Abrir menu principal

Wikipédia Discussão:Sanção de insultos/Usuário:FML/Esplanada

Discussões ativas

Commons malucoEditar

Aproveitando o assunto do tópico anterior (Imbróglio), gostaria de informar que os administradores do Commons estão ficando completamente loucos e precisamos urgente que usuários moderados daqui possam freqüentar mais lá e se tornarem administradores para termos mais voz sobre as imagens. Nossos dois únicos administradores ativos do Commons são o Lugusto e o Dantadd, dois igualmente radicais, e acho que precisamos de usuários mais moderados em relação à paranóia do copyright. Recentemente diversas imagens que eu enviei há mais de um ano estão sendo apagadas sob alegação de serem "derivadas", uma completa mentira deslavada na grande maioria dos casos. A última que me dei conta foi a Imagem:Sp-palmeiras.gif. A foto de uma caneca, que mal dava pra ver metade do logotipo do palmeiras todo distorcido. Desse jeito, daqui a pouco não sobrará absolutamente nada, como o Manuel costuma dizer: sobrará apenas pessoas nuas e árvores, isso ainda se alguma empresa maluca não registrou o direito de uso exclusivo de alguma determinada paisagem. --Lipe 2OO7 03:58, 25 Fevereiro 2007 (UTC)

Creio que sua colocação não procede: a administração do Commons tem feito um trabalho muito bom, averiguando com rapidez as violações de copyright. Não existe esta história de "moderados e radicais".--g a f msg 05:10, 25 Fevereiro 2007 (UTC)
Gaf, desculpe mas então você está por fora. Existe sim essa história de moderados e radicais. O Commons está vendo chifre em cabeça de cavalo, apagando imagens que são livres e legítimas. O apagamento de imagens livres só nos faz perder cada vez mais, e por isso precisamos ter mais voz por lá. Da mesma forma, reforço o meu apelo e reflexão novamente. --Lipe 2OO7 15:42, 25 Fevereiro 2007 (UTC)

FML, você pode ter razão em casos pontuais. Faça uma undeletion request (bem fundamentada) e exponha seus motivos. Eu prometo não me envolver para que não haja "suspeitas". O que acha? Dantadd 18:12, 25 Fevereiro 2007 (UTC)

Perdão. Não vi que você já o havia feito. Dantadd 18:17, 25 Fevereiro 2007 (UTC)
Dantadd, obrigado pela mensagem educada, é um prazer trocar mensagem contigo novamente. Eu até gostaria que se envolvesse, mas positivamente e imparcialmente, não da forma radical com que trata (ou tem tratado até então) as coisas no Commons como ao ter nomeado uma porção de imagens minhas aleatórias usando os pífios argumentos como "de má qualidade" ou ainda "fora de escopo". --Lipe 2OO7 20:55, 25 Fevereiro 2007 (UTC)
Acabei de receber mensagem que duas imagens que coloquei no commons foram apagadas, Image:Jardim_da_Luz_1930.jpg e Image:Avenida_Paulista_1902.jpg realmente não entendi nada, que é que está acontecendo no commons? Jurema Oliveira 19:00, 26 Fevereiro 2007 (UTC)
Pois é Jurema, o pior de tudo é a falta de comunicação, eles apagam sem dialogar, sem discutir, do nada. Pra ajudar meu inglês é péssimo, o do Lugusto pior ainda e o Dantadd só sabe puxar o saco deles. Então fica realmente difícil. Lipe 2OO7 19:12, 26 Fevereiro 2007 (UTC)
Também não fico atrás no inglês, resolvi colocar Jardim da Luz - Garden of Light, quem não gostar da tradução que faça melhor hehe, carreguei novamente as imagens e se for apagada novamente, vou lá para discutir em português bem claro que é o que mais sei fazer, se vão entender não sei. Jurema Oliveira 19:49, 26 Fevereiro 2007 (UTC)
Acho que não iriam entender, e de sobra ainda o Dantadd ou Lugusto poderiam ainda colocar mais algumas de suas imagens para apagar.   Desculpem aos dois a crítica direta e clara, mas é uma crítica meramente técnica. É por isso que digo que precisamos de mais gente daqui por lá, especialmente aqueles que sabem se comunicar fluentemente em inglês e os que querem defender nossos interesses e dialogar conosco. Lipe 2OO7 04:35, 27 Fevereiro 2007 (UTC)
FML, o Dantadd e o 555 foram eleitos administradores do Commons para defender os interesses do Commons, não os nossos. Quando é que vais entender isso? De onde tiraste a idéia de que eles devem "defender nossos interesses"?? Mschlindwein msg 01:39, 28 Fevereiro 2007 (UTC)

Quando muito, o Dantadd e o 555, podem servir de ponte para expor os nossos problemas, se tiverem paciência para isso, pois não é a função deles. --João Carvalho deixar mensagem 02:43, 28 Fevereiro 2007 (UTC)

Marcelo e João: vocês estão completamente enganados! O 555 foi eleito com o argumento de que faria uma ponte entre a PT.WP e o Commons. O Commons é o único projeto realmente internacional, integrado a todos os outros, e por isso precisamos ter nossa voz lá sim, precisamos ter representatividade e os administradores falantes da língua portuguesa deveriam sim defender os interesses da nossa enciclopédia, pois dependemos do Commons para nossas imagens daqui. abraço, --Lipe 2OO7 05:44, 28 Fevereiro 2007 (UTC)
A título de analogia, também achas que os brasileiros devam defender seus interesses aqui na WP:PT? Os administradores do Commons defendem os interesses do Commons. Ponto. Mschlindwein msg 12:59, 28 Fevereiro 2007 (UTC)
"Ponto" porque você quer. O Commons é um projeto auxiliar a todas as Wikipédias, sem as Wikipédias ele não existiria, pois ele serve justamente para servi-las. Nossas imagens agora ficam por lá, portanto eles têm sim que nos ouvir e devemos ter espaço para argumentar. Ponto. Lipe 2OO7 17:12, 28 Fevereiro 2007 (UTC)

As coisas são muito simples. Se uma imagem foi apagada injustamente faz-se um pedido de "recuperação" que será analisado. Não há segredos. Reconheço que algumas imagens podem ser incorretamente apagadas, mas o FML parece não ter carinho pelo Commons, carregando imagens que são literalmente uma porcaria, sem foco, ruins, que não mostram nada com coisa nenhuma. Ele teve a pachorra de carregar uma foto da pista de uma estrada em alta velocidade, mostrando um borrão grafite com um risco no meio. A descrição da foto era "Florianópolis, Santa Catarina, Brasil". Isto se chama "não levar a sério" aqui na Espanha, no Brasil e na China. Quanto a imagens carregadas por mim pode fazer uma geral à vontade. Ah, e se as demandas do FML forem cabíveis, serão atendidas. Dantadd 17:24, 28 Fevereiro 2007 (UTC)

Dantadd, pode ter certeza que eu tenho um carinho pelo Commons muito maior que você e que também levo muito mais a sério que você. Eu tenho o trabalho de tirar fotos e enviar para lá de forma livre, já você, só pensa em apagá-las... Não é necessário ser profissional para mandar fotos ao Commons, pelo contrário: qualquer foto livre, por pior que você acha que é, é livre e pode ser útil. A foto da estrada estava na categoria "Estradas", e se você reparar nessa categoria, há fotos mil vezes piores que aquela minha. Lipe 2OO7 00:19, 1 Março 2007 (UTC)

...o que não quer dizer que lá devam estar também. Enfim, não sei como vocês têm paciência. -- Nuno Tavares 00:28, 1 Março 2007 (UTC)

Claro que devem estar Nuno! São imagens livres! É informação visual, catso! Lipe 2OO7 18:14, 1 Março 2007 (UTC)
Se você analisasse minhas contribuições veria que todas as fotos que são minhas e que têm valor estão carregadas no Commons. Só não carrego muito mais fotos pois grande parte delas está em formato papel no Brasil e não tenho agora como digitalizá-las. A diferença entre minha contribuição e a sua é o bom senso... mais da metade das suas fotos é porcaria em estado puro. E você acha isso o máximo, o que já não é nenhuma novidade. Dantadd 22:10, 1 Março 2007 (UTC)
Você deveria ser punido por tantos insultos num parágrafo só. Pra mim, o material que você envia é que é um verdadeiro lixo completo; achar isso dos outros é fácil. E ainda acho que é você que precisa de uma pitada de bom senso para apreciar o trabalho alheio e dar mais valor às imagens livres enviadas ao Commons. Se não houvesse sanção de xingamento (pois de insulto é que não existe mesmo) eu perderia a paciência com você e lhe diria umas verdades que precisaria ouvir para descer do pedestal. --Lipe 2OO7 03:06, 2 Março 2007 (UTC)

