Vladimir I de Quieve

Vladimir I ou Valdemar I, dito o Grande, (em antigo eslavo oriental: Володимѣръ Свѧтославичь, Volodiměrъ Svętoslavičь; em nórdico antigo: Valdamarr gamli; c. 958 – 15 de julho de 1015, Berestove) foi príncipe da Novogárdia (970), grão-príncipe de Quieve e governante dos rus' de Quieve de 980 até 1015. É considerado santo pelas Igrejas Ortodoxa e Católica por seu papel na cristianização da Rússia de Quieve.[1]

Vladimir
Vladimir e Raguenilda (1770).
Grão-príncipe de Quieve
Reinado 11 de junho de 98015 de julho de 1015
Antecessor(a) Jaropolco I
Sucessor(a) Esvetoslau I
Príncipe de Novogárdia
Reinado 969 — ca. 977
Predecessor Esvetoslau I
Sucessor Jaropolco I
 
Cônjuge Alógia
Raguenilda de Polócia
Adela
Malfrida
Ana Porfirogênita
Neta de Otão, o Grande
Descendência Iziaslau da Polócia
Jaroslau I, o Sábio
Mistislau I de Czernicóvia
Bóris
Glebo
Maria Dobroniega de Quieve
Ágata (possivelmente)
Dinastia Ruríquida
Nascimento 958
  Budiatichi
Morte 15 de agosto de 1015
  Berestove, hoje parte de Quieve
Enterro Igreja dos Dízimos, Quieve
Pai Esvetoslau I
Mãe Malucha
Religião Cristianismo niceno (desde 988)

Reino de QuieveEditar

Chegada no trono de QuieveEditar

Após a morte em 972 do príncipe Esvetoslau, Jaropolco governa Quieve. Em 977, uma guerra civil eclodiu entre Jaropolco e seu irmão Olegue. Em 975, o filho do governador Sueneldo, caçando nas terras de Drevlyansky, foi morto por Olegue. Em resposta, Sueneldo pediu a Jaropolco para iniciar uma guerra contra seu irmão, o que ele fez; durante a campanha de Jaropolco, Olegue foi morto e Vladimir com esta notícia partiu para as terras varangianas. Tendo reunido um exército lá, ele voltou a Novgorod, expulsando Jaropolco[2].

Referências

  1. Vladimir Sviatoslavich FMG (em inglês).
  2. Повесть временных лет [Povest' Vremennykh Let]