Abrir menu principal
Walter Gilbert
Nascimento 21 de março de 1932 (87 anos)
Boston
Nacionalidade Estadunidense
Prêmios Prêmio NAS de Biologia Molecular (1968), Prêmio Charles-Leopold Mayer (1977), Prêmio Albert Lasker de Pesquisa Médica Básica (1979), Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1980)
Orientador(es) Abdus Salam
Orientado(s) George Church
Campo(s) Física e bioquímica

Walter Gilbert (Boston, 21 de março de 1932) é um físico e bioquímico americano.[1]

Índice

BiografiaEditar

Estudou física, química e matemática na Universidade de Harvard. Posteriormente realizou seu doutorado em matemática pela Universidade de Cambridge, onde foi decano de física teórica, e em bioquímica em Harvard, onde foi nomeado professor de biologia molecular.[2]

Investigações científicasEditar

Sua contribuição na determinação das seqüências de bases dos ácidos nucleicos lhe valeu o Nobel de Química de 1980, que compartilhou com seu compatriota Paul Berg e o britânico Frederick Sanger.[2]

Gilbert e Sanger foram premiados por seu trabalho pioneiro na determinação da seqüência de nucleotídeos dos ácidos nucléicos. Walter Gilbert também propôs, pela primeira vez, a hipótese do "mundo ARN" para a origem da vida, modelo proposto por Carl Woese en 1967.

É co-fundador da empresa de biotecnologia Biogen Idec, de cujo conselho diretor foi o primeiro presidente.[2]

Dissidência com respeito à SIDA (AIDS)Editar

Walter Gilbert é um dos cientistas que negam a existência do vírus HIV, pois considera que Peter Duesberg está correto em suas posições "heterodoxas" com respeito à enfermidade.[3]

Peter Duesberg é um cientista alemão, radicado nos EUA, que recebeu várias premiações científicas, por mapear os genes dos retrovírus e por seus estudos sobre o vírus da gripe. Duesberg afirma categoricamente que o HIV (vírus da imunodeficiência adquirida) não se relaciona com a SIDA (AIDS), causada por diversos outros motivos relacionados ao colapso do sistema imunológico.

Citações de Walter Gilbert sobre Peter Duesberg: *"Duesberg está absolutamente certo ao decidir que a SIDA (AIDS) não é provocada pelo vírus HIV. Não há modelo animal para a SIDA e, sem modelo animal, um não pode estabelecer os postulados de Koch (para provar o papel de algo que se suspeita que é patógeno)". * "A comunidade científica em seu conjunto não escuta pacientemente os críticos que adotam pontos de vista alternativos. Ainda que a grande lição da história é que o conhecimento se desenvolve através do conflito entre pontos de vista".

ReferênciasEditar

  1. «The Nobel Prize in Chemistry 1980». NobelPrize.org (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2019 
  2. a b c «Walter Gilbert | American biologist». Encyclopedia Britannica (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2019 
  3. Cohen, Jon (9 de dezembro de 1994). «The Duesberg phenomenon». Science (em English). Consultado em 7 de junho de 2019 

Ligações externasEditar