As fotografias carregadas por mim e as carregadas por você estão disponíveis para que outras pessoas possam julgar. O resto são parole, parole, parole. Você leva tudo na brincadeira, carrega um monte de fotos de quinta categoria e acha que o que faz é grande coisa... é o que se chama falta de simancol. Dantadd 03:15, 2 Março 2007 (UTC)

Dantadd, não tenho culpa que você, o grande "sabe-tudo" (que deve se achar um semi-deus) já conhece todos os lugares do planeta, todas as peculiaridades e becos, e você pode se dar ao luxo de dizer que esse tipo de foto é de "quinta categoria". A primeira foto da pia é num bairro chamado Gramado e retrata o abandono e descaso da prefeitura em relação a um parque da região. --- A segunda foto, além de mostrar peixes (peixe pra você deve ser uma coisa banal também, você deve ter uma fonte dessas em casa), mostra uma fonte localizada em Barretos-SP. Se você não é capaz de tirar fotos quando viaja para disponibilizá-las sob a GFDL pensando naqueles que NÃO tiveram a mesma oportunidade de você de viajar ao local, não reclame de quem faz por você. Lipe 2OO7 04:35, 2 Março 2007 (UTC)
PS: não tive tempo ainda de descrever todas as fotos, mas a da pia acabei de atualizar a descrição: Uma pia destruída localizada num pequeno parque público no bairro Residencial Gramado em Uberlândia-MG, retratando o abandono e descaso da prefeitura em relação ao parque que era muito bem conservado até o início dos anos 90. --- Da série: Uberlândia, Minas Gerais, Brasil. Regiões e peculiaridades variadas da cidade mineira. --- E, que tal você começar a tirar fotos quando viaja? Estou louco para conhecer as peculiaridades urbanas da região em que mora. Lipe 2OO7 04:41, 2 Março 2007 (UTC)
PS2: Aos que realmente admiram o trabalho que tenho em tirar fotos especialmente pensando em enviar à Wikipédia e levar um pouco do lugar que conheci aos outros que não puderam ir, tendo o trabalho de carregar imagem por imagem e abrir mão de alguns direitos autorais em prol da comunidade livre, podem acessar diretamente commons:Category:Images sent by Felipe Micaroni Lalli e conhecer um pouco das peculiaridades urbanas das regiões que pude visitar. Fica aqui também um incentivo a todos fazerem o mesmo, para que nosso acervo fique mais recheado e para que podemos ter uma pequena noção dos diversos cantos do Brasil sem ter que necessariamente visitar. Tirem fotos de muros, de pias, da grama, de estradas, mas tirem fotos e as disponibilizem sob a GNU/FDL ou qualquer outra licença livre! Só assim nosso acervo livre crescerá e teremos opções para uma enciclopédia realmente ilustrada. Eu já enviei cerca de 600 imagens e já apagaram injustamente umas 150, e 90% graças ao "louvável trabalho" destruidor do Dantadd. Apesar de ficar realmente desanimado e triste com a ingratidão de seres como ele, ainda tento encontrar motivação para enviar novas fotos. abraço! Lipe 2OO7 04:51, 2 Março 2007 (UTC)

Como diriam os antigos: ele diz isso e nem fica vermelho. A falta de simancol é total. Dantadd 13:15, 2 Março 2007 (UTC)
P.S.: Você realmente ainda não viu as imagens que eu carrego no Commons, não é? É bem típico de você, diz algo sem sequer se dar ao trabalho de verificar. Dantadd 13:17, 2 Março 2007 (UTC)

Pra você ver sua própria ridicularidade, quando eu disse que suas imagens eram um "verdadeiro lixo completo" eu fui completamente irônico, mostrando-te como beira o ridículo e não faz sentido criticar imagens alheias. Eu acho que você é que deveria ficar vermelho por criticar imagens livres de boa qualidade. Não falta nem semancol pra você, falta é vergonha na cara mesmo e falta também caráter. --Lipe 2OO7 02:47, 3 Março 2007 (UTC)
Meninos não briguem ambos tem a sua razão. Tirei um tempo para ver o trabalho de ambos e verifiquei a quantidade enorme de fotos, muitas são maravilhosas de se ver e outras um horror mas com essa discussão toda tive algumas lembranças, tenho uma irmã que morou na Europa durante um ano e ela me contou que as perguntas que lhe faziam a respeito do Brasil eram comicas e muitas vezes absurdas na época que não existia internet, perguntas do tipo se o Cristo Redentor era na Amazônia e se tinha muita cobra em São Paulo, uma das respostas que ela deu foi que tinha tanta cobra que existia uma faixa para pedestres e outra para cobras hehe. Entendo o lado do FML de querer documentar o descaso das autoridades mas também acho que aqui não é o lugar apropriado, o melhor lugar para protesto seria um blog ou um site. Sugiro que procure tirar fotos que sirvam de cartão postal dos lugares onde visitar, devemos a exemplo dos outros paises mostrar primeiro o lado bonito e agradavel de nossas paisagens, o feio vamos deixar embaixo do tapete até que as autoridades se envergonhem. Por outro lado entendo o ponto de vista do Dantadd, a primeira impressão é a que fica, a imagem da pia sozinha é um horror mas se colocada num artigo com um bom texto e outras imagens comparativas pode se tornar útil para um bom artigo. Enfim, o tempo que estão discutindo já poderiam ter tirado mais uma centena de fotos e se alguém não gostar das fotos vão colocar para apagar. Mas aí é outra istória. Bom trabalho para ambos. Um abraço Jurema Oliveira 15:05, 2 Março 2007 (UTC)
Jurema...tens toda razão. Convido o FML a criar alguns artigos sobre pias quebradas e fontes d'água desfocadas (ah...e só ele viu algum peixe naquela fotografia). Dantadd 16:18, 2 Março 2007 (UTC)

Pra quem gosta de conhecer o mundo através de fotografia (parece ser o caso do FML), penso que vale a pena entrar no TrekEarth. Adoro esse site. Penso até que deveria estar integrado à wikipedia, como ocorre com o IMDB, ou com o GoogleEarth, onde aparecem artigos em cada cidade ou ponto turístico. Sobre as fotos colocadas acima, também acho de má qualidade e não têm utilidade para os artigos. Se querem mostrar os problemas de uma cidade, que mostrem o estado das ruas, não das pias. Montemor Courrège Faroe msg 00:24, 3 Março 2007 (UTC).

Jurema, o exemplo da sua irmã foi perfeito! É por isso que cada detalhe é muito importante. Tirar a foto de um muro, por exemplo, mostra que o lugar não é feito só de mato, tem algum tipo de construção também. E, essa foto da pia não é uma foto de protesto, jamais! A Wikipédia não é local para protestos, como bem lembrou o Marcelo acima. É uma simples informação, do jeito que ela é, mostrando um detalhe de uma cidade como Uberlândia. Como você disse, tem gente que não faz idéia de como são as coisas em outros lugares, e qualquer detalhe, por mínimo que seja, qualquer informação já é muito mais útil que nada! E, essas fotos não precisam necessariamente ser destaques num ou mesmo constar em algum artigo, elas ficam na galeria de imagens do Commons, caso alguém esteja navegando, por exemplo, pelo artigo Uberlândia e decida clicar no "ver imagens do Commons". Se alguém quiser conhecer Uberlândia, algumas fotos localizadas em: commons:Category:Uberlândia lhe poderão ser muito úteis, e ele poderá ver muitos detalhes urbanos da cidade. Se, ele preferir algo mais selecionado, pode também consultar commons:Uberlândia, onde existem as melhores fotos selecionadas, já com a descrição correta do lugar, e somente de lugares mais relevantes. É isso: a quantidade de informação não é problema! O problema se limita apenas em saber organizá-las! A falta de informação é que é um grande problema. E, como a Jurema disse, ao invés de pessoas como o Dantadd ficarem preocupados com as fotos alheias, deveriam é baixar a cabeça, ser mais humildes e ir tirar a sua própria foto para enviar ao Commons. Isso sim é útil! --Lipe 2OO7 02:58, 3 Março 2007 (UTC)
FML, vamos por as coisas nestes termos. Há quem compre um pincel, uma bisgana de tinta preta, e tente pintar o Mancha Negra. Mal ou bem [não deveria ser difícil, bastava um borrão eheh], é o mancha negra. Entretanto, tu agarras numa folha de papel e cospes o teu melhor escarro e chamas-lhe o Incrível Hulk. Só na tua cabeça é que não tem diferença, infelizmente.... e, FML, se conheces a expressão catso, também sabes que, traduzido do italiano, é uma asneira muito feia. Mas deixa lá, por aqui estão todos sensibilizados com a tua ausência de capacidade de raciocínio, por isso podes dizer mais umas quantas... -- Nuno Tavares 03:13, 3 Março 2007 (UTC)

