Abrir menu principal
X-9 Paulistana
Fundação 12 de fevereiro de 1975 (44 anos)
Escola-madrinha X-9 (Santos)[1]
Cores
Símbolo Letra "X" e o número 9
Bairro Santana
Presidente Ailton Martinelli (Branco)
Desfile de 2020
www.x9paulistana.com.br

O Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba X-9 Paulistana é uma das mais tradicionais agremiações da cidade, a escola de samba da zona norte de São Paulo é Bi-Campeã do grupo de elite, além de outros títulos em divisões inferiores. Sua origem é o bairro da Parada Inglesa, porém atualmente sua sede está localizada na Av. Paulo Silva Araújo, 25 - Jardim São Paulo, na Cidade de São Paulo há 50 metros do bairro origem.

HistóriaEditar

A X-9 foi fundada por amigos que jogavam em um time de futebol, o Internacional da Parada Inglesa, sendo que alguns deles eram também integrantes da X-9, uma das principais agremiações da Baixada Santista. O nome, muito estranho, batizou a escola santista por causa de uma revista em quadrinhos de um detetive, que se chamava X-9.

Entre os fundadores da X-9 Paulistana estão Laurentino Borges (Presidente Lauro), Luiz Ademar, José Gaspar, José Lenine, Luiz Manoel, Jorge Nasser (Jucada), Beatriz O. Veiga, entre outros. A agremiação foi campeã no seu terceiro ano no Grupo Especial, feito que só seria igualado anos mais tarde pelo Império de Casa Verde.

Inicialmente o nome da escola era "Filhotes da X-9", sendo trocado pelo atual "X-9 Paulistana" em 1986. Logo no primeiro ano com o novo nome, vence o Grupo 3. No ano seguinte, passa para o Grupo 2, e em 1989 chega ao Grupo 1. Quase é promovida para o Especial, ficando na terceira colocação. Em 1994 a X-9 ganha o Grupo 1 e, em 1995 chega ao Grupo Especial. Brilha na estreia entre as grandes e fica em um surpreendente quinto lugar, à frente de escolas mais tradicionais, como a Unidos do Peruche e Mocidade Alegre. Em 1996 incorpora a Passo de Ouro, outra escola da região.

Após a fusão, a X-9, que até então ensaiava nas ruas do bairro, passa a utilizar a antiga quadra da Passo de Ouro. Dois anos depois conquista o título com o enredo "Amazônia, a Dama do Universo", um carnaval grandioso e surpreendente. Neste mesmo ano, porém, a apuração foi bastante tumultuada, pois o presidente da X-9 era na época também presidente da LIGA, encarregado de ler as notas. No meio da apuração, esqueceu-se de ler nomes de jurados e foi acusado de fraude por presidentes de outras agremiações, terminando a cerimônia em tumulto.

Em 2000 a X-9 chegou ao seu segundo título, empatada com o Vai-Vai, escrevendo assim seu nome definitivamente entre as principais escolas de samba de São Paulo.

No ano de 2002 a X-9 falou do Papel, mas devido ao atraso no desfile ela perdeu 6 pontos preciosos, que lhe custou o título, pois somando as notas, ela terminaria empatada com a Gaviões da Fiel em 1º lugar.

Após um bi-vice-campeonato em 2004 e 2005 passou dois anos fora do desfile das campeãs, contratando a peso de ouro o puxador Daniel Collête, então campeão pela Mocidade Alegre. Apesar disso, não melhorou muito o seu desempenho, conseguindo em 2008 apenas uma sexta colocação.

Inicialmente, anunciou para 2009 um enredo aparentemente inovador, falando sobre o filósofo alemão Nietzsche; porém em meados do ano, resolveu voltar atrás e mudou o tema para novamente a Amazônia, o mesmo enredo de seu primeiro título, doze anos atrás. Porém repetiu pela segunda vez seguida o 6º lugar.

