"Wear My Kiss"
Single de Sugababes
do álbum Sweet 7
Lançamento 21 de fevereiro de 2010 (2010-02-21)
Formato(s)
Gravação
Gênero(s)
Duração 3:44
Gravadora(s)
Composição
Produção Fernando Garibay
Cronologia de singles de Sugababes
"About A Girl"
(2009)
"Freedom"
(2011)

"Wear My Kiss" é uma canção do girl group britânico Sugababes, lançado como terceiro e último single do sétimo e último álbum de estúdio do grupo Sweet 7 (2010). Também atua como o último oficial da banda antes de se dissolverem em 2011. Foi escrito por Fernando Garibay, Bruno Mars, Philip Lawrence e The Jackie Boyz e produzido por Garibay. O desenvolvimento da música começou enquanto as Sugababes viajavam para os Estados Unidos durante abril de 2009 no qual elas trabalharam com vários produtores de alto perfil. A música foi re-gravada para apresentar os vocais de Jade Ewen, após a saída repentina de Keisha Buchanan em setembro de 2009. "Wear My Kiss" é uma música pop uptempo que faz referência aos itens que compõem a roupa de um homem.

Muitos críticos elogiaram a música como amigáveis para tocar nas rádios e cativante, embora alguns considerassem ela um pouco inspiradora e médiana. O single ficou entre os dez melhores nas paradas do Reino Unido, Irlanda e Escócia, também entrou na República Tcheca e na Eslováquia. Seu videoclipe foi dirigido por Martin Weisz em dezembro de 2009. O efeito da tela verde foi usado para produzir as cenas do vídeo, que incluem clones das integrantes do grupo. Críticos elogiaram o vídeo por seu conceito futurista. As Sugababes cantaram "Wear My Kiss" no evento de arrecadações de fundos Fight Cervical Cancer in Style, no Eurovision: Your Country Needs You e no Chester Rocks em 2011.

Desenvolvimento e composiçãoEditar

Em abril de 2009, As Sugababes viajaram para os Estados Unidos para trabalhar em seu sétimo álbum de estúdio, Sweet 7.[1] Elas assinaram um acordo de gravação com o produtor discográfico de Jay Z, Roc Nation, que resultou em colaborações com produtores de alto nível, incluindo Stargate e RedOne.[1] "Wear My Kiss" foi escrito por Fernando Garibay, Bruno Mars, Philip Lawrence, Carlos Battey e Steven Battey, os dois últimos conhecidos coletivamente pelo nome artístico The Jackie Boyz.[2] Garibay produziu a música, gravou os vocais das Sugababes, forneceu a instrumentação da faixa e completou sua programação e arranjo.[2] O Jackie Boyz fornece vocais de fundo para a música.[2] Dave Pensado mixou "Wear My Kiss" no Larrabee Sound Studios em North Hollywood, Califórnia; AJ Nunez foi o assistente.[2] Produção vocal adicional foi fornecida por Mike Stevens e Marcus Byrne, enquanto uma mixagem vocal adicional foi completada por Jeremy Wheatley no TwentyOne Studios, em Londres, com a assistência de Richard Edgeler.[2] "Wear My Kiss" foi gravado e rastreado nos F2 Studios em Hollywood, Califórnia.[2]

"Wear My Kiss" é uma música pop uptempo.[3] David Balls do Digital Spy, descreveu isso como "um pedaço de pop-uptempo".[3] A música é composta por batidas "espessos", versos "sexy" e letras "obcenas".[4] O refrão apresenta um gancho 'da-da-da',[3][5] que de acordo com Al Fox da BBC Music é tão evocativo quanto o single "Hole in the Head" de 2003.[6] Andy Gill, do The Independent, observou que a música mostra as Sugababes "efetivamente subjugadas ao status de acessórios"; Liricamente, as cantoras se comparam a uma gravata, relógio e sapatos de um homem.[7] Durante o pré-gancho, a integrante do grupo Heidi Range canta: "Eu" sou apenas uma coisa muito bonita / Isso fará com que você queira cantar / Faça você querer comprar um anel"."[8] "Wear My Kiss" é uma reminiscência de músicas interpretadas pelo grupo britânico Girls Aloud e pela artista americana Lady Gaga.[9][10]