Dantadd, agora que eu realmente tive o trabalho de abrir suas fotos, e já que você adora isso, vamos analisar um pouco também das suas fotos...

Lipe 2OO7 03:33, 3 Março 2007 (UTC)

E Nuno, para dizer que Uberlândia ou Barretos não são relevantes, você deve ter comprado alguma ilha por aí, não é possível! --Lipe 2OO7 03:33, 3 Março 2007 (UTC)

E Dantadd, acredite: apesar das suas fotos serem mil vezes mais escrotas que as minhas, todos esses meus comentários foram evidentemente uma brincadeira, pois, por mais escrotas que as suas fotos sejam, é muito bom que as tenhamos livres!!! Compreende isso? Mesmo quatro fotos idênticas, se estão livres, é ótimo para toda a comunidade GNU! Pois quem for usar pode ainda escolher entre as quatro. E, a foto de uma placa em baixa resolução e desfocada, por mais inútil que seja, no mínimo mostra como é uma placa de tal lugar, mesmo que eu não saiba nem queira saber onde é esse lugar. Compreende como devemos encarar as fotos livres? Assim: com bons olhos. A foto é de um determinado lugar (se não fosse apenas um borrão preto, não teria como ser diferente), e se a foto é tecnicamente ruim, não tem problema, pois é livre e um dia tirarão uma melhor. Se o lugar é ruim, é com Deus que se deve reclamar, ou ainda com o prefeito da cidade. Lipe 2OO7 03:42, 3 Março 2007 (UTC)
FML, todos já sabem que você não tem o mínimo do discernimento esperado de um ser humano normal adulto, mas não é preciso demonstrar isso aos gritos ao mundo! Só rindo... Dantadd 13:51, 3 Março 2007 (UTC)
FML acho que cometeste um erro ao comparar as tuas fotos com as do Dantadd, mas não deves ter percebido... Lusitana 16:02, 3 Março 2007 (UTC)
Somente alguém com sérios problemas poderia comparar a imagem de uma pia quebrada com imagens de um vulcão nevado tiradas a seis mil metros de altura. Somente alguém totalmente sem simancol poderia comparar a fotografia de uma fonte d'água suja e desfocada com imagens de uma construção monumental projetada por Antoni Gaudí... Está passado o atestado da ausência total de discernimento sobre o mundo que o rodeia. Dantadd 17:33, 3 Março 2007 (UTC)

Hey, agora acho que percebi essa do simancol!! LOL Não merece artigo? Já tinha foto e tudo!... ah, e bobo-da-corte também :D Anyway, FML, como obviamente não entendeste a analogia do escarro, eu passo a explicar: nem toda a m*rda que existe no mundo merece foto - ou, pelo menos, mereça lugar no repositório que pretende ter alguma qualidade (e objectivo!!). No teu caso em particular, como conhecemos a tua Obra, o melhor que fazes é mesmo..... puxar o autocolismo :D -- Nuno Tavares 18:04, 3 Março 2007 (UTC)

Já que me mencionaramEditar

  1. A vez que eu tentei intervir com o FML no Commons, mesmo após ter escrito uma mensagem com mais de cinco mil toques de resposta à ele, recebi uma resposta completamente desencorajadora de tentar servir de auxílio a qualquer lusófono perdido pelo Commons, já que um esforço de tentar me explicar foi levado para um paranóico lado pessoal. Links a quem possa se interessar: página de pedido de restauros no Commons; discussão do FML, está latindo lá no fundo do quintal&oldid=4589745#Re:_Jogo_da_vida discussão minha FML indo responder uma mensagem que recebi de um editor da Wikipédia em francês;
    1. Política do Commons em questão: commons:Commons:Derivative works;
    2. Até hoje ele recorre ao patronato e troca de favores, costumes asquerosos da tradição brasileira, para tentar salvar imagens suas que conflitam com as políticas do Commons; pequeno exemplo.
    3. Em suma: leva tudo para o lado pessoal e se esquece que os projetos são regidas por políticas.
  2. A minha nomeação ao Commons foi clara, claríssima. Me citando: Mas, diante da Wikipédia lusófona e da Wikipedia em espanhol terem recentemente desativado seus uploads locais, me candidato para poder ajudar com o trabalho extra que isso vem causando. (fonte: commons:Commons:Administrators/Requests and votes/555).
    1. Eu me candidatei, me submetendo às políticas do Commons, para ajudar no trabalho extra que a Wikipédia lusófona causou por . Isso infelizmente envolve também tentar explicar a usuários que ainda não compreenderam perfeitamente o que é copyright livre o que é copyright livre, coisa que eu tentei fazer ao FML no item um mencionado acima.
  3. Para finalizar, cito e rebato um trecho de mensagem do FML de 17:12, 28 Fevereiro 2007 (UTC):
    O Commons é um projeto auxiliar a todas as Wikipédias, sem as Wikipédias ele não existiria, pois ele serve justamente para servi-las.
    1. A Wikimedia Foundation Inc. é composta, neste momento de 728 wikis, sendo que apenas cerca de 220 são wikis de Wikipedias.
      1. Ou seja: são 30% de Wikipedias e 70% de outros projetos: Wikcionário, Wikisource, Wikilivros, (estes três primeiros em suas edições lusófonas consolidados como projetos, tendo comunidades ativas em seu redor desenvolvendo materiais e estando entre os maiores de todos os idiomas; Wikilivros possui um prêmio internacional recebido na edição mais recente do Wikimania) Wikiquote e Wikinotícias (estes dois últimos em suas edições lusófonas com conteúdo que pode ser útil a diversas pessoas, apesar de ainda necessitarem de consolidação).
      2. Logo, Wikimedia Commons, mesmo sem a Wikipédia, que é apenas seu mais famoso projeto continuaria a existir.
      3. E, Wikimedia Commons é sim um projeto à parte e independente, com suas próprias regras de inclusão: commons:Commons:Project scope.
    2. O Commons não é um serviço de hospedagem de qualquer coisa só por elas serem de copyright livre. É um projeto para alocar apenas materiais que sejam úteis.

Cachorrinho está latindo lá no fundo do quntal҉҉ 19:06, 3 Março 2007 (UTC)


Aqui está uma afirmação brilhante: Mas justamente porque a definição do livre é: de que ninguém pode reclamar pelos direitos. . Enquanto derem voz a estes idiotas, o projecto não vai a lado nenhum, começo a achar isso. A definição de livre é precisamente a oposta àquela referida pelo FML. Qualquer autor pode reclamar os seus direitos, dependendo da licença livre por que optou libertar a obra. E depois, a postura típica troll: E, para completar, não adianta me dizer para ler aquilo ou isso, você sabe que eu já li tudo e eu entendo muito mais de licença de imagens que você. OK, acho que por mim podemos deixar estes projectos na mão do sabe-tudo [que, curiosamente, só ELE é que sabe dessa forma..], já que parece existir uma certa dificuldade em conter estes indivíduos fora de projectos com regras .... -- Nuno Tavares 19:41, 3 Março 2007 (UTC)

CalmaEditar

Caríssimos colegas, acho que esta conversa está a ir um pouco longe demais. Expressões como Citação: Dantadd escreveu: «não tem o mínimo do discernimento esperado de um ser humano normal adulto», ou Citação: Nuno Tavares escreveu: «a tua ausência de capacidade de raciocínio», ou ainda Citação: Lipe escreveu: «falta é vergonha na cara mesmo e falta também caráter» não são apropriadas para um debate deste género. Para além de inúteis, porque ninguém forma a sua opinião com base em comentários desse género, vão sempre resultar numa escalada de agressividade de consequências imprevisíveis. No fim, é sempre impossível saber quem cruzou a fronteira do aceitável.

