Abrir menu principal

BiografiaEditar

Wentworth nasceu a bordo de um navio em rota para a ilha Norfolk, então uma colónia penal, onde os seus pais D'Arcy Wentworth e Catherine Crowley viajavam, tendo partido da Grã-Bretanha.

Em 1803 foi enviado para Inglaterra para estudar em Londres. Regressou a Sydney em 1810 e em maio de 1813, quando a seca obrigou os pastores a procurarem novas zonas de pastoreio, Wentworth, juntamente com Gregory Blaxland e William Lawson, conseguiram encontrar uma rota através das Montanhas Azuis, abrindo assim caminho para a expansão da colónia para oeste.

Mais tarde, Wentworth, estudou direito na Universidade de Cambridge (Inglaterra), voltando a Sydney em 1824, onde fundou o jornal The Australian, e participou na política defendendo a causa dos aborígenes australianos e advogando pela sua emancipação.

Morreu em 1872 em Wimborne, Inglaterra, tendo o seu corpo sido repatriado para Sydney e honrado com um funeral público.

ObrasEditar

  • A Statistical Account of the British Settlements in Australasia (1819)[2]
  • Journal of an expedition, across the Blue Mountains, 11 May-6 June 1813, 1813[3]
  • Australasia: a poem written for the Chancellor's Medal at the Cambridge commencement, July 1823, London: G. and W.B. Whittaker, 1823

BibliografiaEditar

  • Felipe Fernández-Armesto: The Times, Atlas of World Exploration, Times Books, 1991.
  • Percival Serle: Dictionary of Australian Biography, Angus and Robertson, 1949.

Ligações externasEditar

Referências

  1. Persse, Michael (1967). «Wentworth, William Charles (1790–1872)». Australian Dictionary of Biography, Volume 2. MUP. pp. 582–589. Consultado em 7 de setembro de 2014 
  2. A Statistical Account of the British Settlements in Australasia (1819)
  3. «Journal of an expedition, across the Blue Mountains, 11 May-6 June 1813, 1813». Consultado em 27 de abril de 2016. Arquivado do original em 9 de abril de 2013