WEC 46: Varner vs. Henderson
Detalhes
Promoção World Extreme Cagefighting
Data 02010-01-10 10 de janeiro de 2010
Local ARCO Arena
Cidade Estados Unidos Sacramento (Califórnia)
Público 10,027
Arrecadado $550,000
Cronologia
WEC 45: Cerrone vs. Ratcliff WEC 46: Varner vs. Henderson WEC 47: Bowles vs. Cruz

O WEC 46: Varner vs. Henderson foi um evento de MMA, promovido pelo World Extreme Cagefighting, ocorrido dia 02010-01-10 10 de janeiro de 2010 no ARCO Arena em Sacramento (Califórnia). [1]

HistóriaEditar

Mark Hominick era esperado para enfrentar Yves Jabouin no evento, mas Jabouin foi obrigado a se retirar devido a uma lesão. Seu substituto foi o recém chegado Bryan Caraway. Hominick e Jabouin se enfrentaram mais tarde no WEC 49.

Wagnney Fabiano era esperado para enfrentar Frank Gomez, mas Gomez teve que se retirar devido a uma lesão e seu subtítuto foi Clint Godfrey. A luta entre Fabiano e Gomez foi remarcada para o WEC 49.

Eddie Wineland enfrentaria Rafael Rebello e o estreante George Roop enfrentaria Jesse Moreng. Após Rebello e Moreng se retirarem do card, em vez de contratar novos adversários, Wineland e Roop se enfrentaram.

Dave Jansen e Bendy Casimir se enfrentariam no evento, só que mais tarde foi confirmado que o adversário de Jansen seria Kamal Shalorus.

Card do EventoEditar

Card PreliminarEditar

Campuzano venceu por Decisão Unânime (30–26, 30–27 e 30–27).
Wineland venceu por Decisão Unânime (30–27, 30–27 e 30–27).
Hominick venceu por Finalização (triângulo com armbar) at 3:48 of round 1. Essa luta foi ao ar na transmissão.
Fabiano venceu por Decisão Unânime (30–27, 30–27 e 30–27).
Valencia venceu por Decisão Dividida (29–28, 28–29 e 29–28).

Card PrincipalEditar

Taurosevičius venceu por Decisão Unânime (29–28, 29–28 e 29–28).
Brown venceu por Finalização (mata leão) aos 1:54 do primeiro round.
Shalorus venceu por Decisão Unânime (30–27, 30–27 e 29–28).
Faber venceu por Finalização (mata leão) aos 3:49 do terceiro round.[2]
Henderson venceu por Finalização (guilhotina em pé) aos 2:41 do terceiro round e se tornou o Campeão Incontestável do WEC.

Referências