Pode parecer estranho, mas há pessoas que passam grande parte dos seus dias a dizer a autores de fotografias e de textos que o seu trabalho, por qualquer motivo, não se adequa a objectivos que têm de ser atingidos. Todos os dias essas pessoas analisam e recusam trabalhos que não valem o papel em que foram impressos. E, no entanto, para dizerem sincera e directamente que um trabalho é lixo, não precisam de tecer comentários sobre o seu autor. E o trabalho vai para o lixo e ninguém se zanga por causa disso.

Há fotos de alguém que são lixo? Tudo bem, diga-se claramente quais são as fotos que são lixo, por que motivo são lixo e apaguem-se. Diga-se até que a pessoa não tem vocação para ser fotógrafo e que se devia dedicar a outras tarefas. É possível ser-se directo, claro, sincero e criticamente demolidor sem se entrar em considerações de índole pessoal.

Esta discussão começou com um apelo do Lipe. Direito dele. Houve quem tivesse achado e dito que o apelo não fazia sentido. Direito deles. Terá havido quem tenha concordado com o Lipe e esteja neste momento a tentar resolver a alegada loucura do commons. Também direito deles. Se não há mais a dizer sobre o apelo, não vamos agora alimentar uma discussão sobre as capacidades intelectuais de cada um. Não gosto de ouvir o Lipe ser desrespeitado. Não gosto de ouvir o Dantadd ser desrespeitado. Nem o Nuno Tavares. Já bem nos basta esse sujeito, esse sim, semi-analfabeto que numa hora diz uma coisa e noutra diz outra e que dá pelo nome de IP (ainda hei-de escrever um texto sobre ele e a sua panelinha). Abraço a todos, Ozalid 21:56, 3 Março 2007 (UTC)

Palavras sábias Ozalid (já estou a ficar habituado). Infelizmente a Wikipédia não começou hoje, nem ontem. Infelizmente, não vai ser possível a nenhum dos intervenientes que citas acima, ignorarem tudo o que se passou para trás. Infelizmente (ou não). PARG 00:21, 4 Março 2007 (UTC)

Muito obrigado mesmo pelo apoio Ozalid, fico um pouco menos triste com as suas palavras. --- Mas, eu estou realmente exausto pela forma com que o Dantadd, Nuno, Lugusto & CIA desrespeitam as minhas contribuições sempre, sempre e sempre, sistematicamente e sem razão nenhuma, apelando sempre para ataques pessoais e esquecendo a boa educação e lógica em casa. Pelo que sei, é um direito meu, pela lei dos direitos autorais, desautorizar e dizer de um momento para outro que todas as imagens que eu enviei não são mais livres. Eu jamais queria ter chegado nesse limite, até por esse motivo fiz uma declaração por escrito que as imagens que enviei ao Commons poderiam ser usadas de forma livre; mas acho que minha paciência estourou. Por esse motivo, pretendo deixar as imagens semi-livres, ou seja, desautorizar oficialmente que qualquer imagem de minha autoria permaneça no Commons. Gostaria que as cerca de 600 imagens que eu enviei para lá fossem apagadas; todas as minhas diversas horas de trabalho, minhas diversas paradas em viagens para tirar fotos para a Wikipédia, as diversas horas que gastei tentando tirar uma boa fotografia de um objeto ou mesmo de um mero detalhe em alguma paisagem, meus desenhos técnicos, vídeos, sons, mapas, gráficos e tudo mais. O que recebo de todo meu esforço é uma ingratidão sem limites, que realmente, para mim, se resume em uma simples falta de educação e caráter de um determinado grupo de pessoas (sempre sempre sempre a destruidora turminha do Dantadd, Nuno, Lugusto & CIA), não há outra palavra que possa descrever tão bem tamanha desumanidade e ingratidão com o esforço alheio em prol da compilação do conhecimento humano e de um mundo melhor e mais livre.
Eu, particularmente, admiro e parabenizo a paciência que muitos têm em conseguir continuar contribuindo de boa fé depois de ver tantas e tantas injustiças ocorrerem em público, em plena luz do dia, como se fosse tudo normal. E ainda saberem que, de um dia para outro, por discordarem de algo em algum assunto no âmbito das políticas internas ou ainda por sugerirem idéias inovadoras incompreensíveis por cabeças-dura, poderem ser simplesmente massacrados e jogados no lixo. O JLCA, depois de tanto nos ajudar com o Islão, foi jogado na lata do lixo e esquecido por ter "xingado" um almofadinha (protegido) da Wikipédia (até causa riso falar disso, parece coisa de maternal e briga de criança). O Hinkel, que tanto nos ajudou criando inúmeros artigos científicos e até hoje muitos quase imutáveis, foi humilhado e massacrado em público também, apenas por não querer acatar a unanimidade burra. --Lipe 2OO7 03:58, 4 Março 2007 (UTC)

Citação: FML escreveu: «Gostaria que as cerca de 600 imagens que eu enviei para lá fossem apagadas;» Mais uma prova de que não conheces, de todo, a questão do licenciamento.... a GFDL *é* retroactiva... LOL -- Nuno Tavares 13:24, 6 Março 2007 (UTC)

Explicação lógica da utilidade de se manter em categoria do Commons fotos de lugares supostamente "menos relevantes" que outrosEditar

Primeiro, respondendo ao Nuno, eu entendi sim a sua fraca analogia, perdeu tempo explicando um argumento tão ilógico. O que talvez você não tenha entendido é que:

A foto de qualquer lugar público de uma cidade é sempre relevante, pois se trata de uma informação visual, que substitui "mais que mil palavras", segundo próprio ditado popular.  .

O que acontece, posso concordar em parte contigo nisso, é que alguns lugares são mais relevantes que outros, devido à possibilidade da associação de acontecimentos históricos ou outro tipo de valor cultural ao local e/ou paisagem. Porém, para solucionar isso, basta organizar as fotos! Veja o exemplo abaixo.

Como já expliquei antes, tomando como exemplo alguém que está atrás de informações sobre a cidade de Uberlândia na Wikipédia, a pessoa pode tomar este rumo, começando por menos informação visual até a maior quantidade possível disponível:

  1. artigo da Wikipédia: Uberlândia, onde encontrará muito texto, dados, gráficos e algumas fotos, sendo normalmente as dos locais mais relevantes.
  2. artigo do Commons: commons:Uberlândia, onde encontrará ainda mais fotos, complementando as fotos do artigo Uberlândia, de alguns lugares mais relevantes da cidade, com sua devida descrição.
  3. categoria do Commons: commons:Category:Uberlândia onde agrupa todas as imagens livres disponíveis sobre a cidade de Uberlândia, sejam elas de que lugares forem.

Ou seja, a pessoa poderá ir aprofundando nas informações visuais, conforme sua própria curiosidade e, com certeza, ela ficará muito satisfeita em encontrar diversas peculiaridades urbanas da cidade em commons:Category:Uberlândia do que somente as fotos de commons:Uberlândia, como por exemplo, a da pia quebrada em um parque público, que pode dizer muitas e muitas coisas sobre a cidade.

Supondo que as fotos chamadas "irrelevantes" pelo Dantadd, Nuno & CIA se definam por:

(Todas as fotos de Uberlândia disponíveis no Commons) - [(Fotos que constam no artigo Uberlândia da Wikipédia) + (Fotos que constam no artigo Uberlândia do Commons)] = fotos supostamente irrelevantes, segundo Dantadd, Nuno & CIA

Por que então manter essas imagens, menos relevantes que as outras, sendo essas outras definidas por (Fotos que constam no artigo Uberlândia da Wikipédia) + (Fotos que constam no artigo Uberlândia do Commons)?

