Voo Rico Linhas Aéreas 4815

Voo 4815 da Rico Linhas Aéreas
Acidente aéreo
Um Embraer EMB 120 Brasilia, similar à aeronave envolvida no acidente
Sumário
Data 14 de maio de 2004
Causa Desconhecida
Local Floresta Amazônica, perto do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Manaus, Brasil
Origem Aeroporto de São Paulo de Olivença, São Paulo de Olivença, Brasil
Escala Aeroporto Regional de Tefé, Tefé, Brasil
Destino Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Manaus, Brasil
Passageiros 30
Tripulantes 3
Mortos 33 (todos)
Sobreviventes 0
Aeronave
Modelo Embraer EMB 120 Brasilia
Operador Brasil Rico Linhas Aéreas
Prefixo PT-WRO

O voo 4815 da Rico Linhas Aéreas foi uma rota doméstica regular de passageiros, entre São Paulo de Olivença, no norte do Brasil, e Manaus, capital do Amazonas. Em 14 de maio de 2004, enquanto se aproximava para pouso, a aeronave que operava o voo caiu na densa floresta amazônica. Todos a bordo foram mortos.[1] É o acidente mais mortal envolvendo esse modelo de avião e a companhia aérea, superando o voo 4823, que havia ocorrido 2 anos antes.

AeronaveEditar

O voo era operado por um Embraer EMB 120 Brasília, com o prefixo PT-WRO e equipado com dois motores Pratt & Withney Canada PW118. Transportava 30 passageiros e 3 tripulantes, todos brasileiros. A aeronave tinha feito seu primeiro voo em 1998 e, com o acidente, sofreu danos irreparáveis que impediram-na de voar.

AcidenteEditar

A vinte milhas náuticas do pouso no Aeroporto Internacional de Manaus/Eduardo Gomes, enquanto a aeronave seguia o padrão de aterrissagem, o controle de tráfego aéreo vetorou o avião para a esquerda, fora da rota de aproximação, com o intuito de dar espaço a um voo médico prioritário. Naquele horário, o tempo meteorológico era bom. Às 18:34, o voo 4815 estava a 2.000 pés, quando emitiu seu último contato e desapareceu do radar. O controlador de tráfego tentou restaurar a comunicação com o avião, mas não foi bem sucedido. Uma equipe de busca e resgate foi montada e mais tarde encontrou restos humanos e fragmentos de avião espalhados perto do aeroporto. Todas as 33 pessoas a bordo foram mortas no acidente. Testemunhas oculares relataram ter visto uma bola de fogo caindo durante o acidente.[2]

Referências

  1. Brasil, Aviação (15 de maio de 2004). «Avião Brasília da Rico Linhas Aéreas cai em Manaus - Portal Aviação Brasil». aviacaobrasil.com.br. Consultado em 7 de novembro de 2019 
  2. «Accident description PT-WRO». Aviation Safety Network