Em 2010 a X-9 trouxe o enredo "Do além mar, a herança lusitana nos une. Ora pois… a X-9 é portuguesa com certeza!" que prestava uma homenagem à herança deixada pelos portugueses para os brasileiros, foi um carnaval assinado pelos carnavalescos Augusto de Oliveira e Rodrigo Cadete. No entanto, com um desfile fraco, a escola a terminou a apuração em 9º lugar.

EM 2011, a escola homenageou o ator e humorista Renato Aragão, carnaval de autoria dos carnavalescos Rodrigo Cadete e Flávio Campello, além disso a escola trouxe como cantor Zé Paulo[2] e como rainha de bateria, a ex-noiva do jogador Adriano (Joana Machado),[3] a escola fez um desfile surpreendentemente animado, mas que na apuração, terminou na 10º colocação.

Para 2012, a escola trouxe de volta o intérprete Royce do Cavaco que fez história na agremiação. O enredo esse ano sobre os 20 anos do Rally dos Sertões desbravou os sertões brasileiros e exaltou as belezas do Brasil, ficando na 10ª posição.

Em 2013, a escola veio com o enredo "Se pra ter diversidade basta viver com alegria: Sorria! Pois São Paulo hoje é só harmonia!" que falava dos mais variados povos da cidade de São Paulo. Apesar de ter desfilado com um dos mais belos sambas de sua história, a escola apenas empatou em 8° lugar com Gaviões da Fiel e Nenê de Vila Matilde.[4]

Em 2014, veio com o enredo "Insano". A X-9 levou para o Sambódromo do Anhembi a insanidade e a loucura. Apesar de sacudir a arquibancada, a forte chuva atrapalhou a escola em suas fantasias luxuosas. Algumas em LED (como a comissão de frente) que apresentaram problemas e precisaram ser desligados. De uma das favoritas ao título, terminou com um decepcionante 11º lugar, atrás de escolas de menor tradição como Tatuapé, Águia de Ouro, Tucuruvi e Tom Maior. Em 2015, a X-9 veio com o enredo "Sambando na chuva, num pé d'água ou na garoa, sou a X-9 numa boa", que foi desenvolvido pelo carnavalesco André Machado. A ideia surgiu em uma frase do presidente André dos Santos durante uma reunião devido as dificuldades causadas por uma tempestade durante o desfile de 2014, a agremiação da Parada Inglesa veio motivada para fazer um grande desfile, porém perdeu pontos nos quesitos Samba-Enredo, Evolução e Fantasia, ficando em 11º lugar.

Em 2016, trouxe o enredo: Açaí guardiã! Do amor de Iaçá ao esplendor de Belém do Pará, X-9 vai retratou a lenda do açaí através dos índios tupinambás, a cidade de Belém do Pará também ganhou espaço no enredo com os 400 anos da cidade O desfile foi marcado por muita tensão, o carro abre-alas precisou ser desmontado para entrar na avenida, uma oca indígena da comissão de frente teve problemas e ficou desgovernada durante todo o desfile.[5] Três integrantes da escola que estavam nos carros alegóricos sofreram acidente e um deles fraturou a coluna.[6] Embora houvesse animação da comunidade, a escola recebeu notas baixas do início ao fim da apuração, terminando em 14º lugar, sendo assim retornando pela primeira vez em mais de 20 anos para o Grupo de Acesso, onde desfilou em 2017.