A resposta pode ser dada por diversos motivos:

  • O motivo mais óbvio e de utilidade imediata é que a pessoa que está procurando a informação tem a chance de se aprofundar o quanto quiser na informação visual, chegando a um grande nível de detalhe: becos e peculiaridades urbanas da cidade. Para chegar na lista de todas as fotos disponíveis, ela terá que ter andado um bocado, mas se sua curiosidade a levou até lá, ela certamente se sentirá satisfeita em poder encontrar mais fotos.
  • Pode ser que quem enviou as fotos ao Commons desconheça prontamente uma possível importância do local fotografado, que pode estar relacionada a algum evento maior de ordem histórica, artística, social, política etc. --- Quem viajou, tirou as fotos e as enviou não é obrigado a saber tudo, ele já fez grande coisa ao enviar as fotos do lugar que visitou. --- Sendo assim, alguém que conhece mais da cidade, num futuro, observando todas as fotos livres disponíveis, pode mover fotos "perdidas" e mais relevantes de commons:Category:Uberlândia para commons:Uberlândia, ou ainda possivelmente para Uberlândia. Em resumo: há chance, no futuro, de ser selecionado (dar destaque a) algo dentre as diversas fotos disponíveis, o que não poderia ser feito caso fosse enviada apenas uma ou outra foto da cidade.
  • A política do Commons é bem clara em relação ao escopo das fotos, e isso sempre é dito nas discussões quando uma imagem está sendo apagada por suposta falta de relevância: o Commons quer imagens potencialmente úteis para qualquer projeto atual ou que possa ser usado no futuro; levando em conta todos os projetos da Wikimedia. — a partir disso, e sabendo que não podemos prever o futuro, é possível que, por exemplo, num futuro remoto aconteça algum evento muito relevante num determinado local público que já está fotografado e disponível de forma livre em commons:Category:Uberlândia! E isso pode constar no Wikinews ou ainda, se o evento for muito relevante, num artigo da Wikipédia. Um exemplo prático disso: num jogo de futebol do Brasil, no estádio do Parque do Sabiá (que freqüentemente ocorrem jogos importantes), algum traficante, por algum protesto social, estoura uma bomba nas cadeiras. Já existe a foto delas: commons:Image:Uberlândia-MG 002- 22.jpg para ilustrar o artigo. Eu sei que o exemplo é meio esdrúxulo, mas é possível imaginar inúmeras situações de relevância nacional ou mundial que podem ocorrer em qualquer praça ou canto público da cidade.
  • Algumas fotos podem ser úteis sem que nos damos conta disso numa primeira análise. Por exemplo, no caso específico da foto da pia quebrada: no artigo da história dos azulejos, pode ser que seja dito algo sobre que tipos de azulejos eram comuns em determinadas épocas em determinadas regiões; no caso, poderia ser sobre a região de Minas Gerais na década de 80 e a foto viria bem a calhar com a descrição: "pia construída numa praça pública em Uberlândia na década de 80, retratando bem o tipo mais comum de azulejo usado na época". Ou seja: a foto que supostamente era "irrelevante", serviu bem para um determinado assunto em algum momento.

--Lipe 2OO7 04:56, 4 Março 2007 (UTC)

Tá, tá... você vence pelo cansaço. Por favor, continue a presentear a humanidade com suas imagens livres e úteis, é o caminho para o Prêmio Nobel da Paz. Dantadd 14:49, 4 Março 2007 (UTC)

Caro Lipe, permita-me uma nota de pormenor aos seus comentários. Não o apoiei a si nem aos seus pontos de vista (também não desapoiei). Apenas procurei alertar três pessoas que muito respeito para o facto de estarem a prejudicar uma discussão útil ao transformá-la num combate pessoal. Parece que os três têm um longo passado, mas a vida é assim mesmo. Não podemos trabalhar apenas com aqueles de quem gostamos. Duas pessoas que não se suportam podem trabalhar muito bem em equipa, vejo isso acontecer todos os dias e eu próprio o tenho de fazer com demasiada frequência. Quando há sinceridade e não hipocrisia, ambas sabem que se detestam. Quando há profissionalismo, são elas as únicas que o sabem e mais ninguém.

Sobre a matéria em si, muito teria a dizer, mas uma vez que não tenho tempo para o commons, prefiro não entrar num debate em que, por agora, não posso participar com seriedade e atenção. O que não quer dizer que não leia com interesse o que escrevem sobre o assunto. Abraço, Ozalid 00:21, 5 Março 2007 (UTC)

Caro Ozalid, sei que não estava me apoiando, nem desapoiando a respeito da matéria em si. Mas gostei do que dissera pois você tem o mesmo ponto-de-vista que eu em relação à questão do profissionalismo e respeito mútuo que deve existir entre os usuários. Seu discurso apaziguador me motivou a fundamentar de forma educada e lógica os meus argumentos (acima) que simplesmente ficaram sem resposta (excluindo os ataques pessoais e crises nervosas de riso e choro) por parte dos já acostumados rivais.
Pela explicação que dei, fica evidente que é útil sim mantermos imagens livres de locais públicos de diversas cidades do mundo, seja esse lugar mais ou menos "relevante" em relação a algum outro evento associado.

um abraço, --Lipe 2OO7 07:52, 6 Março 2007 (UTC)

Eheheheh, alguém se deu ao trabalho de ler esta verborreia? -- Nuno Tavares 22:06, 8 Março 2007 (UTC)

Gírias... ou como fazer troça de si mesmoEditar

Não entendo, como é que esta porcaria ainda está aí? O conteúdo continua a *não* estar fundamentado. Como é que com 66% de votos a favor da eliminação, este artigo se mantém?? Até quando está o artigo aos cuidados do Parvo de serviço? Posso eliminar todo o texto [não fundamentado], ou pelo menos marcá-lo com {{carece de fontes}}? -- Nuno Tavares 03:00, 3 Março 2007 (UTC)

Aliás, como é que uma única pessoa continua a gozar com todas as regras, e a dar-vos conversa? Eu começo a achar que o Pumpie (lembram-se?) só teve azar porque não era de muitas falas... aparece um idiota que fala, fala, fala, mas não diz nada de jeito, e já tem direito a contAté se decidir outraornar as regras a bel-prazer.... pobre Wikipédia... -- Nuno Tavares 03:03, 3 Março 2007 (UTC)
Este artigo deveria ter sido apagado.--OS2Warp msg 03:07, 3 Março 2007 (UTC)
Nuno! A única solução é marcar novamente para PE. (Devia ser ER, mas como já foi votado, não quero que nos chamem de ditadores) Agora que é um artigo {lixo} é bem evidente. --João Carvalho deixar mensagem 03:08, 3 Março 2007 (UTC)

O artigo não está tão ruim, foi reconstruído do zero e está melhorando aos poucos, as referências estão aparecendo, sem contar que a grande maioria pode ser verificada por qualquer um pelo empirismo cotidiano. Qual é o preconceito contra gírias sexuais populares? Até agora não entendi. --Lipe 2OO7 04:42, 3 Março 2007 (UTC)

Déjà vu, déjà vu.............. Daqui a pouco a Esplanada vai poder ir em ER regra 5... Cachorrinho está latindo lá no fundo do quntal҉҉ 04:50, 3 Março 2007 (UTC)
Não é questão de preconceito. Antes é uma questão de conceito bem formado. Repare que não é moralismo, penso que o artigo possui o seu lugar. E o lugar de tal artigo, talvez, seja fragmentado e redistribuído no wikidicionario. Afinal, focalizemos na wikipedia e vejamos alguns pontos: O que tem de relevante naquele artigo? Nada de relevante. Trata-se de coisas tão vulgares, como beber água. Só isto já bastaria, para não dizer da completa Original research (OR), tratando-se de expressões locais, sem o menor critério de universalidade. No que depender de mim, a página está eleminada.     Mauro do Carmo   07:14 Sábado, 3 de Março de 2007 (UTC)

