Waldir Freitas Oliveira

Waldir Freitas Oliveira (Salvador, 17 de fevereiro de 1929Salvador, 17 de junho de 2021) foi um historiador, ensaísta e professor, brasileiro, imortal da cadeira número 18 da Academia de Letras da Bahia, fundador da Revista Afro-Ásia [1][2][3][1]

Waldir Freitas Oliveira
Nascimento 17 de fevereiro de 1929
Salvador
Morte 17 de junho de 2021 (92 anos)
Salvador,
Nacionalidade Brasileiro
Ocupação historiador, professor e escritor

BiografiaEditar

Filho de Arlindo de Oliveira e Angelina Freitas de Oliveira nasceu em Salvador, a 17 de fevereiro de 1929. [2] [3]

Fez seus estudos primários, em casa, em curso particular. Cursou o ginásio no Instituto Baiano de Ensino e o curso colegial, no Curso Clássico do então chamado Colégio da Bahia (hoje Colégio Central da Bahia). [2] [3]

Graduou-se pela Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia, a 9 de dezembro de 1950 e obteve os graus de Bacharel e Licenciado em Geografia e História, pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA, em dezembro de 1955. [2] [3]

Na Universidade Federal da Bahia, exerceu o cargo de Diretor, de 1961 a 1972, do Centro de Estudos Afro-Orientais, do qual foi um dos seus fundadores, ao lado do Prof. George Agostinho da Silva, em 1959. [2] [3] [1]

Em dezembro de 1965, fundou a Revista Afro-Ásia, periódico de referência para os estudos do Centro de Estudos Afro-Orientais da Universidade Federal da Bahia e que continuou por várias décadas sendo publicado pelo CEAO. [2] [3] [1]

Além de ensinar em diversos colégios de Salvador e na Universidade Católica, Waldir Freitas de Oliveira exerceu o jornalismo, como colaborador, em A Tarde e no Jornal da Bahia, atuando como cronista semanal, como editorialista e redator de tópicos, também havendo publicado, ao longo de doze anos, numerosos artigos assinados. [3] [1]

Faleceu em Salvador no dia 17 de junho de 2021. [3] [2]

Referências

  1. a b c d e Dos Reis, Luiza Nascimento (2009). O que a Afro-Ásia tem? África na revista do Centro de Estudos Afro-Orientais (1965-1995) (PDF) (Tese). Salvador: Universidade Federal da Bahia. Consultado em 4 de março de 2021 
  2. a b c d e f g «Maria Bethania é eleita para a Academia de Letras da Bahia, sucederá Waldir Freitas Oliveira». CORREIO BRAZILIENSE. 9 de novembro de 2021. Consultado em 9 de novembro de 2021 
  3. a b c d e f g h «Waldir Freitas Oliveira - nota de pesar». UFBA. 9 de novembro de 2021. Consultado em 9 de novembro de 2021 
  Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.