LançamentoEditar

Em setembro de 2009, surgiu a especulação de que a integrante do grupo Amelle Berrabah, estava prestes a deixar os Sugababes, após relatos de inúmeras brigas com a outra integrante da banda Keisha Buchanan.[11][12] No entanto, foi anunciado em 21 de setembro de 2009 que Buchanan, a única integrante original do grupo, havia oficialmente deixado os Sugababes.[13] Buchanan esclareceu a sua saída brusca em sua conta oficial no Twitter, escrevendo: "Estou triste em dizer que não sou mais uma parte dos Sugababes ... Embora não tenha sido por minha escolha sair, é hora de entrar em um novo capítulo na minha vida...Às vezes, a quebra de comunicação e a falta de confiança pode resultar em muitas coisas diferentes".[14] Buchanan foi substituída pela ex-competidora do Eurovision Jade Ewen.[13] Como resultado da mudança na formação do grupo, "Wear My Kiss" foi re-gravado para a incluir os vocais da nova membro Ewen e a remoção dos vocais da ex-integrante.[15]

Em outubro de 2009, foi relatado que "Wear My Kiss" seria lançado como o terceiro single do Sweet 7 em 8 de fevereiro de 2010.[16] A música foi lançada no Reino Unido e na Irlanda em 21 de fevereiro de 2010 como download digital e, como CD single no dia seguinte.[17] Durante uma entrevista com David Balls do Digital Spy, a membro do grupo Heidi Range explicou o motivo do lançamento da música como o terceiro single do álbum, dizendo: "Foi uma boa resposta do rádio e dos nossos fãs no site. Também é bastante apropriado como lançamento em torno do Dia dos Namorados - há muitos beijos acontecendo então!"[17] "Wear My Kiss" foi remixado pela equipe de produção britânica 7th Heaven.[18]

RecepçãoEditar

CriticaEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Digital Spy      [19]

"Wear My Kiss" recebeu críticas mistas de críticos. Al Fox da BBC Music, descreveu isso como "um brilho brilhante" entre as outras faixas do álbum.[6] Alice Wyllie, do The Scotsman e David Balls do Digital Spy, chamou a música de amigável ao rádio, enquanto o último descreveu que a faixa "soa mais confortavelmente Sugababes" do que os dois singles anteriores do grupo, "Get Sexy" e "About a Girl".[3][20] Balls elogiou o gancho como aquele que "gruda em seu cérebro como estilhaços".[3] Um escritor do Daily Record, compartilhou uma opinião semelhante, escrevendo: "O grande gancho cantado não desaparecerá uma vez que estiver na sua cabeça".[21] Andy Gill, do The Independent, considerou "Wear My Kiss" como uma das melhores faixas do álbum e observou que ela reforça "uma forma covarde de auto-objetificação extrema".[7] Caroline Sullivan, do The Guardian, observou que, enquanto o álbum era significativamente americanizado, "Wear My Kiss" havia "escapado com alguma originalidade peculiar intacta".[22] Khaleej Times escreveu que a canção prova que os Sugababes são "briguentas e sedutoras como sempre" e elaborados, "o industrialismo de corte de vidro da faixa de apoio desmente a dedicação do trio aos pontos de contato permanentes da música pop".[8]

Johnny Dee da Virgin Media chamou-a de uma das faixas mais importantes do Sweet 7, mas, ao contrário, sentiu que "retirar os vocais da sua ex-membro poderia ser por absolutamente qualquer um".[23] Gavin Martin, do Daily Mirror, chamou a música de um "lutador suado mas sem inspiração",[24] enquanto o escritor do Daily Mail, Danny McElhinney, a considerou mediano.[25] Um crítico do The Visitor, considerou "Wear My Kiss" como "macio" em comparação com o material antigo do grupo que ele descreveu como "fetiche pop, sensual".[26] Fraser McAlpine da BBC Music, deu à música uma classificação de duas estrelas fora de cinco estrelas e criticou a falta de coesão entre os vocais do grupo, bem como a natureza fórmica da canção.[27]