No ano de 2017, a X-9 foi para a avenida com o enredo "Vim, Vi e Venci, A Saga Artística de um Semideus", uma homenagem ao artista Inos Corradin. O ano marcou a volta do carnavalesco Lucas Pinto e do diretor Geral de Harmonia Alexandre Conceição, detentores do último título da X-9, conquistado em 2000. A escola teve um desempenho excelente, conquistando o título do Grupo de Acesso, indo para o Desfile das Campeãs e consequentemente retornando para o Grupo Especial. Pra 2018 de volta ao grupo especial a X-9 escolheu o enredo sobre ditados populares, a escola teve que abusar da criatividade para transformar em fantasias e alegorias os ditados populares brasileiros e ainda houve espaço para um toque político. Porém com um desfile confuso e um samba que não ajudou a compreensão do enredo a escola escapou por pouco de voltar ao acesso e conseguiu permanecer no grupo especial ficando com o décimo primeiro lugar. [7]

A X-9 Paulistana anunciou que o enredo do carnaval de 2019 será "Meu lugar é cercado de luta e suor, esperança num mundo melhor! O show tem que continuar" que falará sobre o cantor e compositor Arlindo Cruz, que no ano que vem terá 60 anos.[8]

SegmentosEditar

PresidentesEditar

Nome Mandato Ref.
Luiz Ademar de Moura Campos 1975 - 1981
Humberto Henrique Rodella 1981 - 1984
Castro Alves da Silva 1984 - 1986
Laurentino Borges Marques "Lauro" 1986 - 2001
José Manoel Gaspar 2001 - 2013 [9]
André Santos 2013 - 2017 [10]
Ailton Martinelli "Branco" 2017 - atualidade

IntérpretesEditar

Carnavais Intérprete oficial
1992 Zinho da União
1995-2002 Royce do Cavaco
2003-2005 Royce do Cavaco e Edson Dino
2006 Edson Dino e Douglinhas
2007 Karlinhos Madureira
2008-2010 Daniel Collête
2011 Zé Paulo Sierra
2012-2016 Royce do Cavaco
2017-2019 Darlan Alves
2020-presente Pê Santana

DiretoresEditar

Período Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref.
2013 Devair Francisco Gutemberg Gomes Bruxinha [9]
2014 Comissão de Carnaval Comissão de Harmonia Adamastor [10]
2015 Comissão de Carnaval Comissão de Harmonia Adamastor [11][12]
2016 Carlos Pires Eduardo "Dudu" Teixeira Vitor da Candelária [13][3]
2017 Comissão de Carnaval Alexandre Conceição Fábio Américo e Kito [13]
2018 Comissão Gutemberg Gomes Fábio Américo e Kito
2019 Pê Santana Douglas Pinto, Aguinaldo Lopes, Arnaldo Coelho e Ubiratan Melo Fábio Américo e Kito
2020 Pê Santana Douglas Pinto, Aguinaldo Lopes, Arnaldo Coelho e Ubiratan Melo Fábio Américo [14]

CoreógrafoEditar

Período Nome Ref.
2011-Atual Yáskara Manzini [15][13]

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeiraEditar

Período Nome Ref.
2013-2014 João Carlos e Laís Moreira [9][10]
2015-2016 Ruhanan Pontes e Ana Paula Sgarbi [16]
2017-2018 Daniel Vitro e Lyssandra Grooters [13]
2019- Marcos Eduardo e Lyssandra Grooters

Rainhas de bateriaEditar

Período Rainha de bateria Ref.
1996 – 2009 Priscila Reis
2010 Yasmine Tainá [17]
2011 Joana Machado
2012 – 2013 Rosemeire Rocha [9]
2014 – 2016 Gracyanne Barbosa [18][19][20]
2017 Tarine Lopes [21][22]
2018 – presente Juju Salimeni [23][24]

