minha Operadora. 1 de junho de 2022. Consultado em 4 de junho de 2022 

Ligações externasEditar