Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wild in the Country
Paixões Violentas[1] (PRT)
Coração Rebelde[2] (BRA)
 Estados Unidos
1961 •  Cor •  114 min 
Direção Philip Dunne
Produção Jerry Wald
Roteiro Clifford Odetes
Elenco Elvis Presley
Tuesday Weld
Hope Lange
Millie Perkins
Género filme musical
filme de drama
Companhia(s) produtora(s) 20th Century Fox
Idioma língua inglesa

Wild in the Country (bra: Coração Rebelde; prt: Paixões Violentas) é um filme estadunidense de 1961 do gênero "Drama", dirigido por Philip Dunne. Foi o sétimo filme de Elvis Presley que faz o papel de Glenn Tyler, um jovem que está sempre em confusões com a família.

Índice

SinopseEditar

  Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Glenn Tyler quer ser um escritor de sucesso, porém, os conflitos de sua vida pessoal parecem demais para ele, até que se envolve romanticamente com três mulheres: uma jovem de família tradicional mas cujos pais não aprovam o namoro com Glenn, uma psicóloga bem-sucedida que tenta ajudar o rapaz a entrar para a faculdade e a prima mãe solteira, cujo pai quer forçar o casamento dos dois para encobrir a situação da filha.

ElencoEditar

Trilha sonoraEditar

  • Wild In The Country
  • I Slipped, I Stumbled, I Fell
  • In My Way
  • Husky Dusky Day

Não usadas no filme

  • Lonely Man
  • Forget Me Never

MúsicosEditar

  • Elvis Presley: Vocal
  • Scotty Moore: Guitarra
  • Tiny Timbrell: Guitarra
  • Myer Rubin: Baixo
  • Bernie Mattinson: Bateria
  • Dudley Brooks: Piano
  • The Jordanaires: Vocais

AvaliaçõesEditar

  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. Paixões Violentas no SapoMag (Portugal)
  2. Coração Rebelde no CinePlayers (Brasil)
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.