Wilhelm Filchner

Wilhelm Filchner (Munique, 13 de setembro de 1877Zurique, 7 de maio de 1957) foi um explorador alemão.

Wilhelm Filchner
Nascimento 13 de setembro de 1877
Munique
Morte 7 de maio de 1957 (79 anos)
Zurique
Nacionalidade Alemanha Alemão
Prêmios Prêmio Carus (1938)

Aos 21 anos ele participou de sua primeira expedição na Rússia, dois anos depois Filchner viajou sozinho pelas montanhas Pamir e de 1903 a 1905 conduziu uma expedição pelo Tibete.

Ao retornar, Filchner foi encarregado de organizar uma expedição alemã à Antártica, a qual foi conduzida a bordo do navio Deutschland e descobriu a costa Luitpold e a plataforma Filchner-Ronne.

Recebeu o prêmio nacional alemão para a arte e a ciência de Adolf Hitler como reconhecimento pela sua expedição.

ObrasEditar

  • Ein Ritt über den Pamir.
  • Das Kloster Kumbum, 1906.
  • Zum sechsten Erdteil. Die zweite deutsche Südpolar-Expedition, 1922.
  • Tschung-Kue – Das Reich der Mitte – Alt-China vor dem Zusammenbruch, 1924.
  • Sturm über Asien, 1924.
  • Quer durch Ost-Tibet, 1926.
  • Wetterleuchten im Osten. Erlebnisse eines diplomatischen Geheimagenten, 1927.
  • Om mani padme hum. 1928?
  • Kumbum Dschamba Ling. Das Kloster der hunderttausend Maitreyas. Ein Ausschnitt aus Leben und Lehre des heutigen Lamaismus, 1933.
  • Bismillah! – Vom Huang-ho zum Indus, 1938.
  • Ein Forscherleben. Wiesbaden 1951.
  • In der Fieberhölle Nepals Wiesbaden 1952.

BibliografiaEditar

  • Murphy, David Thomas. German Exploration of the Polar World: a History, 1870-1940. Londra, Great Britain and Lincoln, Nebraska: University of Nebraska Press, 2002. xiii, 273 p. ISBN 0-8032-3205-5.
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.