Eu acho que neste tipo de artigo não dá para colocar uma secção de referências para o artigo todo. Cada termo deve ter a indicação da respectiva referência, caso contrário, e com os termos que são constantemente adicionados, deixa de se saber o que é real e o que é inventado, ou que só existe numa comunidade de 10 pessoas. Por isso a minha opinião é a seguinte, os termos inseridos sem referência devem ser imediatamente eliminados. Se isto não acontecer este artigo vai-se tornar sempre numa lixeira. Outra coisa, acho que o artigo deve também estar permanentemente protegido contra edição de anónimos. Lusitana 10:28, 3 Março 2007 (UTC)

Retirei todos os termos sem referência directa à fonte. Comentários na página de discussão. Lusitana 11:04, 3 Março 2007 (UTC)
Concordo absolutamente com a Lusitana e creio que tal regra deva ser aplicada a todos os artigos deste tipo.--g a f msg 16:25, 3 Março 2007 (UTC)

Até se decidir outra coisa em contrário (que era a minha opinião = PE) bloquei a edição a IPs.--João Carvalho deixar mensagem 16:27, 3 Março 2007 (UTC)

Eu também concordo com a Lusitana: em que só se pode colocar conteúdo verificável e que a página esteja sempre protegida por edições de IPs. Mas, acho que ela tirou muita coisa a mais do que deveria! Lipe 2OO7 02:40, 4 Março 2007 (UTC)

Bom, diante das pedras, eu desisto de tentar ajudar. Simplesmente várias e várias horas de trabalho meu foram ignoradas e jogadas no lixo. É o mesmo que jogar o artigo sexo no lixo apenas porque um grupo de pessoas não gosta do tema sexualidade. Seria também o mesmo que jogar o artigo lista de gírias, lista de insultos etc. apenas porque um grupo de pessoas não admira a língua portuguesa e o conhecimento sobre gírias. Não sou escravo de vocês destruidores e por isso não ficarei mais tentando reconstruir o que destroem. Façam como quiserem, se acham que o artigo é imoral, que o apaguem, se acham que os termos não são verdadeiros, que privem essa informação do conhecimento humano. Só acho que isso é um sinal claro de auto-ridicularidade, censura, muito preconceito e ultra-moralismo. Lipe 2OO7 02:55, 4 Março 2007 (UTC)

Não estou minimamente interessado em assuntos relativos à moral (a qual costumo desprezar... moralistas são sempre hipócritas por natureza). Isto simplesmente não está em questão: qualquer um sabe que aqui não há nenhuma censura. O que está em questão é a existência de um artigo que em sua maior parte contraria um de nossoas princípios. FML, entenda de uma vez por todas que os artigos devem ser verificáveis e que a Wikipédia não é uma fonte primária.--g a f msg 04:45, 4 Março 2007 (UTC)
Gaf, isso não se trata de pesquisa inédita, sinal que você ainda não entendeu o conceito até agora. Isso não é nenhuma teoria mirabolante, é apenas a pura realidade que pode ser facilmente verificada em qualquer boteco de esquina, e que todos sabem que são verdadeiras, mas preferem fingir que não sabem. Lipe 2OO7 06:13, 6 Março 2007 (UTC)

O problema surge não para os que [alegadamente] "fingem que não sabem" mas sim para os que NÃO sabem. Entre outros disparates, se as fontes não são indicadas, as pessoas são induzidas em erro. Não há nada para entender, nem mesmo o conceito. As regras são para cumprir, e está óbvio que tu, FML, não entendes por teimosia. -- Nuno Tavares 13:20, 6 Março 2007 (UTC)

Nuno, será que você não conhece as mesmas gírias que pois é de Portugal? Pergunte a qualquer brasileiro sobre as gírias, se algum dizer que não sabe, das duas uma: ou está mentindo, ou nunca teve infância. Lipe 2OO7 01:10, 9 Março 2007 (UTC)
FML: você sabe a diferença entre fonte primária e secundária? (perdõe-me, mas este é um conhecimento básico para qualquer universitário...).--g a f msg 02:02, 7 Março 2007 (UTC)
O artigo não cria nenhuma teoria nova, apenas cita palavras já difundidas e conhecidas por todos, que geralmente são referências óbvias e diretas a alguma outra coisa amplamente conhecida. É claro que nos casos em que sabemos que a gíria existe, mas não sabemos compreender o motivo de sua origem, bota-se "carece de fontes" e pronto, como é feito em tudo. O que estão tentando fazer é podar uma parte do conhecimento, fingindo que ele não existe. Lipe 2OO7 01:10, 9 Março 2007 (UTC)
Leia atentamente Wikipedia:Verificabilidade. Se é de "conhecimento público" certamente já foi estudado por alguém. Veja en:Bullshit para um exemplo disto.--g a f msg 01:26, 9 Março 2007 (UTC)

Falha grave do FMLEditar

Não sei se isto era para Geral, Anúncios ou Propostas. Ou, quem sabe, para Pedidos a Administradores. Assim, peço que movam para o lugar adequado.

Eu prometi a mim mesma, há muito tempo atrás, que não iria mais me envolver em discussões com o FML, sobre o FML ou provocadas pelo FML. E tenho seguido isto à risca. Sequer respondo às suas mensagens.

No entanto, uma sua atitude recente, fraudulenta e demonstrativa de falsidade ideológica, me causou tão profunda indignação, que eu decidi trazê-la ao conhecimento geral e propor que algum tipo de sanção lhe seja imposta. Não sei qual, nem por quanto tempo, nem qual a regra que permitiria isso. Mas acho que temos que fazer algo a respeito. -- Clara C. 12:00, 7 Março 2007 (UTC)

Clara C., não foi manobra nenhuma. Eu simplesmente não sou administrador e lembro que em algum momento não consegui mover alguma coisa e tive que fazer isso manualmente. Peço que arrumem este problema se for possível, preservando o histórico original e colocando as alterações posteriores. Lipe 2OO7 15:49, 8 Março 2007 (UTC)

Ainda, ao fazer a fusão, tomei o cuidado de citar todos os principais autores do outro artigo a ser fundido:

  1. (atu) (ult) 01:23, 21 Fevereiro 2007 Felipe Micaroni Lalli (Discussão | contribs) (→Brasil - Fusão - Outros editores de Lista de expressões idiomáticas: (...) Mosca, Déborahmoc e Foros2000)
  2. (atu) (ult) 01:10, 21 Fevereiro 2007 Felipe Micaroni Lalli (Discussão | contribs) (Outros editores de Lista de expressões idiomáticas: (...) Nero, Rei-artur, Cesarious, Eparente, Rei-bot, Pilha, Daniele Terron de Souza, Thiago R Ramos, Pedro Aguiar, Chico, Luís Felipe Braga ...)
  3. (atu) (ult) 00:59, 21 Fevereiro 2007 Felipe Micaroni Lalli (Discussão | contribs) (Fusão com Lista de expressões idiomáticas inic. em 08:39, 29 Maio 2005 por Clara C. e ed. por: Camilaym, Vigia, FML, 555, Nuno Tavares, AMCGT, Fernando S. Aldado, Ana couto, Lusitana, Gabrielt4e)

abraço, Lipe 2OO7 16:02, 8 Março 2007 (UTC)

FML, tens uma cara de pau incrível. A tua sorte, pelo menos para já, é eu não ser administrador. -- Nuno Tavares 21:59, 8 Março 2007 (UTC)

Pois é, Nuno. Além de tentar confundir as pessoas com esta explicação exdrúxula de não ter feito algo por não ser administrador, não menciona uma palavra sobre a mais importante acusação que lhe foi dirigida: tentar respaldar seus argumentos em uma discussão com a alegação de que eu teria criado um artigo, que apresenta semelhanças com o que está a ser votado, quando, na verdade, toda a semelhança foi introduzida exatamente por ele.

Por fim, a sua "defesa" acima acabou por mostrar mais uma faceta do episódio, que eu antes não havia percebido (e quantas outras nos passam desapercebidas?): o sr. FML fez todas aquelas profundas alterações no artigo sob outro pseudônimo!. Quem sabe para evitar que as pessoas que costumam vigiar suas contribuições percebessem...

Aliás - eu me pergunto - quais podem ser os objetivos razoáveis para alguém:

Esqueci alguma de suas várias identidades?

Quanto às modificações realizadas, por que ele não mostrou todas, a partir da que apresento abaixo?