CarnavaisEditar

X-9 Paulistana
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref.
1976 Desclassificada 1-UESP Carnaval na Lua J. Muniz Júnior
1977 5º lugar 1-UESP No Reino encantado da Pedra Bonita J. Muniz Júnior
1978 Vice-campeã 1-UESP Festas Tradicionais do Rio Grande do Sul J. Muniz Júnior
1979 3º lugar Acesso Tia Inês, Minha Querida Madrinha J. Muniz Júnior
1980 11º lugar Acesso Pandeiro Maravilhoso J. Muniz Júnior
1981 Campeã 1-UESP Herança de uma Raça Petrúcio
1982 8º lugar Acesso Profecia de Ifá - Uma História de Amor Dedé da Portela
1983 Desclassificada Acesso Quanto Mais Quente Melhor Ademir Fontana
1984 5º lugar 1-UESP No Reino da Alegria Nilton Freire
1985 Desclassificada 1-UESP Das Espumas do Mar ao Esplendor da Noite Osvaldo Arouche
1986 Campeã 2-UESP O Esplendor de um Sonho Vasco Ferrão
1987 Campeã 1-UESP Chão de Estrelas Osvaldo Arouche
1988 6º lugar Acesso São Saruê J. Muniz Júnior
1989 3º lugar Acesso Sonho de Valsa Pedro Luis Pinotti
1990 5º lugar Acesso Paulinho da Viola Pedro Luis Pinotti
1991 6º lugar Acesso Profetas e Profanos César
1992 6º lugar Acesso O Beijo, Bem Mais que uma História de Amor Nelson Crecibeni Filho
1993 4º lugar Acesso A Saga do Melaço Nelson Crecibeni Filho
1994 Campeã Acesso Confete, A Saudade Colorida Pedro Luis Pinotti
1995 5º lugar Especial Arco-Íris da Ilusão Augusto de Oliveira
1996 7º lugar Especial Paz e Amor... Bicho Augusto de Oliveira
1997 Campeã Especial Amazônia, a Dama do Universo Augusto de Oliveira
1998 9º lugar Especial Sonhos de um Cowboy Brasileiro Augusto de Oliveira
1999 3º lugar Especial Laços e Abraços no Mundo do Mercosul Augusto de Oliveira
2000 Campeã Especial Quem é você, Café!
Compositores:Armênio Poesia, Fernando Leal, Fred Vianna, Diego Poesia, Marcos Peloso, Wander, Edson Dino, Ló do Cavaco e Pixuca
Lucas Pinto
2001 3º lugar Especial Estive Aqui! Lembrei-me de Você! Me Leva Brasil
Compositores:Abelha, Zinho do Tempero, Cesar Rodrigues e Primo
Lucas Pinto
2002 10° lugar Especial Aceito tudo, quem sou eu?...O papel
Compositores: Neco Paulicéia, Luis Ferracini e Pê
Lucas Pinto
2003 3º lugar Especial Pi, iê, rê Jeribatiba ou Pinheiros. A deusa dos rios clama pela preservação: Se ela muda o curso, pode mudar sua história.
Compositores: Edson Dino, Royce do Cavaco e Leo do Cavaco
Lucas Pinto
2004 Vice-campeã Especial Se vens em minha casa com deus no coração, senta-te a mesa e coma do meu pão
Compositores:Armênio Poesia, Diego Poesia e Kadu.
Lucas Pinto
2005 Vice-campeã Especial Nascidos para cantar e também sambar
Compositores:Armênio Poesia, Diego Poesia, Chocolate, Eric Lisboa e Márcio André.
Lucas Pinto
2006 6° lugar Especial X da questão
Compositores:Leonardo Rocha, Renne Campos, Tchello Lima, Reinaldo Ferreira, Anderson Salgadinho, Accyoli Filho e Robertinho Capitão Gancho.
Lucas Pinto
2007 10° lugar Especial Força Brasil - O país que surge da tinta delira num carnaval de cores