ComercialEditar

"Wear My Kiss" estreou e atingiu o número sete no UK Singles Chart para a emissão de 6 de março de 2010, com vendas de 38.209.[28] Tornou-se o terceiro single consecutivo do top 10 e décimo oitavo single top 10 em geral.[29] Sweet 7, também se tornou o primeiro álbum das Sugababes desde Taller in More Ways (2005), a ter três singles no top 10.[30] A música estreou e atingiu o número nove no Irish Singles Chart, tornando-se o nono top 10 dos Sugababes na Irlanda. "Wear My Kiss" estreou no número quatro no Scottish Singles Chart na edição de 6 de março de 2010. A música estreou e atingiu o pico no número 47 na Czech Singles Chart, onde traçou oito semanas. Foi menos bem sucedido no Slovakian Singles Chart e atingiu o pico no número 73. O desempenho comercial da música em toda a Europa permitiu que ele aparecesse no quadro European Hot 100 Singles, onde atingiu o pico de número 27.

VideoclipeEditar

O videoclipe de "Wear My Kiss" foi dirigido por Martin Weisz em dezembro de 2009.[31] Weisz também dirigiu o vídeo da música para o single anterior do grupo "About a Girl".[32] O clipe para "Wear My Kiss" cogitava-se ser lançado no início de janeiro de 2010, embora uma pré-visualização tenha sido lançada em 11 de janeiro de 2010 em vez disso.[33] O clipe foi lançado na iTunes Store em 12 de março de 2010.[34] A tela verde foi usada para produzir a cena, em que as Sugababes ficaram à frente de uma projeção de suas imagens geradas por computador.[33] As três integrantes usavam vestidos similares de cor azul, rosa e vermelho.[33] Ela se concentra principalmente mostra as cantoras dançando diante de uma multidão de clones de si mesmas.[33] Ewen falou sobre a experiências de filmagem do videoclipe com First News, dizendo:

É tão legal!, No dia em que estávamos filmando, simplesmente não conseguíamos imaginar como seria. Nós estávamos literalmente em uma sala e tinha que imaginar que haveria clones nossos - um mar de Sugababes e pensamos como: "Oh, como eles vão fazer isso?", Quando você vê finalizado, é uma sensação realmente incrível.[35]

O videoclipe começa com Amelle Berrabah cantando o primeiro verso, em que os objetos aparecem no fundo em referência às letras, incluindo uma gravata dourada e prata. Quando Range canta as linhas "fazem você querer comprar um anel", um diamante aparece em segundo plano. Durante o refrão, clones das integrantes da banda aparecem enquanto elas estão dançando. Durante o verso de Ewen, sua referência aos sapatos leva um par de saltos altos verdes a emergir em segundo plano. O grupo começa a dançar juntas no refrão, enquanto os clones delas aparecem novamente. O vídeo termina com as Sugababes dançando ao fazer um gesto de mão para representar um "beijo".[33] Ann Lee, do Metro, descreveu o clipe como "futurista".[33] Nick Levine da Digital Spy elogiou o vídeo como um "recheio absoluto".[36]

Performances ao vivoEditar

As Sugababes promoveu "Wear My Kiss" em 26 de janeiro de 2010 com três aparições na televisão.[37] No dia seguinte, o trio performou a faixa no concerto Fight Cervical Cancer in Style.[38] Um escritor de Belfast Telegraph descreveu seu desempenho como "altamente energético".[38] Fight Cervical Cancer in Style, um evento de evento de arrecadações de caridade, foi realizado em Koko, em Londres, pelo Jo's Trust para aumentar a conscientização sobre a prevalência de câncer cervical entre as mulheres.[38] Berrabah falou sobre a importância deste problema de saúde no palco:

