Abrir menu principal
Xavier Marques
Xavier Marques, em Bahia Illustrada
Nome completo Francisco Xavier Ferreira Marques
Nascimento 3 de dezembro de 1861
Itaparica, Bahia Bahia
Morte 30 de outubro de 1942 (80 anos)
Salvador, Bahia Bahia
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Jornalista, político, romancista, poeta e ensaísta
Magnum opus O Feiticeiro (1922)

Francisco Xavier Ferreira Marques (Itaparica, 3 de dezembro de 1861Salvador, 30 de outubro de 1942) foi um jornalista, político, romancista, poeta e ensaísta brasileiro.

Foi eleito em 24 de julho de 1919 para a cadeira 28 da Academia Brasileira de Letras.[1]

Índice

BiografiaEditar

Iniciou seus estudos na ilha de Itaparica, mas em pouco tempo se transferiu para Salvador onde se matriculou no colégio do cônego Francisco Bernardino de Sousa. Na capital baiana exerceu o jornalismo, atividade que interrompeu quando se dedicou à política, primeiro como deputado estadual, de 1915 a 1921; e a seguir como deputado federal, de 1921 a 1924.[1]

Paralelo à atividade jornalística dedicou-se também à literatura; seu romance de estreia foi Boto e companhia, em 1897, ao qual seguiu-se a novela "Jana e Joel" (1899), que é considerada sua melhor produção; suas obras lhe renderam vários prêmios, destacando-se o da Academia Brasileira de Letras, em 1910, pelo romance Sargento Pedro; veio mais tarde a se tornar membro desta entidade, sendo ali empossado no dia 17 de setembro de 1920 na cadeira 28 em sucessão a Inglês de Sousa, recebido por Goulart de Andrade.[1]

ObrasEditar

  • Temas e variações, poesia, 1884
  • Uma família baiana, romance, 1888
  • Insulares, poesia, 1896
  • Boto e companhia, romance, 1897
  • Jana e Joel, romance, 1899
  • Pindorama, romance, 1900
  • Holocausto, romance, 1900
  • Praieiros, edição conjunta das novelas Maria Rosa e O arpoador e mais A noiva do golfinho. 1902
  • O sargento Pedro, romance, 1910
  • Vida de Castro Alves, biografia, 1911
  • A arte de escrever, estilística, 1913
  • A boa madrasta, romance, 1919
  • A cidade encantada, contos, 1919
  • O feiticeiro, romance, 1922
  • Ensaio histórico sobre a Independência, 1924
  • As voltas da estrada, romance, 1930
  • Letras acadêmicas, ensaios, 1933
  • Cultura da língua nacional, filologia, 1933
  • Terras mortas, novela, 1936
  • Ensaios, 2 volumes, 1944
  • Evolução da crítica literária no Brasil e outros estudos, 1944

Referências

Ligações externasEditar