Wikipédia Discussão:Como editar artigos sobre religião

Discussões ativas

Editores habituais de artigos sobre religiãoEditar

Alguns usuários são editores habituais de artigos de temática religiosa devido ao seu interesse e conhecimento da matéria. Abaixo alistam-se alguns a quem os novos usuários poderão consultar, caso o entendam. Outros poderão acrescentar o seu nome à lista se o desejarem, indicando assim o seu interesse na temática. Sugere-se que os nomes de usuário sejam colocados por ordem alfabética, indicando com um "I" o seu Interesse em religião e com um "C" o seu Conhecimento de assuntos religiosos.

     

Limitação para os artigos de doutrina religiosaEditar

O texto seguinte foi movido de: Esplanada propostas Lusitana 10:26, 26 Abril 2007 (UTC)

Apesar de evitar me envolver no assunto. Tenho visto um crescimento exagerado de artigos doutrinários. Por exemplo, os artigos Cristadelfianos e o Reino de Deus, Cristadelfianos e o Retorno de Jesus Cristo e Doutrinas dos Cristadelfianos não poderiam ser um só? Isso valeria para todas as outras crenças cristãs. Se toda a doutrina, de todas as crenças cristãs vier para a wiki...

Não tenho nada contra aqueles que se devotam a sua fé. Mas já temos centenas de páginas que nada dizem, pelo menos eu não encontro utilidade para elas. Se for uma posição do grupo que assim deva ser tudo bem, mas acredito que a maioria não pensa assim. Por isso, resolvi fazer esta consulta... Caso aprovada, vamos levar para PE cada caso para resumo, se necessário, e FUSÃO. --Abrivio 04:00, 15 Abril 2007 (UTC)

  • Opiniões:

  Concordo António 20:02, 15 Abril 2007 (UTC) De facto ninguém irá sequer procurar artigos escrevendo o nome de uma certa doutrina mas sim o nome da crença a que se refere. Os exemplos que dá acima são evidentemente "capítulos" que deveriam estar integrados num único artigo.

  Concordo TheMente D C 21:39, 15 Abril 2007 (UTC)

  Concordo E com saudades de uma wikipédia laica. -- Clara C. 06:39, 16 Abril 2007 (UTC)

  Concordo João Sousa msg 10:59, 16 Abril 2007 (UTC)

  Concordo Não é enciclopédico *apenas* copiar passagens de um livro considerado sagrado (Bíblia/Torah/etc) para justificar o ponto de vista da religião. Que a parte enciclopédica seja fusionada com outros artigos e o restante mandado para o wikilivros. Giro720 13:19, 16 Abril 2007 (UTC)

  Concordo Penso que as crenças básicas de uma denominação religiosa deveriam permanecer reunidas num artigo sobre Doutrinas, excepto quando uma determinda crença em particular contém tanta informação enciclopédica relevante que se torne mais prático para a leitura abrir um novo artigo. Além disto, deixo outras considerações para reflexão mais abaixo. Steelman MSG 19:52, 26 Abril 2007 (UTC)

  Discordo Não deveríamos buscar reduzir os artigos doutrinários, e sim qualquer artigo em que o conteúdo não seja verificável. Assim, independente de ser de uma doutrina religiosa ou não, se um artigo possui conteúdo de difícil, ou impossível, verificação (como os tantos movimentos separatistas brasileiros que só são conhecidos em blogs e fóruns) este sim deve ser eliminado. Se uma doutrina religiosa pode comprovar a sua autenticidade através de inúmeros textos e conteúdos facilmente verificáveis, porque vamos reprimir este conteúdo? Esta é a minha opinião. Ats, Bruno SL 14:32, 16 Abril 2007 (UTC)

  Discordo A eliminação de textos e artigos não deve ser feita pelo fato de tratarem deste ou daquele assunto, mas em vista da relevância enciclopédica do assunto e do artigo. Os artigos listados acima poderiam ser eliminados por falta de relevância enciclopédica, ou mesmo por falta de conteúdo (já que pelo que vi, por alto, são listas de citações bíblicas), mas não por serem doutrina religiosa. Acredito que artigos desse tipo devam ser tratados caso a caso. --girino 16:21, 16 Abril 2007 (UTC)

