Xavier da Cunha

escritor, poeta e bibliógrafo português

Xavier da Cunha (Évora, 14 de Fevereiro de 1840Lisboa, 11 de Janeiro de 1920) foi um médico e intelectual, escritor, poeta e bibliógrafo, que entre outras funções foi director da Biblioteca Nacional de Lisboa (1902-1911). Publicou parte da sua obra sob o pseudónimo de Olímpio de Freitas, pseudónimo este que foi por si utilizado como colaborador da Revista Contemporânea de Portugal e Brasil [1] (1859-1865). Foi autor de Lisboa creche: jornal miniatura [2] (1884) e colaborou na obra In Memoriam: Júlio de Castilho [3] publicada em 1920.

Xavier da Cunha
Xavier da Cunha
Xavier da Cunha.
Nascimento 14 de fevereiro de 1840
Évora
Morte 11 de janeiro de 1920
Lisboa
Cidadania Portugal, Reino de Portugal
Ocupação escritor, poeta, bibliógrafo

Referências

Ligações externas editar