  • 23:59, 20 Fevereiro 2007 (hist) (dif) m Lista de gírias e expressões idiomáticas (Lista de gírias movido para Lista de gírias e expressões idiomáticas: Preparando fusão pois trata-se do mesmo assunto e é impossível distinguir com clareza a diferença entre uma e outra. Artigos de assuntos difíceis de se manterem separad)

Se ninguém quiser fazer nada a respeito, paciência. Já me consola perceber que cada vez mais ele engana menos gente por aqui. Um abraço, -- Clara C. 16:15, 9 Março 2007 (UTC)

A situação está se aproximando do mais leviano vandalismo: [1]. Talvez seja mesmo o momento para uma sanção.--g a f msg 21:03, 10 Março 2007 (UTC)
Também acho que o FML deva sofre algum tipo de sanção, esse link que o Gaf deixou logo acima mostra isso. Por que raios ele teve que mexer na assinatura de outro usuário? São muitos os casos que ele se passa por descuidado e inocente, alegando não ser administrador, não ter a intenção e outras tantas desculpas, tá mais do que na hora dele parar de brincar e levar a Wiki a sério. Se fosse um IP ou um novato, seria até tolerado, mas um macado véio como o FML sabe bem o que deve ou não fazer, pelo deveria. Rangel Zinmi 02:37, 11 Março 2007 (UTC)

estas também foram interessantes: [2], [3] Lijealso 02:56, 11 Março 2007 (UTC)


Uma análise da falha graveEditar

Parece-me que a Clara C. tem alguma razão. Em primeiro lugar, foi-lhe atribuída a criação de um artigo que não criou. A Clara C. repôs a verdade, o FML não desmentiu e, portanto, parece-me que o assunto está encerrado. Gostaria de ouvir o FML reconhecer o seu erro, mas também não me parece que seja nada de tão grave, provavelmente, apenas uma confusão.

Em segundo lugar, O FML realizou uma fusão sem avisar primeiro. O problema não foi ter realizado a fusão, é assim mesmo que a Wikipédia funciona e se alguém não concorda, só tem é de discutir o assunto na página de discussão de modo a que, eventualmente, se desfaça a fusão. O problema é que, tratando-se de uma área polémica, facto que não é desconhecido pelo FML, deveria ter sido deixado um aviso de fusão durante alguns dias para, no caso de haver vozes discordantes, o assunto ser discutido até se chegar a um consenso ou a uma mini-votação. Neste ponto, acho que o FML deve sentir-se avisado em relação a futuros procedimentos deste género.

Quanto a fazer coisas a respeito deste assunto, para além do que a Clara C. já fez (repôr a verdade e lançar luz sobre as questões), não me parece que seja necessário. Errar é humano, ninguém está livre de cometer hoje mesmo alguns dos erros que foram agora apontados ao FML, avisa-se quem errou e espera-se que erros semelhantes só voltem a acontecer daqui a bastante tempo. Abraço, Ozalid 21:44, 10 Março 2007 (UTC)

Ozalid, a Clara C. não tem razão. Eu atribuí a criação dela ao artigo Lista de gírias e expressões idiomáticas, que é resultado da fusão de Lista de expressões idiomáticas (que ela criou). Ela não repôs a verdade, ela fez acusações levianas me acusando de uma suposta "manobra". Eu não desmenti pois estava viajando e não tive tempo de responder. O assunto não está encerrado. E, reconhecer que erro? Se eu pudesse saber qual foi. --- E, quanto à fusão, toda fusão óbvia é feita sem discussão prévia, sempre foi assim e eu não fiz de forma errada. Lipe 2OO7 14:51, 14 Março 2007 (UTC)

Como ele pergunta qual foi o erro (haja paciência), vou resumí-lo objetivamente:

  1. O FML está na WP desde 30 de abril de 2005 e desde que entrou sofre, dentre outras, críticas de inúmeras pessoas por insistir em criar artigos não enciclopédicos e/ou apenas dignos de compor o Wikidicionário. Sua especial preferência são as gírias e os palavrões.
  2. Pelo tempo de casa, não há como dizer que não sabia que a fusão de artigos deve ser feita quando dois deles tratam do mesmo assunto (!) e pela incorporação do conteúdo mais recente ao artigo mais longevo.
  3. Como ele já havia sido confrontado um sem número de vezes a respeito de suas listas (de gírias, de gírias sexuais, de nomes populares para o ânus, de nomes populares para a vagina, de nomes populares para o pênis, de palavras de baixo calão e ...), não há como aceitar que ele pensava que a fusão não seria controversa.
  4. Outro detalhe sutil é que os artigos muito grandes devem sofrer desmembramento e não fusão e ele tanto sabe disso que desmembrou sua lista de gírias sexuais em tantas outras, que depois foram apagadas por decisão da comunidade. Mas as expressões idiomáticas ele resolveu fundir com as gírias, criando um artigo com 50 kilobytes.
  5. A prova de que ele tinha total consciência do que estava fazendo é ele ter criado um novo usuário (Especial:Contributions/Felipe Micaroni Lalli) três dias antes de promover a dita <<super-reforma>> que, além de não discutida com ninguém, assim passaria despercebida para quem costuma freqüentar Especial:Contributions/FML - como passou. -- Clara C. 20:03, 14 Março 2007 (UTC)

Resposta do FMLEditar

  1. Completa mentira. Eu tenho dezenas de milhares de edições, e um dos meus interesses é a língua portuguesa, sendo que as gírias são uma pequena parte desse interesse específico, e sempre faço tudo de forma muito séria.
  2. Gírias e expressões idiomáticas SÃO o mesmo assunto (a única diferença é que um é "uma" palavra e o outro é uma expressão, um conjunto de palavras) e não sabia que a fusão tinha que ser necessariamente do mais antigo (onde está escrito isso?). Se é assim, isso eu realmente não sabia.
  3. Não achei que uma fusão óbvia seria controversa, mesmo porque elas não tinham nada a ver com as gírias sexuais que causaram polêmica.
  4. É claro que o artigo precisa de desmembramento, mas um desmembramento bem feito, ou seja, divididos por temas como: "gírias e expressões de advogados", "gírias e expressões do hip hop" etc. não somente dividido em "gírias" e "expressões", divisão que não faz sentido.
  5. Você nem sabe o motivo pelo qual eu criei o usuário "Felipe Micaroni Lalli"! Como você especula! Criei para tentar esfriar a cabeça com os assuntos que estavam me irritando, para a minha lista de vigiados que somam mais de 9.000 artigos zerarem um pouco, pra eu poder contribuir tranquilamente sem me envolver em questões políticas. Não tem nada a ver com "ser seguido" etc. Aliás, só um louco ou você gostaria de "freqüentar" Especial:Contributions/FML ou qualquer outra lista de contribuições. Não tem mais nada pra fazer não? Se cada um cuidasse da sua vida, o mundo seria melhor.

Lipe 2OO7 22:48, 14 Março 2007 (UTC)

Problema geral do FMLEditar

Citação: Nuno Tavares escreveu: «FML, tens uma cara de pau incrível. A tua sorte, pelo menos para já, é eu não ser administrador»

Tenho vindo a perceber que há uma certa animosidade de algumas pessoas em relação ao FML. Não sei se é justificada ou não, só sei que não deveria ser expressa nos termos da citação acima. Todas as pessoas têm o direito à justiça e devem sofrer as suas consequências. Se alguém praticou uma ilegalidade deve ser julgado e punido, se não for julgado, não é justo que tenha de ouvir comentários desagradáveis aqui e ali. Esses comentários não são só desagradáveis para o alvo, são desagradáveis para quem passa, os ouve, não compreende a sua origem e fica com a ideia de aqui qualquer um pode ser alvo desse tipo de comentários.

Ou seja, se o FML cometeu alguma falta aja-se em conformidade. Avise-se formalmente, bloqueie-se, proponha-se uma sanção ou o que seja. Se não há caso contra o FML, então tem de ser respeitado como qualquer um. O que não pode haver é este grau de agressividade num lugar público. A Clara C. agiu bem ao denunciar dois erros concretos do FML, acho que o facto de se ter falado nisso já foi um aviso. Também o Lijealso fez recentemente um aviso ao FML que tem de ser levado muito a sério. Agora, a verdade é que todas estas coisas juntas, por enquanto, ainda não prefiguram nada de grave, desde que não se repitam.