Girino, a proposta é avaliar cada caso em separado, como foi dito acima. Vou propor pequenos grupos (três ou quatro) artigos para análise e fusão por vez na PE. Só queria ver a reação da comunidade sobre isso. Os primeiros são esses que citei, conto com sua participação. --Abrivio 15:52, 19 Abril 2007 (UTC)
  • Já q o tema é religião, fico com os budistas, no caminho do meio. Concordo em parte com Abrivio e em parte com Girino. Artigos doutrinários podem ser separados do artigo da religião correspondente em alguns casos, a depender do conteúdo, relevância e verificabilidade dos mesmos. Os artigos q Abrivio citou realmente me parecem q deveriam ser condensados e fundidos com o da religião. Outros casos merecem artigos à parte ou séries de artigos. Vejam, p.ex., como é feito na Wiki-en: [1].--Beto 16:52, 16 Abril 2007 (UTC)
  • Ou entendi mal ou do que se falou acima foi na inutilidade de artigos separados sobre diferentes temas doutrinários de uma certa religião. Isso é multiplicar artificialmente os artigos da wikipédia. Na religião, como em qualquer outro tema em que não seja espectável que o consulente vá procurar pelo sub-tema específico, deve haver um único artigo que agregue o adequado em várias secções. António 17:34, 16 Abril 2007 (UTC)

texto anterior O texto seguinte foi movido de: Esplanada propostas Lusitana 10:26, 26 Abril 2007 (UTC)

Mais algumas considerações para reflexãoEditar

Caros colegas:

Presumo que alguns de vós conhecem a minha profícua actividade em artigos de temática religiosa (apesar de não deixar de participar em muitas outras áreas da Wikipédia). Não posso dizer que deseje uma Wikipédia laica, já que entendo que a religião faz parte da vida e do património da humanidade tendo assim o seu lugar numa enciclopédia. No entanto, concordo que se pode cair facilmente na armadilha de encarar os artigos como veículos doutrinários e não informativos. Aproveitando alguns comentários que tenho vindo a deixar por aí, permitam-me tecer algumas considerações.

A Wikipédia é uma enciclopédia, não um fórum de debate e infelizmente muitos esquecem-se disso. Os artigos sobre religião transformam-se rapidamente em arenas onde se degladiam crenças e argumentos teológicos. No entanto, sou da opinião que, se alguém quer discutir as crenças de outros poderá fazê-lo nas páginas de discussão ou, melhor ainda, directamente com o usuário de quem se discorda. Espera-se portanto que os Artigos mantenham uma visão imparcial mas, ainda assim, oficial. Ou seja, os artigos devem conter informações sobre uma organização, clube desportivo, partido ou até religião, mas do ponto de vista oficial e enciclopédico. A Wikipédia não é jornalismo de opinião!

No entanto, alguém talvez considere que, a bem da pluralidade, as perspectivas controversas também deveriam ser apresentadas. Concordo. Ainda assim, continua a ser evidente que deve permanecer a visão oficial e verificável, sob pena de a maioria ter de se vergar perante uma minoria inexpressiva e irrelevante. Por exemplo, uma religião tem o seu ponto de vista oficial e alguns poderão ser dissidentes críticos. Caso estes sejam em pouco número, não me parece lógico que inflamem os artigos com as suas opiniões divergentes. Considero injusto que a opinião de meia dúzia tenha o mesmo "tempo de antena" de milhões. O caso muda de figura se tais dissidentes forem em número suficiente a ponto de se terem organizado num novo movimento que seja encarado como possuindo carácter enciclopédico. Nesse caso, poderão criar os seus próprios artigos e cá estará a comunidade para os julgar válidos ou não.

Gostaria de recordar as três diretrizes em que o conteúdo da Wikipédia se deve basear:

Recordo o que é referido nas orientações sobre o princípio da imparcialidade:

  • "Assim, deve haver um cuidado redobrado em artigos relacionados a religião. Não deve haver nenhum tipo de adjetivação pejorativa ou preconceito relacionados tanto à religião em questão como a seus praticantes. Os artigos de uma determinada religião devem limitar-se apenas aos fatos relacionados com essa religião."