Nós somos tão apaixonados por essa causa e pedimos que as meninas reduzam seus riscos de câncer de colo do útero - não tínhamos ideia de como prevenir o câncer de colo do útero e, na verdade, sempre pensamos que era genético, mas ao participar dessa campanha, agora percebemos que é sexualmente transmitido. Ao liderar um estilo de vida saudável, ir para pegações regulares e ter uma vacinação, você pode ajudar a reduzir os riscos enormemente.[38]

A banda interpretou "Wear My Kiss" durante um show em março de 2010 no Supperclub, em Londres.[39] Um jornalista da Daily Star, escreveu: "Em seu super-mini vestido de lantejoulas, Jade Ewen, entra naturalmente, assim como o mais novo single 'Wear My Kiss' entra no repertório do sugababes".[39] Elas cantaram a música no Eurovision: Your Country Needs You em 12 de março de 2010.[40][41] A música foi cantada imediatamente antes do vencedor do show ser anunciado.[42] As Sugababes cantaram "Wear My Kiss" em Chester Rocks em 2 de julho de 2011 como parte da set list, que incluiu os singles número um "Freak Like Me", "Hole in the Head" e "Push the Button".[43]

FaixasEditar

Desempenho nas paradasEditar

Posições semanaisEditar

Chart (2010) Maior
posição
Escócia (Official Charts Company)[46] 4
Eslováquia (IFPI)[47] 73
Europa (Billboard Hot 100 Singles)[48] 27
Irlanda (IRMA)[49] 9
Reino Unido (Official Charts Company)[30] 7
República Tcheca (Rádio Top 100)[50] 49