Não quero transformar o FML numa vítima, mas acho que também está muito longe de merecer uma punição. Por outro lado, também não quero fazer do Nuno Tavares uma espécie de caluniador (também estamos longe disso), mas há que manter um certo auto-controlo. Havendo factos concretos fale-se de factos concretos, não havendo, são de evitar formas de linguagem que provocam sempre respostas ainda mais violentas. Abraços aos três colaboradores referidos, Ozalid 21:44, 10 Março 2007 (UTC)

Ozalid... haverá sempre um Ozalid a defender este sujeito. Não sei como é que o FML se tornou tão carismático... o tal Pumpie não teve essa sorte... fica a questão no ar do "porquê". Ah, e Ozalid, por muito boa vontade que eu tenha, não tenho como esquecer as sistemáticas falhas inocentes do FML. E, convenhamos, desde que ele entrou, muita gente saiu. E não foi por divergência de opiniões, até porque daquele lado não vem nada de jeito, mas sim por cansaço. É incrível como mesmo estando afastado, quando venho à Wikipédia, esse sujeito já tornou a fazer palhaçada. O que incomoda não é a triste maneira de ser dele, mas sim o facto de ele ser sistematicamente isento.... que estranho, o JLCA *também* não teve essa sorte... -- Nuno Tavares 22:24, 10 Março 2007 (UTC)
Outra coisa, Ozalid. O contributo do JLCA é incomparavelmente superior ao do sujeito em epígrafe. As ofensas e descuidos do mesmo são incomparavelmente inferiores às do referido. E, mesmo assim, o que mais falta nos faz, foi o primeiro a sair, provavelmente sem retorno, ao passo que este inútil persiste, prejudica o bom ambiente e, no fim, diz-me tu o que é que ele trouxe à Wikipédia lusófona de bom. O problema não é a participação dele nesta Wiki, mas sim as consequências que isso acarreta. -- Nuno Tavares 18:32, 11 Março 2007 (UTC)

Caro Nuno Tavares, não conheço o passado, nem sei o que se passou com o Pumpie. Há-de concordar que, em relação ao passado, teria sido seu dever tê-lo deixado resolvido. Na minha opinião, os wikipedistas que cometam falhas devem ser punidos e não achincalhados. Se o FML não foi punido quando deveria ter sido, isso não é motivo para o andarem constantemente a provocar. Seja como for, o Gaf fez uma proposta fundamentada de sanção contra o FML, espero, já que tem tantas coisas contra o FML, ver lá as suas queixas fundamentadas.

Em relação ao JLCA, a única coisa que posso explicar é o meu voto e faço-o com três motivos. Primeiro, mantinha uma atitude generalizada e constante de arrogância e prepotência. Segundo, insultou várias pessoas da maneira mais ordinária que pode haver. Terceiro e mais importante de todos, continuou a insultar pessoas mesmo depois de pender sobre ele um bloqueio de três meses. Ainda assim, quando ele voltar, caro Nuno Tavares, pode ter a certeza que não vou estar de oito em oito dias a dizer que ele é um inútil e coisas desse género. Abraço, Ozalid 22:06, 11 Março 2007 (UTC)

Como já lhe disse, Ozalid, a permanência do FML nesta Wikipédia - mas mais do que isso - a sua sistemática isenção é, para mim, um constante insulto a mim e à grande maioria dos *bons* editores desta Wikipédia. E, sabe, é diário, não apenas de oito em oito dias. Quanto à questão do passado, ela foi sim resolvida. O problema é que, por condescência [sic], ele não foi mais incomodado. Entretanto, a personalidade manteve-se, sob a alçada da sua (alegada) inocência. Hoje, grande parte dos seus defensores da época, já não o defendiam mais. E, no que toca a esse assunto, o Ozalid, como defensor [*] tem os dias contados. -- Nuno Tavares 01:45, 12 Março 2007 (UTC)
[*] Não quero sugerir, sequer, que esteja a defender alguém. Percebo bem que o papel do Ozalid é o de advogado do diabo e, como sempre, acho que esta é uma função crucial para a sobrevivência e, por esse motivo, tento não tratá-lo com a ingratidão que o papel, só por si, já oferece. -- Nuno Tavares 01:45, 12 Março 2007 (UTC)

A subversão da WikipédiaEditar

Eu sei que isto é um assunto complicado, mas tem que ser discutido. Por sorte (?) eu nunca fui insultado na Wikipédia... Já fui ameaçado, já me BERRARAM por eu ter eliminado algo, mas insultos, não. Agora, as minhas relações com o FML são bem difíceis. Eu tenho má memória, mas algumas coisas ficam... Lembro-me de ter uma vez revertido uma edição das gírias por ser em 90% (não flando matematicamente...) VDA; ele explicou-me que estava a editar, não era VDA... Outra vez, reverti uma edição dele em dedo por ele transformar o artigo de um assunto de anatomia para uma questão de "cultura urbana" (nem sei bem se é isso...); aí, ele me ameaçou com um aviso de vandalismo. Relevei. Depois, há o caso do pixaim onde eu tanto expliquei, que ele acabou por concordar que o "conhecimento" que ele estava a colocar lá nem sequer era correto. Não fui verificar as edições dele, mas acredito que tenha feito boas contribuições; não sei se ele alguma vez se empenhou em "tarefas usuais", como dar boas vindas a desconhecidos, ou se apenas se limita a entrar em discussões que geralmente colocam uma parte dos wikipedistas contra outra. Sem falar dos insultos - a discussão acima sobre as imagens do commons, para mim, é insulto! Nem sempre é preciso baixaria para ser insulto...

Eu não me considero "moralista" (sei lá o que é isso) ou quadrado, com medo da sexualidade. Sou "normal", ou seja, como indivíduo sexualmente ativo, a sexualidade interessa-me. Mas numa enciclopédia, eu gostaria de ver

  1. As questões biológicas separadas das questões sociais ou culturais;
  2. A sexualidade como fenômeno sociológico tratada de forma séria;
  3. As questões culturais, como as gírias, tratadas de forma séria - não como texto de dicionário.

E o FML tem sempre agido contra esses pontos que eu considero "princípios". E, como já referi atrás, defendendo uma "certa wikipédia" de forma por vezes desonesta, apelando para o suposto "moralismo" de alguns editores.

Mudando de tema: as marcas de xampu... Para mim, abrir na Wikipédia uma categoria de páginas apresentando marcas de produtos só porque eles são "populares" parece-me uma outra forma de "subverter" a Wikipédia - transformá-la de um repositório de conhecimento num repositório de trivialidades. Isso, eu considero subverter a Wikipédia, tirar-lhe o valor que ela devia ter como instrumento de ajuda a quem pretende aprofundar um assunto.

Eu gostava de ver estes aspetos discutidos antes da votação, porque desta discussão pode sair alguma luz sobre "o que é a Wikipédia", ou seja, o que "queremos" que ela seja - e aí, decidir se devemos ou não restringir as edições na Wikipédia de acordo com princípios mais rígidos - e impedir defnitivamente outro tipo de edições, o que me parece uma decisão muito forte, muito profunda. Outros poderão chamá-la "radical" ou "discriminatória"... A filosofia wiki pretende que os "wiki-produtos" sejam fruto duma colaboração muito ampla, muito "democrática", mas a democracia tem regras!

Finalmente, há a questão da "subversão" das expressões idiomáticas em gírias, que o FML explica ter sido um erro não-propositado. Terá sido? E não terá ele cometido outros "erros" semelhantes?...

Tentei dar um tom o menos apaixonado possível e o mais fa(c)tual que pude a esta minha opinião e espero que os colegas a avaliem desse prisma - ou apontem erros de conceito que eu eventualmente tenha cometido. Abraços - a TODOS! --Rui Silva 07:22, 12 Março 2007 (UTC)

SançãoEditar

Creio já existirem motivos suficientes para abrir um pedido de sanção. Peço que todos vejam Wikipedia:Sanção de insultos/Usuário:FML.--g a f msg 04:53, 11 Março 2007 (UTC)

Voltar à página de projeto "Sanção de insultos/Usuário:FML/Esplanada".