Parece-me, portanto, ser clara a importância de um artigo informativo e enciclopédico sobre uma denominação limitar-se apenas aos fatos relacionados com essa religião. Um movimento crítico, caso tenha expressão, também poderá ter a sua voz, criando o seu próprio artigo.

Lembro ainda a orientação contida no princípio de não incorporação de pesquisas:

  • "Uma das diretrizes da Wikipédia baseia-se na impossibilidade de usar a enciclopédia como plataforma para a publicação de pesquisas inéditas, ou seja, os artigos não devem conter conceitos, recolha de dados, pesquisas ou teorias que não tenham sido anteriormente publicados em veículos adequados e reconhecidos para o efeito."

Quanto à questão da proliferação de subartigos, entendo que mais informação é melhor do que pouca. No que me diz respeito, tenho aberto novos artigos referentes à religião sobre a qual preferencialmente escrevo por uma questão de estrutura enciclopédica. Ou seja, quando um determinado tema se torna demasiado extenso, parece ser mais prático abrir um novo artigo a partir de uma das suas secções principais. No entanto, parece-me excessivo que cada doutrina tenha o seu próprio artigo, excepto se esta constitui um dos pilares da respectiva denominação e sobre a qual há muito a acrescentar. Dou como exemplo o caso do artigo Santíssima Trindade, que constitui um dos pilares das doutrinas do catolicismo e de outras denominações cristãs. No entanto, entendo que há um claro exagero nos exemplos apontados pelo Abrivio e que deu origem a esta discussão. Um único artigo sobre as doutrinas daquela denominação poderia ser suficiente.

Aqui deixo mais estas considerações para reflexão.

Steelman MSG 19:52, 26 Abril 2007 (UTC)

Uniformização dos nomes de personagens da Bíblia ou de pessoas consideradas santasEditar

discussão em Wikipedia Discussão:Convenção de nomenclatura/Títulos e cargos#Uniformização dos nomes de personagens da Bíblia ou de pessoas consideradas santas. Lusitana 08:46, 15 Maio 2007 (UTC)

Alteração no texto do artigoEditar

Em face da minha exposição um pouco acima nesta página de discussão e no seguimento de outras intervenções em casos polémicos relacionados com artigos de temática religiosa, decidi escrever um conjunto mais adequado de sugestões para a edição de textos desta natureza. Deixo à vossa consideração o meu trabalho, reconhecendo desde já que o texto pode ser melhorado ou mesmo revertido.

Um abraço,

Steelman MSG 19h27min de 1 de Julho de 2007 (UTC)

Novas idéiasEditar

Olá, baseado em uma discussão que tive, percebi a idéia que muitos usuários novos tem quando chegam na wikipédia sobre como deve ser artigos sobre religião e tive algumas idéias que coloquei na página. Baseado em falas como essas:

  • "A bíblia não é confiável, ao menos do ponto de vista científico. A wikipedia não trabalha com pontos de vista religiosos, mas científicos. "Antropocentrismo". Estudo da religião. O que você lê na wikipedia não é uma conversão, mas um estudo. A bíblia não é confiável do ponto de vista científico, mas isso não significa exatamente que ela não possa ser estudada."
  • Mas você deve se lembrar que quando afirma que Maria era virgem antes de casar, que Jesus deu vida à pássaros de barro, entre outros, isso tudo é baseado em fontes absolutamente não confiáveis. Deve-se lembrar ainda que é possível estabelecer uma visão científica sobre quase todos os trechos da bíblia, e eu lhe falo porque sou capaz de fazê-lo.

O usuário se utilizou deste trecho para firmar sua posição: "Segundo este princípio, os artigos da Wikipédia devem ser imparciais, ou seja, devem ser escritos numa forma com a qual ambos (ou todos) os lados envolvidos possam concordar com ele. Por exemplo, ao lidar com temas religiosos, o artigo deve estar escrito de forma a que seguidores da religião em questão, seguidores de outras religiões, ateus e agnósticos possam aceitá-lo."

