Abrir menu principal
Álvaro de Carvalho de Andrea
Nascimento 4 de junho de 1907
Lisboa
Morte 6 de janeiro de 1962 (54 anos)
Cidadania Portugal
Alma mater Universidade de Lisboa
Ocupação médico, escritor

Álvaro de Carvalho de Andrea (Lisboa, 4 de Junho de 1907 - Lisboa, 6 de Janeiro de 1962) foi um médico e publicista português.[1][2]

BiografiaEditar

Licenciou-se na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e tinha o curso de L'Adaptation de l'Enfant Atteint d'Infirmité Motrice no Centro Internacional da Criança, em Paris, em 1954, onde esteve como bolseiro da Organização Mundial de Saúde.[1]

Foi Adjunto do Centro de Inquérito Assistencial e Presidente da Comissão de Auxílio aos Inválidos. Foi Chefe dos Serviços de Readaptação do Instituto de Assistência Nacional aos Tuberculosos e Chefe do Serviço de Readaptação de Crianças Deficientes na Casa Pia de Lisboa.[1]

Foi Delegado ao 1.º Congresso de Physical Medicine, em Londres, em 1952, Delegado ao 1.º Congresso da World Confederation for Physical Therapy, em Londres, em 1953.[1]

Publicou: [1][2]

  • Contribuição para o Estudo da Pluviosidade em Portugal, e em Especial na Serra da Estrela, 1933[2]
  • Meteorologia e Medicina, in "Revista e Ciências Médicas e Humanismo", 1934[2]
  • Algumas Características Climatológicas de Portugal, in "La Revista de las Sciencias de Madrid, 1935[2]
  • O Clima de Portugal acima do Paralelo 40 (dissertação para o Concurso de Chefes de Serviços do Observatório Central de Meteorologia da Universidade de Lisboa, 1937[2]
  • Centro de Recuperação de Deficientes Motores, 1951[1]
  • Alguns Aspectos da Recuperação dos Deficientes, 1953[1]
  • A Terapia Ocupacional e a Enfermagem, 1953[1]
  • Os Deficientes e o Desporto, 1955[1]
  • Alguns Aspectos da Readaptação Social dos Cegos, 1956[1]
  • Alguns Aspectos da Recuperação Funcional e Adaptação Social dos Amputados, 1956[1]
  • Alguns Aspectos da Recuperação Funcional das Crianças Encefalópatas e da sua Adaptação Social, 1956[1]
  • Alguns Aspectos da Importância da Terapia Ocupacional na Recuperação dos Tuberculosos, 1957[1]
  • O Deficiente, Mão-de-Obra Desconhecida, 1957[1]
  • Os Deficientes e os Centros de Recuperação perante a Indústria', 1957[1]
  • E Eles porque não?, 1958[1]
  • Quem Boa Cama Fizer, 1958[1]
  • A Recuperação Funcional e a Adaptação Social dos Amputados, 1958[1]
  • Aspectos Actuais da Reeducação e Reabilitação, separata da "Revista Médica Contemporânea", 1960[2]
  • A Readaptação Social dos Tuberculosos, 1960[2]
  • Paralíticos Cerebrais Infantis, Seus Problemas, Sua Recuperação, 1962[2]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n o p q r Vários. Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. [S.l.]: Editorial Enciclopédia, L.da. pp. Volume 38 Apêndice. 352 
  2. a b c d e f g h i Vários. Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. [S.l.]: Editorial Enciclopédia, L.da. pp. Volume 1 Actualização. 341 

Ligações externasEditar