Compositores:Armenio Poesia, Aquiles da Vila, Chanel, Maurício Paiva e Carlinhos Jeito Moleque.
Raul Diniz
2008 6° lugar Especial O povo da Terra está abusando... O aquecimento global vem aí - A vida boa e sustentável pede passagem.
Compositores:Didi, Turko e Paulinho Miranda.
Raul Diniz
2009 6º lugar Especial Amazônia... conseguimos conquistar com o braço forte... do esplendor da Havea Brasiliensis à busca pela terra sem males
Compositores:Léo do Cavaco, Rogério Morgado e Leonardo Lima.
Paulo Führo
2010 9º lugar Especial Do além mar, a herança lusitana nos une. Ora pois... a X-9 é portuguesa com certeza!
Compositores: Junior ABC, Wagner, Rodney Cheto, Márcio Camargo, Leonardo Trindade e Danilo Britto.
Rodrigo Cadete
Augusto de Oliveira
2011 10° lugar Especial De eterna criança a embaixador da esperança, Renato Aragão, Didi Trapalhão!
Compositores:Rifai, Pe, Xavi, Cris, J. Vicente, Melo e Alemão do Cavaco.
Rodrigo Cadete e Flávio Campello
2012 10° lugar Especial Trazendo para os braços do povo o coração do Brasil, a X-9 paulistana num grande rally desbrava os sertões dessa gente varonil!
Compositores:André Nova União, Aquiles da Vila, Marquinhos Boldrini, Maurício Paiva, Raphael do Império, Rig e Santos.
Rodrigo Cadete e Flávio Campello
2013 8° lugar Especial Se pra ter diversidade basta viver com alegria: Sorria! Pois São Paulo hoje é só harmonia!
Compositor: Rafael Pínah
Flávio Campello
2014 11° lugar Especial Insano - uma Viagem aos Confins da Imaginação
Compositor: Silas Augusto, Tinga, Jota Soares, Noel, Junior Fusion, Renan Takacs e Beto Ferraz
Flávio Campello
2015 11º lugar Especial Sambando na chuva, num pé d'água ou na garoa, sou a X9 numa boa!
Compositores: Fabinho NT, Vitor, Digo Sá, Denola e Mazinho.
André Machado [25]
2016 14º lugar Especial Açaí guardiã! Do amor de Iaçá ao esplendor de Belém do Pará
Compositores: Accyoly Filho, Saulo Mesquita, Turko, Maradona, Fabio X9, Thiago Japa, Rafa do Cavaco, Mixaria, Carlos Alberto, Dom Henrique e MP08
André Machado
2017 Campeã Acesso Vim, vi e venci! A saga artística de um semideus
Compositores: Saulo Mesquita, Turko, Maradona, Fabio X9, Thiago Japa, Rafa do Cavaco, Mixaria, Carlos Alberto, Dom Henrique, MP08 e Nicóla X9
Lucas Pinto [26]
2018 11° lugar Especial A voz do samba é a voz de Deus. Depois da tempestade, vem a bonança!
Compositores: Jair Roberto, Vaguinho, Rapha SP, Fabinho NT, Marcelo Lepiane, Salgado, Vitor, Fabio Blanco, Nando e Fernandinho SP
Amarildo de Mello [27]
2019 10° lugar Especial Meu lugar é cercado de luta e suor, esperança num mundo melhor! O show tem que continuar
Compositores: André Diniz, Arlindinho, Cláudio Russo, Márcio André Filho, Valência e Darlan Alves
Amarildo de Mello [28][29]
2020 Especial Batuques para um rei coroado
Compositores: André Diniz, Arlindinho, Cláudio Russo, Márcio André Filho, Marcelo Rodrigues da Silva e Pê Santana
Pedro Magoo [14]
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre X-9 Paulistana