Diante disso percebi que as pessoas tem uma noção errada do que seja imparcialidade em artigos sobre religião, por isso estou desenvolvendo o texto constante na página principal e espero seus comentários. --RodrigoFera msg 15h58min de 11 de Abril de 2008 (UTC)--RodrigoFera msg 20h16min de 10 de Abril de 2008 (UTC)

Imagem de Jesus e afinsEditar

Até quanto é interessante o uso de imagens (como a utilizada sobre Jesus) em um artigo como este mesmo em tom de brincadeira. Da minha parte, mesmo não vendo problemas, acredito que não é conveniente. Ozymandias (discussão) 12h01min de 9 de abril de 2009 (UTC)

  • Concordo contigo, pois quem é religioso e não é cristão pode ficar revoltado/chateado por não ter uma imagem relacionada com a sua religião, mesmo que seja de brincadeira. E aquela legenda <<Ele deseja paz e harmonia para os wikipedistas de boa vontade>>, relacionada a Jesus, é completamente parcial, pois quem afirma que Jesus ama as pessoas é o cristianismo, mas os usuários de outras religiões ou os que não tem religião, o que irão pensar da frase? Certamente não vão concordar. Realmente não é conveniente. OffsBlink (discussão) 13h40min de 9 de abril de 2009 (UTC)
  • Se o problema é a legenda Offs, mude-a. Béria Lima Msg 19h25min de 9 de abril de 2009 (UTC)
  • Já removi, estava completamente parcial como eu havia dito acima. Quem concorda com a frase são os cristãos, quem não é cristão discorda. Quanto a imagem, não vejo problemas em deixá-la, só questiono tais legendas, como a própria página diz, devemos ser imparcial. Ainda mais tratando de religião, um assunto muito polêmico. OffsBlink (discussão) 20h15min de 9 de abril de 2009 (UTC)
Admito não conseguir ver a parcialidade na frase, pois Jesus ama as pessoas não é ofensivo a qualquer religião, mas se você conseguiu vê-la, então estar certo em mudá-la. Sobre alguém não ter uma imagem relacionada com a sua religião, com eu isso não posso resolver, pois não seria ético brincar com a religião alheia e nem eu não teria conhecimento para fazê-lo, mas se alguém com mais conhecimento quiser fazer não há porque eu me opor.--Econt (discussão) 23h42min de 9 de abril de 2009 (UTC)
Econt, a questão não é se Jesus ama ou não. Se você colocasse uma foto de Muhammad, mesmo sem ofensa, ofenderia um muçulmano comum que não permite imagens do Profeta e de nenhuma pessoa. A questão é que mexer com religião de qualquer forma é perigoso, é tirar algo do seu contexto comum e fazermos uma piada. Se isto estivesse em uma página cristã, não teria problema algum, aqui abre o pressuposto para que alguém utilize a imagem em sentido contrário também. Ozymandias (discussão) 10h20min de 13 de abril de 2009 (UTC)
P.S. Só um exemplo do que quero dizer, e se alguém colocar uma foto do diabo? Ser contra ninguém pode ;)
  • Discordo do uso de qualquer imagem. Se querem postar a imagem de uma pessoa, utilize a sua. Muhammad desautorizou, abominou toda e qualquer tentativa de pintura ou imagem de sua pessoa, porém, parece que o povo gosta de cutucar com imagens, principalmente quando não são suas, especialmente quando é da religião de outro povo. Finoqueto (discussão) 17h08min de 13 de abril de 2009 (UTC)
Acho que já chegamos em um consenso para retirar a imagem, já que ninguém a favor de se manter manifestou alguma posição ou motivo importante. Neste sentido, ao contrário da maioria que prefere deixar a imagem até se decidir, acho sempre mais conveniente tirar a imagem até se decidir. Sem imagem não se choca ninguém e não se perde nada: com imagem, pode-se gerar polêmicas e discussões que não são convenientes. Ozymandias (discussão) 11h04min de 14 de abril de 2009 (UTC)
Voltar à página de projeto "Como editar artigos sobre religião".