Referências

  1. a b Mills, Scott (28 de novembro de 2017). «Sugababes reveal all their gossip». Newsbeat. BBC. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2012 
  2. a b c d e f Sweet 7 (album). Universal Island Records. 2010 
  3. a b c d e Balls, David (28 de novembro de 2017). «Sugababes: 'Wear My Kiss'». Digital Spy. Hearst Magazines. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2012 
  4. «On the Record». South Wales Echo. Trinity Mirror. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017 
  5. «7 Tunes». Sunday Mail. Trinity Mirror. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017 
  6. a b Fox, Al (28 de novembro de 2017). «Sugababes Sweet 7 Review». BBC Music. BBC. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2012 
  7. a b Gill, Andy (28 de novembro de 2017). «Album: Sugababes, Sweet 7 (Island)». The Independent. Independent News & Media. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  8. a b «The Saturday Review». Khaleej Times. Galadari Printing and Publishing. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  9. «Album Reviews: Sugababes». The Scotsman. Johnston Publishing. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  10. «This week's must-have, must-see, must-do». Daily Mail. Associated Newspapers. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017 
  11. «Singer Berrabah 'quits Sugababes'». Huddersfield Daily Examiner. Trinity Mirror. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  12. «Sugababes 'split' as Amelle leaves». Stuff. Fairfax New Zealand. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  13. a b Johnson, Chris (28 de novembro de 2017). «Sugababes shoot raunchy video in LA with new member Jade Ewen... a day after Keisha was forced out of band». Daily Mail. Associated Newspapers. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  14. Michaels, Sean (28 de novembro de 2017). «Sugababes' Keisha sacked from band». The Guardian. Guardian News & Media. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  15. Wheeler, Rachael (28 de novembro de 2017). «Sugababe Heidi Range reveals why Keisha Buchanan was kicked out». Daily Mirror. Trinity Mirror. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  16. Balls, David (28 de novembro de 2017). «Sugababes postpone album release». Digital Spy. Hearst Magazines. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2012 
  17. a b Balls, David (28 de novembro de 2017). «Sugababes». Digital Spy. Hearst Magazines. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2012 
  18. a b «Wear My Kiss – Single – Sugababes». iTunes Store. Apple. Consultado em 2 de Janeiro de 2011 }
  19. [1]
  20. Wyllie, Alice (28 de novembro de 2017). «Interview: Sugababes – Band or a brand?». The Scotsman. Johnston Publishing. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  21. «7 Tunes». Daily Record. Trinity Mirror. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017 
  22. Sullivan, Caroline (28 de novembro de 2017). «Sugababes: Sweet 7». The Guardian. Guardian News & Media. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  23. Dee, Johnny (28 de novembro de 2017). «Sugababes: Sweet 7 review». Virgin Media. Virgin Group. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2012 
  24. Martin, Gavin (28 de novembro de 2017). «Singles». Daily Mirror. Trinity Mirror. Consultado em 28 de novembro de 2017 
  25. McElhinney, Danny (28 de novembro de 2017). «CDs». Daily Mail. Associated Newspapers. Consultado em 28 de novembro de 2017 
  26. «Kiss best of Sugababes goodbye». The Visitor. Johnston Publishing. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  27. McAlpine, Fraser (28 de novembro de 2017). «Sugababes – 'Wear My Kiss'». BBC Chart Blog. BBC. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2012 
  28. «Derulo and GaGa take chart honours». Music Week. Intent Media. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2013 
  29. «R&B singer Derulo knocks Haiti single off top slot». BBC News. BBC. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  30. a b «Sugababes». Official Charts Company. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  31. «Sugababes' Wear My Kiss by Martin Weisz». Promo News. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Arquivado do original em 17 de novembro de 2012 
  32. «Sugababes' You Don't Know About A Girl by Martin Weisz». Promo News. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Arquivado do original em 17 de novembro de 2012 
  33. a b c d e f Lee, Ann (28 de novembro de 2017). «Sugababes go back to the future in sexy Wear My Kiss music video». Metro. Associated Newspapers. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  34. «Wear My Kiss – Sugababes». iTunes Store (GB). Apple. Consultado em 28 de novembro de 2017 
  35. «First News interview Sugababes». First News. Newsbridge. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  36. Levine, Nick (28 de novembro de 2017). «Now that's what we call a Sugababes video!». Digital Spy. Hearst Magazines. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2012 
  37. Lyons, Beverley (28 de novembro de 2017). «I'm not on verge of another burnout, says Amelle Berrabah of the Sugababes». Daily Record. Trinity Mirror. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  38. a b c d «Sugababe Heidi rips dress at gig». Belfast Telegraph. Independent News & Media. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  39. a b «Gig review: Sugababes, Supperclub, London». Daily Star. Northern and Shell. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  40. «Eurovision: Teenager to represent UK in Oslo». The Daily Telegraph. Telegraph Media Group. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  41. Wright, Jade (28 de novembro de 2017). «Tonight's TV». Liverpool Echo. Trinity Mirror. Consultado em 28 de novembro de 2017 
  42. Balls, David (28 de novembro de 2017). «Sugababes confirmed for Eurovision show». Digital Spy. Hearst Magazines. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2012 
  43. «Win tickets to see Sugababes PLUS meet them backstage». Daily Post. Trinity Mirror. 28 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 28 de novembro de 2017 
  44. «Wear My Kiss: Sugababes». Amazon (UK). Consultado em 2 de Janeiro de 2011. Cópia arquivada em 2 de Janeiro de 2011 }
  45. «Wear My Kiss – EP – Sugababes». iTunes Store. Apple. Consultado em 2 de Janeiro de 2011 }
  46. «Archive Chart» (em inglês). Scottish Singles Top 40. Consultado em 17 March 2011.
  47. «SNS IFPI» (em eslovaco). Hitparáda – Radio Top100 Oficiálna. IFPI República Checa. Nota: inserir 201004 na pesquisa. Consultado em 17 March 2011.
  48. «Sugababes Album & Song Chart History». European Hot 100 for Sugababes. Prometheus Global Media. Consultado em 28 de dezembro de 2017  templatestyles stripmarker character in |obra= at position 1 (ajuda)
  49. «Chart Track» (em inglês). Irish Singles Chart. GfK. Consultado em 17 March 2011.
  50. «ČNS IFPI» (em tcheco). Hitparáda – Radio Top 100 Oficiální. IFPI República Checa. Nota: inserir 201011 na pesquisa. Consultado em 17 March 2011.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um single de Sugababes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.