Abrir menu principal

Álvaro de Oliveira Soares de Andrea

Álvaro de Oliveira Soares de Andrea
Nascimento 31 de agosto de 1864
Lisboa
Morte 14 de agosto de 1939 (74 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Alma mater Escola Naval (Portugal)
Ocupação oficial, escritor

Álvaro de Oliveira Soares de Andrea ?TE?TEM?VMCvAOAGOICM?CE?NSC (31 de agosto de 1864Lisboa, 14 de agosto de 1939) foi um militar português.[1][2]

Índice

BiografiaEditar

Filho de Tomás José de Sousa Soares de Andrea (1824), sobrinho paterno do Barão de Caçapava no Brasil, e de sua mulher Maria Luísa Virgínia de Sequeira e Oliveira e irmão mais novo de Eugénio de Oliveira Soares de Andrea.

Oficial da Marinha, serviu largo tempo nas Colónias, tendo tomado parte na Campanha de Gaza, em 1895, e no Combate de Macontene, em 1897, em Moçambique. Possuía as seguintes condecorações: foi-lhe concedida e foi duas vezes condecorado com o Colar da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, além doutras altas condecorações, como Cavaleiro e Oficial da Ordem Militar de Avis, Cavaleiro de 1.ª Classe da Ordem da Espada da Suécia-Noruega, Oficial da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, Medalhas de Valor Militar, de Comportamento Exemplar, e da Campanha do Tungue (1889), de Moçambique (1894-1895), e do Niassa (1899), grau de Grande-Oficial da Ordem do Império Colonial a 5 de Setembro de 1932,[3] Medalha da Rainha D. Amélia, comemorativa das Expedições a Moçambique, com a legenda "Expedição a Moçambique, 1894-1895), e a Medalha de Ouro de Serviços Relevantes no Ultramar.[4][2]

Aquando da Revolução de 5 de Outubro de 1910, desenvolveu uma acção notável no Quartel de Marinheiros, em Alcântara, contribuindo poderosamente para a vitória da República. No livro A revolução portuguesa, António Maria de Azevedo Machado Santos dedica-lhe bem merecidas palavras.[4]

Reformou-se a 18 de Novembro de 1910, no posto de Capitão-de-Mar-e-Guerra, mantendo sempre os seus ideais republicanos.[5]

Obras publicadasEditar

Publicou: [2]

  • O Sistema Decimal Mundial e o Relógio Decimal, Lisboa, 1909[2]
  • Costa Oriental de África
  • Plano hidrográfico da barra e porto do rio Chinde
  • Província de Moçambique

Referências

  1. Vários. Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. [S.l.]: Editorial Enciclopédia, L.da. pp. Volume 2. 550 
  2. a b c d Vários. Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. [S.l.]: Editorial Enciclopédia, L.da. pp. Volume 38 Apêndice. 352 
  3. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Álvaro de Oliveira Soares de Andreia". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 9 de agosto de 2016 
  4. a b Vários. Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. [S.l.]: Editorial Enciclopédia, L.da. pp. Volume 2. 550-1 
  5. Vários. Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. [S.l.]: Editorial Enciclopédia, L.da. pp. Volume 2. 551 

BibliografiaEditar