TítulosEditar

Títulos X-9 Paulistana
Divisão Total Ano
  Grupo Especial 2 1997 e 2000
  Grupo de Acesso 2 1994 e 2017
  Grupo 1 da UESP 2 1981 e 1987
  Grupo 2 da UESP 1 1986

DesclassificaçõesEditar

Grupo de Acesso 1983
Grupo 1 da UESP 1976 e 1985

Referências

  1. https://blocodaabolicao.wordpress.com/2011/02/19/rituais-de-batismo-entre-agremiacoes-carnavalescas-teremos-o-nosso/
  2. «Zé Paulo acerta com a X-9 Paulistana». 26 de março de 2010. Consultado em 26 de novembro de 2010 
  3. EGO. «Rainha da X-9 Paulistana, Joana Machado visita a escola». Consultado em 22 de novembro de 2010 
  4. G1. «Confira notas da apuração do desfile do Grupo Especial de São Paulo». Consultado em 21 de junho de 2013 
  5. http://g1.globo.com/sao-paulo/carnaval/2016/noticia/2016/02/x-9-tem-problemas-com-alegorias-e-faz-desfile-tenso-no-anhembi.html
  6. http://g1.globo.com/sao-paulo/carnaval/2016/noticia/2016/02/homem-que-caiu-de-carro-alegorico-da-x-9-passa-bem-diz-amigo.html
  7. G1 (10 de fevereiro de 2018). «X-9 Paulistana faz desfile lúdico e com toque político na volta ao Grupo Especial». 23h59 
  8. G1 (26 de fevereiro de 2018). «X-9 Paulistana vai homenagear Arlindo Cruz em enredo no carnaval de 2019». 12h08 
  9. a b c d SASP. «Carnaval 2013». Consultado em 27 de abril de 2014 
  10. a b c SASP. «Carnaval 2014». Consultado em 27 de abril de 2014 
  11. «Cópia arquivada». Consultado em 26 de novembro de 2015. Arquivado do original em 27 de novembro de 2015 
  12. O Carnaval de SP (3 de abril de 2014). «Mestre Adamastor e Royce do Cavaco renovam com a X-9 Paulistana». 18h58. Consultado em 3 de abril de 2014. Arquivado do original em 7 de abril de 2014 
  13. a b c d SRZD/SP (8 de março de 2016). «X-9 anuncia novo casal e diretor geral de harmonia». 10h00 
  14. a b SRZD (20 de março de 2019). «Conheça o novo intérprete oficial da X-9 Paulistana» 
  15. [1]
  16. «X-9 Paulistana fecha os desfiles de São Paulo com enredo sobre a chuva | Rádio Cidade de Vitória». Consultado em 24 de janeiro de 2019. Arquivado do original em 25 de janeiro de 2019 
  17. G1 (24 de janeiro de 2010). «Após desentendimento, rainha de bateria está de volta à X-9». 09h00 
  18. [2]
  19. G1 (27 de fevereiro de 2017). «Gracyanne Barbosa viaja a Dubai e não desfila pela X-9 no Grupo de Acesso de SP». 01h41 
  20. IG (27 de fevereiro de 2017). «Gracyanne Barbosa não desfila pela X-9 de última hora». 09h10 
  21. EGO (22 de junho de 2017). «X-9 Paulistana tem nova rainha de bateria no Carnaval 2017: Tarini Lopes» 
  22. EGO. «Sem Gracyanne Barbosa, X-9 vence o grupo de acesso do Carnaval de SP» 
  23. EGO (5 de abril de 2017). «Juju Salimeni substitui Gracyanne Barbosa como rainha da X-9 em SP» 
  24. G1 (5 de março de 2018). «X-9 Paulistana renova com Juju Salimeni como rainha de bateria para o carnaval de 2019» 
  25. SRZD-Carnaval/SP (3 de abril de 2014). «André machado é da X9 Paulistana». 18h58. Consultado em 3 de abril de 2014 
  26. Redação SRZD (20 de abril de 2016). «Após mais de uma década na Rosas de Ouro, Darlan define sua nova escola». SRZD. Consultado em 21 de abril de 2016 
  27. Sasp (17 de abril de 2017). «X-9 Paulistana apresenta o enredo para 2018». Sasp. Consultado em 27 de abril de 2017 
  28. G1 (9 de abril de 2018). «X-9 Paulistana vai homenagear Arlindo Cruz em enredo no carnaval de 2019» 
  29. SASP (26 de fevereiro de 2018). «X-9 lança enredo com a presença da família de Arlindo Cruz»